Você está aqui: Página Inicial > Educação > 2013 > 11 > Lei proíbe itens coletivos nas listas de material escolar

Educação

Lei proíbe itens coletivos nas listas de material escolar

Produto

Entre materiais que não podem ser pedidos por escolas estão giz branco, cartolinas, algodão, copos descartáveis e papel higiênico
por Portal Brasil publicado: 27/11/2013 08h32 última modificação: 30/07/2014 00h22

A partir de agora, as instituições de ensino estão proibidas de pedir aos pais, nas listas de matérias escolares, produtos de uso coletivo como itens de escritório, de limpeza e materiais usados pela área administrativa. O Projeto de Lei 126/2011 foi sancionado nesta quarta-feira (27) pela presidenta Dilma Rousseff com o objetivo de evitar abusos nas listas de material escolares e já entrou em vigor. 

Pela  Lei nº 12.886 os pais não precisam mais fornecer às escolas, produtos como papel ofício em grandes quantidades, papel higiênico, algodão, álcool, flanela, fita adesiva, CDs, giz para quadro negro,  cartolina, estêncil, grampeador e grampos, papel para impressora, esponja para louça, talheres e copos descartáveis, dentre outros produtos que não sejam utilizados exclusivamente pelo aluno.

Fonte:
Diário Oficial da União
Agência Senado

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

MedioTec oferece cursos técnicos a alunos da rede pública
Programa recebe investimento de R$ 700 milhões. Valor realiza incentivos para 2017 e 2018
Audiência pública vai discutir Livro Didático 2019
Alguns dos temas debatidos serão mudanças no processo de aquisição do livro de didático e critérios de avaliação pedagógica
MEC atualiza regularização de educação a distância
Instituições de ensino superior a distância terão mais facilidade na oferta de vagas. MEC publicou portaria que regulamenta modalidade
Programa recebe investimento de R$ 700 milhões. Valor realiza incentivos para 2017 e 2018
MedioTec oferece cursos técnicos a alunos da rede pública
Alguns dos temas debatidos serão mudanças no processo de aquisição do livro de didático e critérios de avaliação pedagógica
Audiência pública vai discutir Livro Didático 2019
Instituições de ensino superior a distância terão mais facilidade na oferta de vagas. MEC publicou portaria que regulamenta modalidade
MEC atualiza regularização de educação a distância

Últimas imagens

Inscrições para 500 mil vagas gratuitas vão até 18 de agosto
Inscrições para 500 mil vagas gratuitas vão até 18 de agosto
Arquivo/Ministério da Educação
Professores devem passar por formação específica para atuar no setor
Professores devem passar por formação específica para atuar no setor
Arquivo/Gov. Paraná
Participante também deve responder ao Questionário do Estudante, quesito para estar regular no Exame
Participante também deve responder ao Questionário do Estudante, quesito para estar regular no Exame
Foto: Emília Silberstein/UnB
Documentos comprobatórios devem conter as informações solicitadas, ser legíveis e estar no formato PDF
Documentos comprobatórios devem conter as informações solicitadas, ser legíveis e estar no formato PDF
Arquivo/Governo de São Paulo
Os recursos serão aplicados no financiamento de programas, projetos e ações voltados para a educação básica
Os recursos serão aplicados no financiamento de programas, projetos e ações voltados para a educação básica
Foto: Andre Borges/Agência Brasília

Governo digital