Você está aqui: Página Inicial > Educação > 2014 > 01 > Prouni divulga resultado da primeira chamada

Educação

Prouni divulga resultado da primeira chamada

Prouni

Aprovados terão até o dia 24 para comprovar as informações prestadas na ficha de inscrição do programa
por Portal Brasil publicado: 20/01/2014 09h26 última modificação: 30/07/2014 02h22
Divulgação/Marcello Casal Jr/ABr Quem não conseguir apresentar a documentação exigida ou perder o prazo de comprovação será reprovado

Quem não conseguir apresentar a documentação exigida ou perder o prazo de comprovação será reprovado

Os estudantes que se inscreveram no Programa Universidade Para Todos (Prouni) já podem conferir o resultado da primeira chamada pelo site do Ministério da Educação (MEC), pelo número 0800 616161 ou nas instituições participantes.

A presidenta Dilma Rousseff reforçou em sua conta no Twitter que o resultado da primeira chamada do Prouni já está disponível. Segundo a presidenta, nesta primeira edição de 2014 do programa, foi batido o recorde de inscritos: 1.259.285 candidatos. "O estudante pré-selecionado tem até sexta para providenciar a matrícula na instituição de ensino superior escolhida” destacou. O resultado da segunda chamada do Prouni será divulgado em 3 de fevereiro.

Se aprovado, o candidato deverá comparecer, até o dia 24 de janeiro, à instituição onde se candidatou com a documentação necessária para a comprovação das informações prestadas na ficha de inscrição. Quem não conseguir apresentar a documentação exigida ou perder o prazo será reprovado.

Aqueles que não tiverem o nome na lista de aprovados em primeira chamada terão oportunidade na segunda chamada, que será divulgada no dia 3 de fevereiro. Para eles, o prazo de comprovação das informações prestadas na ficha de inscrição será até 6 de fevereiro.

Os candidatos que não tiverem sido aprovados em nenhuma das duas chamadas poderão manifestar interesse em aguardar por uma vaga na lista de espera nos dias 13 e 14 de fevereiro. As bolsas remanescentes serão distribuídas para esses candidatos conforme as notas no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Caso seja chamado na lista de espera, o candidato terá os dias 19 e 20 de fevereiro para comparecer à instituição com a comprovação dos dados da ficha de inscrição.

A documentação necessária para a comprovação das informações está descrita no site do MEC e inclui documentos de identificação pessoal, como carteira de identidade e comprovante de reservista, comprovantes de rendimento e residência, comprovante de conclusão do ensino médio, de pagamento de pensão alimentícia e de deficiência, se for o caso. Professores deverão comprovar que exercem o magistério na educação básica e que são do quadro permanente de escola pública.

Podem se candidatar a uma bolsa integral ou parcial no Prouni os professores de ensino fundamental público que queiram cursar licenciatura, ex-estudantes de escola pública ou de escola particular que tenham utilizado bolsa integral e estudantes com deficiência. Eles precisam comprovar renda bruta familiar de até um salário mínimo e meio por pessoa, para quem quiser bolsa integral, e até três salários mínimos por pessoa em caso de disputa por bolsa parcial de 50%. É necessário ainda ter participado do Enem e ter alcançado nota mínima de 450 pontos, além de não ter tirado zero na prova de redação.

 

Fonte:
Agência Brasil

Com informações do Ministério da Educação

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

O portal da Base Nacional Comum
Secretário de Educação Básica do Ministério da Educação, Manuel Palácios explica como ocorrerá participação da sociedade.
A unificação curricular da Educação Básica
De acordo com Manuel Palácios, secretário de Educação Básica do Ministério da Educação, unificação curricular contribuir para modernização do ensino.
A educação básica brasileira
Para secretário de Educação Básica do Ministério da Educação, Manuel Palácios, há compromisso das instituições de ensino e da população do País com ideal democrático.
Secretário de Educação Básica do Ministério da Educação, Manuel Palácios explica como ocorrerá participação da sociedade.
O portal da Base Nacional Comum
De acordo com Manuel Palácios, secretário de Educação Básica do Ministério da Educação, unificação curricular contribuir para modernização do ensino.
A unificação curricular da Educação Básica
Para secretário de Educação Básica do Ministério da Educação, Manuel Palácios, há compromisso das instituições de ensino e da população do País com ideal democrático.
A educação básica brasileira

Últimas imagens

Serão selecionadas obras didáticas de todos os componentes curriculares dos anos iniciais do ensino fundamental (1º ao 5º ano)
Serão selecionadas obras didáticas de todos os componentes curriculares dos anos iniciais do ensino fundamental (1º ao 5º ano)
Tereza Sobreira/MEC
Foram criados 50 novos cursos de Medicina em 45 municípios, resultando em 5,3 mil novas vagas
Foram criados 50 novos cursos de Medicina em 45 municípios, resultando em 5,3 mil novas vagas
Geyson Magno/MEC
Projeto cria instalações móveis para solucionar problemas relativos ao combate à infecção de cólera no Haiti
Projeto cria instalações móveis para solucionar problemas relativos ao combate à infecção de cólera no Haiti
Divulgação/Planalto
Contribuições serão para adequar o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes) às novas diretrizes curriculares nacionais de medicina
Contribuições serão para adequar o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes) às novas diretrizes curriculares nacionais de medicina
Divulgação/Governo de Alagoas
Período para a escolha das obras será aberto no dia 28 próximo e se estenderá até 8 de setembro
Período para a escolha das obras será aberto no dia 28 próximo e se estenderá até 8 de setembro
Divulgação/Governo da BA

Governo digital