Você está aqui: Página Inicial > Educação > 2013 > 10 > No Rio, clima entre estudantes era de expectativa antes da prova

Educação

No Rio, clima entre estudantes era de expectativa antes da prova

Pré-exame

Portões foram fechados e, como em anos anteriores, alguns estudantes chegaram atrasados e não puderam fazer a prova
por Portal Brasil publicado: 26/10/2013 14h07 última modificação: 30/07/2014 00h21

O clima entre estudantes que farão agora a tarde a primeira etapa da prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) é de muita expectativa. Antes das 13h, as filas se formavam na porta de vários locais de prova, como a Faculdade de Direito da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e a Faculdade Estácio de Sá, ambas no centro da capital. Às 13h os portões foram fechados e como em anos anteriores, alguns estudantes chegaram atrasados e não puderam fazer a prova.

Na Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj), o clima antes da prova é de tranquilidade. Angélica Gama Boechat de Azevedo, de 18 anos, termina o ensino médio este ano mas fez a prova do Enem no ano passado"como experiência".

"Eu achei a prova mais difícil do que falavam, espero que este ano seja mais fácil. Espero conseguir porque eu fiquei estudando o ano inteiro. No ano passado eu consegui classificação, mas não para o curso que eu queria, que é gastronomia, na UFRJ. O curso é concorrido porque é o único em faculdade pública".

O estudante Artur Cardozo da Gama, de 17 anos, também fez a prova no ano passado mesmo antes de terminar o ensino médio. "Eu achei a prova cansativa porque eu não tinha me preparado antes, as últimas questões foram difíceis por causa do cansaço. Mas, este ano, acho que vai ser tranquilo, eu me preparei bastante. O conteúdo que eles cobram na prova é bem razoável, não é difícil".

Artur pretende fazer engenharia naval na UFRJ e diz que as escolas já estão preparando os alunos para o Enem, direcionando os conteúdos e aplicando questões de provas anteriores. "No ano passado consegui classificação para alguns cursos da UFF [Universidade Federal Fluminense] e da UFRJ, mas não para o que eu queria", diz o jovem.

Aisha Oliveira dos Santos, de 16 anos, também fez a prova em 2012 como preparação. Ela também disse que as escolas já direcionam os conteúdos para o Enem mas, a seu ver, um curso preparatório pode ajudar mais. "A prova não é muito difícil se você estudar. Mas fazer um curso preparatório, como eu fiz, é melhor." Ela pretende conseguir uma vaga para enfermagem na UFRJ. As provas de hoje, de ciências humanas e ciências da natureza, têm duração de 4h30.

Fonte:
Agência Brasil 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

registrado em: , , , ,
Assunto(s): Educação, Ensino médio

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Base Nacional Comum Curricular alinha o Brasil aos melhores sistema educacionais do mundo
Com a mudança, o país se alinha aos melhores sistemas educacionais do mundo
Base Nacional Comum Curricular é homologada
Presidente Michel Temer homologou a Base Nacional Comum Curricular. Documento é considerado um avanço por especialistas em educação
Presidente Michel Temer sanciona lei do novo FIES
Uma das novidades é que recursos dos fundos constitucionais e de desenvolvimento vão ser destinados para os financiamentos estudantis
Com a mudança, o país se alinha aos melhores sistemas educacionais do mundo
Base Nacional Comum Curricular alinha o Brasil aos melhores sistema educacionais do mundo
Presidente Michel Temer homologou a Base Nacional Comum Curricular. Documento é considerado um avanço por especialistas em educação
Base Nacional Comum Curricular é homologada
Uma das novidades é que recursos dos fundos constitucionais e de desenvolvimento vão ser destinados para os financiamentos estudantis
Presidente Michel Temer sanciona lei do novo FIES

Últimas imagens

Mudanças no programa beneficiam quem mais precisa e garantem recursos para manter o financiamento estudantil
Mudanças no programa beneficiam quem mais precisa e garantem recursos para manter o financiamento estudantil
Arquivo/Agência Brasil
Encceja PPL
Arquivo/Agência Brasil
Provas serão aplicadas em 12 e 13 de dezembro em todo o País, em mais de mil unidades prisionais de 577 municípios. Grau de dificuldade da prova é equivalente ao do Enem regular
Provas serão aplicadas em 12 e 13 de dezembro em todo o País, em mais de mil unidades prisionais de 577 municípios. Grau de dificuldade da prova é equivalente ao do Enem regular
Foto: André Nery/MEC
Provas serão aplicadas em 19 de novembro, para público geral; e em 19 e 20 de dezembro para pessoas privadas de liberdade
Provas serão aplicadas em 19 de novembro, para público geral; e em 19 e 20 de dezembro para pessoas privadas de liberdade
Foto: André Nery/MEC
Ministro da Educação participou de coletiva de imprensa neste domingo (12), quando foi dado balanço da aplicação
Ministro da Educação participou de coletiva de imprensa neste domingo (12), quando foi dado balanço da aplicação
Reprodução/NBR

Governo digital