Você está aqui: Página Inicial > Educação > 2014 > 03 > Universidade Aberta do Brasil inicia curso de Pedagogia

Educação

Universidade Aberta do Brasil inicia curso de Pedagogia

Ensino a distância

Serão ofertadas 490 vagas para o curso de Pedagogia promovido pela Universidade de Brasília. Neste mês, inicia-se o trabalho em mais três polos no Acre
por Portal Brasil publicado: 12/03/2014 15h34 última modificação: 30/07/2014 02h20

Em 7 de março teve início, na cidade de Cavalcante (GO), para 28 alunos, a primeira turma do curso de Pedagogia a distância via Universidade Aberta do Brasil (UAB). A cidade possui 32 escolas municipais, sendo que 28 estão localizadas na Zona Rural - que mantém uma população dispersa em 7 mil Km².

Com mais de 490 vagas ofertadas, o curso de Pedagogia promovido pela Universidade de Brasília (UnB) está presente em nove polos de apoio presencial da UAB. Neste mês, inicia-se o trabalho em mais três polos no Acre.

Filhos de Cavalcante

Faustina Pereira da Cunha, 19 anos, uma das alunas do primeiro curso de Pedagogia, disse que já estava tudo pronto para se mudar para Brasília para entrar no ensino superior quando foi informada que a UNB iria abrir a turma para o curso de Pedagogia. "Quando eu soube do curso, apostei tudo e estudei até passar no vestibular, diante de 90 concorrentes". Faustina conta que sempre quis ser professora na cidade. Agora não vê a hora de dar o melhor de si na educação de seus conterrâneos.

Colega de turma de Faustina, Alessandra Rosa dos Santos, 33 anos, já trabalha como professora de todas as disciplinas para uma turma do 5º ano do ensino fundamental da cidade. Ela conta que no munícipio há um número equilibrado de professores tanto com curso formação superior como sem, mas que sua expectativa, agora, é poder levar, em breve, uma nova metodologia para a sala de aula. "Sei da importância do domínio técnico. Diante das dificuldades dos alunos, o professor assume várias funções que vão desde pai, assistente social e amigo até psicólogo do aluno".

À frente do trabalho como tutora presencial da primeira turma de Pedagogia, Elidiane do Carmo, 24 anos, trilhou pelo mesmo caminho que Faustina e Alessandra. Ela se formou em 2013 na primeira turma de Pedagogia ofertada pela UnB em Alto Paraíso, distante 90 quilômetros de Cavalcante. Hoje, além de agente de saúde, ela atuará na orientação desta nova turma que chega à cidade. "Acabei me apaixonando pela educação".

Elidiane diz que a principal contribuição que o curso lhe deu, tanto profissionalmente quanto pessoalmente, foi uma diferente visão para a educação. "Vim do modelo tradicional onde imperava a figura autoritária do professor. O que ele escrevia no quadro, o aluno copiava e não questionava". Agora, a tutora presencial diz ver que há liberdade no fluxo das ideias na construção do conhecimento entre alunos e professor. "A interdisciplinaridade e o dinamismo lúdico fazem com que os conteúdos não fiquem maçantes e repetitivos. Hoje, na sala de aula, trabalho com o convencimento e a descontração".

Elidiane diz que sua maior motivação para assumir este cargo foi o esforço da sua tutora presencial em Alto Paraíso. "Foi ela quem estimulou todos a formar. Eu mesma pensei várias vezes em desistir", desabafa. Agora, se espelhando no trabalho da colega, Elidilane deseja contribuir da mesma forma para a turma que assumiu neste mês. "Como filha de Cavalcante, desejo trabalhar para o crescimento da minha cidade e para que a turma não desista do curso".

Solenidade

Durante solenidade, o secretário de educação, Rosemberg Batista Dias, não escondia a gratidão e satisfação com a chegada do ensino superior ao município. "Nossa tarefa é de melhoria do ensino básico e onde encontramos as maiores dificuldades". Ele comenta as dificuldades diárias de crianças que caminham longas distâncias para chegar até o transporte. "Com a chegada do polo de apoio presencial, agora tornou-se possível formar alunos em Pedagogia. Porque antes era inviável fazer os alunos irem até as metrópoles.

Rosemberg declarou total apoio e mobilização por parte da prefeitura para trazer novos cursos de extensão para a cidade. Agora, diz o secretário, a capacitação de professores graduados locais irá coincidir com a aposentadoria de seus colegas em atuação nas escolas. "Em cinco anos iremos abrir concurso público e esperamos contar que a turma pioneira de pedagogia da cidade passe no certame", encerrou.

Tecnologia que aproxima

Para prestigiar a abertura do polo, Carmenísia Jacobina Aires, diretora da Faculdade de Educação (FE/UnB), e Ruth Lopes, coordenadora do curso de pedagogia a distância, estiverem presentes na solenidade.

Carmenísia comentou aos presentes que as distâncias se encurtam com as tecnologias porque trazem a democratização e interiorização do ensino superior. Tocantinense, ela disse que teve que sair da sua cidade em busca da formação superior. Por isso ela pede às alunas muita disciplina e organização do tempo para conciliar sua vida pessoal com a dedicação necessária para concluir o curso. "O momento é de realização de uma conquista que não vai parar, ela deve continuar. O ensino a distância não é outra educação, é apenas uma das modalidades da educação."

Por fim, Carmenísia disse a turma pioneira para agarrar a esta oportunidade conquistada. "O curso não veio de mão beijada. A cidade demandou, a faculdade analisou e aceitamos o desafio", disse.

Colega de cadeira acadêmica da diretora da FE/UnB, Ruth Lopes não escondia a satisfação de estar na cidade e deu as boas vindas aos alunos e expressou o desejo de voltar em 2018 para ver a turma formada.

Ela ressaltou a importância dos alunos porque sem eles esse curso a distância não iria existir. E para a turma de calouros, a professora pediu para que aproveitassem o polo como um espaço de interação para trocar ideias e sugestões de leituras. "E, sobretudo, como um local da construção do saber de maneira coletiva".

UAB

Criada em 2005, o sistema Universidade Aberta do Brasil (UAB) é um sistema integrado por universidades públicas que oferece cursos de nível superior para camadas da população que têm dificuldade de acesso à formação universitária, por meio do uso da metodologia da educação a distância. O público em geral é atendido, mas os professores que atuam na educação básica têm prioridade de formação, seguidos dos dirigentes, gestores e trabalhadores em educação básica dos estados, municípios e do Distrito Federal. Hoje, o Sistema é coordenado pela Diretoria de Educação a Distância (DED) da Capes.

Pelo sistema UAB são ofertados os três primeiros mestrados no formato semipresencial do país: o Programa de Mestrado Profissional em Matemática em Rede Nacional (Profmat), criado em 2010; o Programa de Mestrado Profissional em Letras (Profletras) e o Programa de Mestrado Nacional Profissional em Ensino de Física – MNPEF (ProFis), lançados em 2013.

Fontes:
Universidade de Brasília
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Educação é ferramenta para enfrentar a intolerância religiosa, diz secretário
Secretário Nacional de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, Juvenal Araújo,cobrou o cumprimento da lei que determina ensinoda história e cultura afro-brasileira nas escolas
Cerca de 1,5 milhão de pessoas vão fazer Encceja
Provas serão aplicadas de manhã e de tarde em mais de 560 municípios
Inscrição e local de provas do Enem já podem ser verificados
Confira o calendário do Enem 2017. Inscrição e local da prova podem ser verificados no site do Exame
Secretário Nacional de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, Juvenal Araújo,cobrou o cumprimento da lei que determina ensinoda história e cultura afro-brasileira nas escolas
Educação é ferramenta para enfrentar a intolerância religiosa, diz secretário
Provas serão aplicadas de manhã e de tarde em mais de 560 municípios
Cerca de 1,5 milhão de pessoas vão fazer Encceja
Confira o calendário do Enem 2017. Inscrição e local da prova podem ser verificados no site do Exame
Inscrição e local de provas do Enem já podem ser verificados

Últimas imagens

Provas serão aplicadas em 12 e 13 de dezembro em todo o País, em mais de mil unidades prisionais de 577 municípios. Grau de dificuldade da prova é equivalente ao do Enem regular
Provas serão aplicadas em 12 e 13 de dezembro em todo o País, em mais de mil unidades prisionais de 577 municípios. Grau de dificuldade da prova é equivalente ao do Enem regular
Foto: André Nery/MEC
Provas serão aplicadas em 19 de novembro, para público geral; e em 19 e 20 de dezembro para pessoas privadas de liberdade
Provas serão aplicadas em 19 de novembro, para público geral; e em 19 e 20 de dezembro para pessoas privadas de liberdade
Foto: André Nery/MEC
Ministro da Educação participou de coletiva de imprensa neste domingo (12), quando foi dado balanço da aplicação
Ministro da Educação participou de coletiva de imprensa neste domingo (12), quando foi dado balanço da aplicação
Reprodução/NBR

Governo digital