Você está aqui: Página Inicial > Educação > 2014 > 08 > Programa leva a escolas conscientização sobre diabetes infantil

Educação

Programa leva a escolas conscientização sobre diabetes infantil

Educação e saúde

Projeto internacional 'Crianças e o Diabetes nas Escolas' envolverá 15 mil alunos de 15 escolas de São Paulo e do Ceará
por Portal Brasil publicado: 05/08/2014 16h18 última modificação: 05/08/2014 16h27

De acordo com a Federação Internacional do Diabetes, existem hoje 12 milhões de diabéticos no Brasil e 5 mil novos casos são diagnosticados por ano. Visando atender à demanda, foi lançado nesta terça-feira (5), em São Paulo, um programa voltado à conscientização do diabetes no ambiente escolar. 

Ao todo, 15 escolas públicas e privadas - 13 no estado de São Paulo e duas no Ceará, contabilizando 15 mil estudantes - participarão da fase inicial do projeto internacional Kids 'Crianças e o Diabetes nas Escolas'.

O programa é uma parceria entre a Associação de Jovens Diabéticos (ADJ Diabetes Brasil), a Federação Internacional do Diabetes e a empresa farmacêutica Sanofi, e conta com o apoio do Ministério da Saúde e da Sociedade Brasileira de Diabetes e de Pediatria.

Intervenção

O projeto conta com intervenções dentro do ambiente escolar. As crianças e adolescentes de 6 a 14 anos vão receber um kit lúdico explicativo, assistir a palestras, debates, entre outras ações.

Os professores também serão treinados para reconhecer e orientar melhor os alunos sobre a doença. Essa fase inicial ocorre até dezembro. Mais 42 instituições estão inscritas para participar da próxima etapa.

Panorama mundial

Estima-se que, dos pacientes diabéticos, as crianças respondam por 5% a 10%. A incidência do diabetes tipo 2 é mais comum em adultos e do tipo 1 é maior entre crianças e adolescentes.

David Chaney, representante da Federação Internacional de Diabetes, destaca que a doença já é uma epidemia global. Segundo ele, existem atualmente 382 milhões de diabéticos em todo o mundo. A previsão é que, até 2035, esse número suba para 596 milhões.

Aproximadamente 79 mil crianças são diagnosticas por ano em todo o mundo, informou David. Ele avalia que o público infantil sofre ainda mais com a ignorância em relação ao diabetes. “As crianças acabam sofrendo de estigma e isolamento, não participam das atividades [escolares]. Temos que prevenir essa discriminação, já que as crianças deveriam fazer todas as atividades”, disse ele.

Ação nas escolas

Walter Menicucci, presidente da Sociedade Brasileira de Diabetes, disse que o desconhecimento sobre o assunto ainda é grande. Muitos pais encontram dificuldades para matricular os filhos diabéticos nas escolas. 

Lisandra Paes, coordenadora pedagógica da Escola Municipal de Ensino Fundamental e Médio Derville Allegretti, que foi a primeira a implantar esse projeto piloto, conta que as ações foram satisfatórias na instituição. “O resultado para o aluno diabético é imenso, porque quando o professor sabe reconhecer que ele está com sintoma de hipoglicemia, por exemplo, pode ser socorrido”, finaliza.

Fonte:
Empresa Brasil de Comunicação 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Acordo de cooperação vai estender ações do Criança Feliz
Parceria entre o governo associação de universidades particulares vai estender ações Programa Criança Feliz à primeira infância
Mais de 1,5 milhão se inscrevem no Encceja
Encceja é oportunidade para jovens que querem concluir os estudos. Aprovados recebem certificado de conclusão do ensino fundamental e médio
MEC abre edital para o programa Idiomas Sem Fronteiras
Seleção será para aulas presenciais das línguas alemã, espanhola, francesa, italiana, japonesa e de português como língua estrangeira
Parceria entre o governo associação de universidades particulares vai estender ações Programa Criança Feliz à primeira infância
Acordo de cooperação vai estender ações do Criança Feliz
Encceja é oportunidade para jovens que querem concluir os estudos. Aprovados recebem certificado de conclusão do ensino fundamental e médio
Mais de 1,5 milhão se inscrevem no Encceja
Seleção será para aulas presenciais das línguas alemã, espanhola, francesa, italiana, japonesa e de português como língua estrangeira
MEC abre edital para o programa Idiomas Sem Fronteiras

Últimas imagens

Manter média de três horas de estudo por dia é suficiente para realizar uma boa prova
Manter média de três horas de estudo por dia é suficiente para realizar uma boa prova
Arquivo/Gov. Mato Grosso
Domínio sobre assuntos da atualidade é cobrado na redação e nas questões objetivas do Enem
Domínio sobre assuntos da atualidade é cobrado na redação e nas questões objetivas do Enem
Arquivo/Ministério da Educação
Microbiologia, Parasitologia e Imunologia concentraram cursos com maiores notas
Microbiologia, Parasitologia e Imunologia concentraram cursos com maiores notas
Cecília Bastos/USP Imagens
Os cursos serão on-line e ofertados pelos núcleos de línguas das universidades federais e estaduais participantes do programa
Os cursos serão on-line e ofertados pelos núcleos de línguas das universidades federais e estaduais participantes do programa
Arquivo/Agência Brasil
Mais de 1,5 milhão de pessoas farão as provas: 301 mil para Ensino Fundamental e 1,2 milhão para Ensino Médio
Mais de 1,5 milhão de pessoas farão as provas: 301 mil para Ensino Fundamental e 1,2 milhão para Ensino Médio
Foto: Mariana Leal/ MEC

Governo digital