Você está aqui: Página Inicial > Educação > 2013 > 04 > Estudante brasiliense de engenharia elétrica fará viagem ao espaço

Educação

Estudante brasiliense de engenharia elétrica fará viagem ao espaço

por Portal Brasil publicado: 26/04/2013 15h04 última modificação: 30/07/2014 00h18
Exibir carrossel de imagens Divulgação/Brazilianspace Blogspot Além do estágio, Pedro participa de um projeto simula uma missão espacial

Além do estágio, Pedro participa de um projeto simula uma missão espacial

O estudante Pedro Nehme, de 21 anos, venceu um concurso com mais de 129 mil participantes do mundo todo e será o segundo brasileiro a ir ao espaço 

 

 

Estagiário da Agência Espacial Brasileira (AEB) e estudante de Engenharia Elétrica na Universidade de Brasília (UnB), Pedro Henrique Dória Nehme, de 21 anos, venceu um concurso com mais de 129 mil participantes do mundo todo e será o segundo brasileiro a ir ao espaço. O primeiro foi o astronauta militar Marcos Pontes, que em 2006 integrou a Missão Centenária.

Nehme embarcará na nave Lynch, da empresa Space Expedition Corporation (SXC), rumo ao espaço no início do ano que vem. A viagem terá início em Curaçao, no Caribe. O voo será suborbital (não entra em órbita da Terra) e atingirá uma altura aproximada de 100 quilômetros, cruzando a chamada linha de Kármán.

O voo deve durar uma hora, entre a decolagem e a aterrissagem. Nehme ficará aproximadamente cinco minutos no espaço. Segundo a SXC, apenas 500 pessoas no mundo viram a Terra como o vencedor a verá.

Concurso

O futuro visitante do espaço venceu o concurso mundial Space Flight, realizado pela empresa área holandesa KLM. O desafio consistia em adivinhar em que ponto iria parar um balão de alta altitude monitorado por câmeras e GPS. As coordenadas que mais se aproximassem da realidade seriam as vencedoras. Entre os mais de 129 mil participantes do mundo inteiro, o estagiário da AEB foi quem mais se aproximou do resultado oficial.

Perfil 

Estudante Nehme é um aficionado pelo espaço, tanto que seu apelido entre os amigos é astronauta. Em 2012, estudou na Catholic University of America em Washington (EUA), e trabalhou no Goddard Space Flight Center, programa da Agência Espacial Americana (Nasa).

Além do estágio na AEB, Pedro participa de um projeto da UnB que simula uma missão espacial e, no segundo semestre, irá lançar um minissatélite para o espaço em um balão.

Agência Espacial Brasileira

Criada em 10 de fevereiro de 1994, a Agência Espacial Brasileira (AEB) é responsável por formular e coordenar a política espacial brasileira. Autarquia federal vinculada ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), a AEB tem dado continuidade aos esforços empreendidos pelo governo brasileiro, desde 1961, para promover a autonomia do setor espacial. 

 

Fonte:
Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação 

 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

O portal da Base Nacional Comum
Secretário de Educação Básica do Ministério da Educação, Manuel Palácios explica como ocorrerá participação da sociedade.
A unificação curricular da Educação Básica
De acordo com Manuel Palácios, secretário de Educação Básica do Ministério da Educação, unificação curricular contribuir para modernização do ensino.
A educação básica brasileira
Para secretário de Educação Básica do Ministério da Educação, Manuel Palácios, há compromisso das instituições de ensino e da população do País com ideal democrático.
Secretário de Educação Básica do Ministério da Educação, Manuel Palácios explica como ocorrerá participação da sociedade.
O portal da Base Nacional Comum
De acordo com Manuel Palácios, secretário de Educação Básica do Ministério da Educação, unificação curricular contribuir para modernização do ensino.
A unificação curricular da Educação Básica
Para secretário de Educação Básica do Ministério da Educação, Manuel Palácios, há compromisso das instituições de ensino e da população do País com ideal democrático.
A educação básica brasileira

Últimas imagens

Serão selecionadas obras didáticas de todos os componentes curriculares dos anos iniciais do ensino fundamental (1º ao 5º ano)
Serão selecionadas obras didáticas de todos os componentes curriculares dos anos iniciais do ensino fundamental (1º ao 5º ano)
Tereza Sobreira/MEC
Foram criados 50 novos cursos de Medicina em 45 municípios, resultando em 5,3 mil novas vagas
Foram criados 50 novos cursos de Medicina em 45 municípios, resultando em 5,3 mil novas vagas
Geyson Magno/MEC
Projeto cria instalações móveis para solucionar problemas relativos ao combate à infecção de cólera no Haiti
Projeto cria instalações móveis para solucionar problemas relativos ao combate à infecção de cólera no Haiti
Divulgação/Planalto
Contribuições serão para adequar o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes) às novas diretrizes curriculares nacionais de medicina
Contribuições serão para adequar o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes) às novas diretrizes curriculares nacionais de medicina
Divulgação/Governo de Alagoas
Período para a escolha das obras será aberto no dia 28 próximo e se estenderá até 8 de setembro
Período para a escolha das obras será aberto no dia 28 próximo e se estenderá até 8 de setembro
Divulgação/Governo da BA

Governo digital