Você está aqui: Página Inicial > Educação > 2013 > 12 > Programa para jovens e adultos prorroga prazo de adesão

Educação

Programa para jovens e adultos prorroga prazo de adesão

Livro Didático

Jovens e adultos, desde a alfabetização até o terceiro ano do ensino médio, receberão livros didáticos para o período 2013-2014
por Portal Brasil publicado: 19/12/2013 15h41 última modificação: 30/07/2014 00h23

O Ministério da Educação prorrogou para o dia 10 de janeiro o prazo de adesão ao Programa Nacional do Livro Didático para Jovens e Adultos (PNLD-EJA) referente ao período de 2013-2014. A adesão, sob a responsabilidade dos gestores das secretarias municipais de Educação, é requisito para a escolha dos livros didáticos de todas as séries da educação de jovens e adultos, das classes de alfabetização ao ensino médio.

Ao fazer a adesão, o gestor terá a senha específica, emitida pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), de acesso à escolha das obras. Os gestores municipais devem informar, no momento da adesão, o nome do responsável pela escolha das obras, CPF, documento de identidade, telefone de contato e endereço eletrônico. A senha que dará acesso à relação das obras inscritas pelas editoras e aprovadas pelo Ministério da Educação será informada à secretaria de Educação municipal por mensagem eletrônica.

No próximo ano, o FNDE, responsável pelo PNLD, distribuirá livros a todos os estudantes matriculados na educação de jovens e adultos. Em janeiro próximo, as secretarias terão acesso ao Guia do Livro Didático, que orienta a escolha das obras e coleções, com indicações e resenhas dos livros aprovados pelo MEC. Os livros do programa dirigido a jovens e adultos foram cadastrados por 20 editoras. O PNLD-EJA de 2013-2014 contempla também obras regionais das diversas áreas do conhecimento.

A adesão das secretarias de Educação ao programa do livro para jovens e adultos deve ser feita na página do PNLD.

Fonte: Ministério da Educação

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Estudantes têm acesso ao SisFies a partir desta segunda-feira (16)
Estudantes universitários que utilizam o Financiamento Estudantil (Fies) já podem acessar a página do programa, na internet, para fazer a renovação do contrato
Piso salarial de professores será R$ 2.298,80 em 2017
O ministro da Educação informou que o novo piso salarial dos professores terá um reajuste de 7,64% a partir de janeiro de 2017
Matrículas deixam a educação superior perto do ensino médio
O Censo da Educação Superior de 2015 revelou que o número de matrículas nessa etapa do ensino passa de 8 milhões
Estudantes universitários que utilizam o Financiamento Estudantil (Fies) já podem acessar a página do programa, na internet, para fazer a renovação do contrato
Estudantes têm acesso ao SisFies a partir desta segunda-feira (16)
O ministro da Educação informou que o novo piso salarial dos professores terá um reajuste de 7,64% a partir de janeiro de 2017
Piso salarial de professores será R$ 2.298,80 em 2017
O Censo da Educação Superior de 2015 revelou que o número de matrículas nessa etapa do ensino passa de 8 milhões
Matrículas deixam a educação superior perto do ensino médio

Últimas imagens

Objetivo é compartilhar experiências do ensino de inglês como segunda língua
Objetivo é compartilhar experiências do ensino de inglês como segunda língua
Assis Cavalcante/Prefeitura de Sorocaba (SP)
Questões técnicas que atrasaram a divulgação de algumas notas já foram solucionadas pelo Inep
Questões técnicas que atrasaram a divulgação de algumas notas já foram solucionadas pelo Inep
Divulgação/EBC
Todos os resultados do Enem 2016 já estão disponíveis para consulta
Todos os resultados do Enem 2016 já estão disponíveis para consulta
Arquivo/Agência Brasil
Consulta inclui, ainda, a possibilidade de o exame poder ser feito pelo estudante usando o computador
Consulta inclui, ainda, a possibilidade de o exame poder ser feito pelo estudante usando o computador
Marcelo Camargo/Agência Brasil
Número de vagas subiu 4,5% em relação a primeiro semestre de 2016, quando houve 228.071 oportunidades
Número de vagas subiu 4,5% em relação a primeiro semestre de 2016, quando houve 228.071 oportunidades
Foto: Emília Silberstein/UnB Agência

Governo digital