Você está aqui: Página Inicial > Educação > 2014 > 03 > Sisutec oferece 291 mil vagas em cursos técnicos

Educação

Sisutec oferece 291 mil vagas em cursos técnicos

Seleção unificada

Nesta edição, todos os estados brasileiros oferecem oportunidades de capacitação. Inscrições de 17 a 21 de março via internet
por Portal Brasil publicado: 13/03/2014 18h52 última modificação: 30/07/2014 02h20

A primeira edição de 2014 do Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica (Sisutec) ofertará 291.338 vagas em cursos técnicos subsequentes, para candidatos que já concluíram o ensino médio. Os cursos são gratuitos e têm início previsto para o período de 14 de abril a 12 de maio.

Na primeira edição do Sisutec, realizada no segundo semestre de 2013, foram ofertadas 239.792 vagas. O aumento de 51.546 vagas do ano passado para este ano representa um crescimento de 21%.

O ministro da Educação, Henrique Paim, apresentou os dados em coletiva à imprensa nesta quinta-feira (13), em Brasília. Segundo ele, a oferta de vagas desta edição do Sisutec é expressiva. Nesta edição, todos os estados brasileiros estão ofertando cursos. “O Sisutec se insere nessa estratégia de oferecer o máximo de oportunidades para o jovem brasileiro”, ressaltou o ministro. “O Sisutec estimula as instituições, principalmente as privadas, a ampliarem a oferta”, completou.

A página do Sisutec na internet já está disponível para consulta. As inscrições poderão ser feitas on-line, de 17 a 21 de março. As vagas para os cursos serão ocupadas, prioritariamente, por estudantes que tenham cursado o ensino médio completo em escolas da rede pública ou, se em instituições privadas, na condição de bolsista integral. O aluno também deverá ter se submetido à edição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) referente ao ano de 2013, e cumulativamente ter obtido nota acima de zero na prova de redação.

A divulgação dos resultados, em primeira chamada, está prevista para o dia 25 de março, e a segunda chamada para o dia 1º de abril. Após a realização das duas chamadas, todos aqueles que tenham concluído o ensino médio poderão se candidatar às vagas remanescentes.

A oferta de cursos do Sisutec é feita em instituições públicas e privadas. O Pronatec já ofertou mais de 6 milhões de matrículas, sendo 1,7 milhão em cursos técnicos e 4,3 milhões em cursos de qualificação profissional. 

Acesse a página do Sisutec.

Veja a apresentação do ministro.


Fonte:
Ministério da Educação 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

MEC vai investir R$ 340 milhões na capacitação de alfabetizadores
MEC investirá R$ 340,2 milhões na capacitação de 310 mil alfabetizadores de todo o Brasil no último trimestre deste ano.
Enem 2016 - Passo a Passo
Passo a passo do MEC para como fazer e se manter atualizado sobre o ENEM 2016
Enem 2016 - Libras
Explicação do passo a passo do Enem feito em libras - linguagem de sinais para surdos
MEC investirá R$ 340,2 milhões na capacitação de 310 mil alfabetizadores de todo o Brasil no último trimestre deste ano.
MEC vai investir R$ 340 milhões na capacitação de alfabetizadores
Passo a passo do MEC para como fazer e se manter atualizado sobre o ENEM 2016
Enem 2016 - Passo a Passo
Explicação do passo a passo do Enem feito em libras - linguagem de sinais para surdos
Enem 2016 - Libras

Últimas imagens

O Novo Ensino Médio vai ofertar formação técnica profissional, com aulas teóricas e práticas
O Novo Ensino Médio vai ofertar formação técnica profissional, com aulas teóricas e práticas
Divulgação/Sesisp
O BPC na Escola está presente em todos os Estados e no Distrito Federal
O BPC na Escola está presente em todos os Estados e no Distrito Federal
Isabelle Araújo/MEC
A Anasem tem caráter obrigatório para o estudante
A Anasem tem caráter obrigatório para o estudante
Divulgação/Ministério da Saúde
Em âmbito nacional, R$ 82 milhões foram distribuídos entre Senar, Senac e Senai
Em âmbito nacional, R$ 82 milhões foram distribuídos entre Senar, Senac e Senai
Divulgação/Senai
O salário-educação é uma das principais fontes de recursos para a manutenção e o desenvolvimento do ensino
O salário-educação é uma das principais fontes de recursos para a manutenção e o desenvolvimento do ensino
Divulgação/FNDE

Governo digital