Você está aqui: Página Inicial > Educação > 2016 > 01 > MEC libera R$ 81,5 milhões em recursos ao Pronatec

Educação

MEC libera R$ 81,5 milhões em recursos ao Pronatec

Profissionalização

Montante foi repassado para cursos ministrados por Senai, Senat e Senar; Programa terá 5 milhões de vagas até 2019
por Portal Brasil publicado: 08/01/2016 15h48 última modificação: 08/01/2016 15h48

A Secretaria de Educação Profissional do Ministério da Educação (MEC) realizou, nesta sexta-feira (8), um novo repasse de recursos para cursos do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec). Serão mais R$ 78 milhões para cursos administrados pelos sistemas patronais de aprendizagem da indústria (Senai), rural (Senar) e do transporte (Senat). Além da Secretaria de Ciência e Tecnologia do Mato Grosso (Secitec-MT), que receberá R$ 3 milhões

O Senai vai receber a maior fatia de recursos, com R$ 72,5 milhões, para cursos de educação profissional técnica de nível médio, de formação inicial e continuada ou qualificação profissional. Os recursos são referentes a cursos concluídos em 2015 ou em fase final de conclusão.

O repasse é parte do total previsto pelo MEC para o Pronatec em 2016, quando serão aplicados R$ 1,6 bilhão no programa. O ministério prevê a criação de 1,3 milhão de vagas em cursos profissionalizantes neste ano. O Pronatec abrirá 5 milhões de vagas até 2019.

Criado em 2011, o programa oferece cursos gratuitos de formação profissional em todos os Estados e no Distrito Federal. No final do ano, a presidenta Dilma Rousseff destacou a importância do Pronatec para o futuro da mão de obra qualificada no Brasil.

“Cada centavo que o governo federal investiu no programa Pronatec vale a pena e dá um imenso retorno ao nosso país, para todos os brasileiros e, sobretudo, eles nos orgulham, porque nós vemos que o que nós estamos fazendo é, justamente, construir hoje o futuro do Brasil”, afirmou Dilma.

Fonte: Portal Brasil, com informações MEC

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

registrado em: ,

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Fies terá 75 mil novas vagas no segundo semestre
Investimento total do Ministério da Educação será de R$ 450 milhões
Começam as inscrições para o ProUni neste ano
Edição 2016 do ProUni vai oferecer mais de 100 mil vagas. As inscrições começam na terça-feira (7) e podem ser feitas até dia 10 de junho
Universidades federais recebem mais de R$ 210 milhões em recursos
Governo autoriza liberação para 63 Universidades Federais e 41 Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia
Investimento total do Ministério da Educação será de R$ 450 milhões
Fies terá 75 mil novas vagas no segundo semestre
Edição 2016 do ProUni vai oferecer mais de 100 mil vagas. As inscrições começam na terça-feira (7) e podem ser feitas até dia 10 de junho
Começam as inscrições para o ProUni neste ano
Governo autoriza liberação para 63 Universidades Federais e 41 Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia
Universidades federais recebem mais de R$ 210 milhões em recursos

Últimas imagens

O presidente em exercício, Michel Temer, e o ministro da Educação, Mendonça Filho, durante ato de assinatura de autorização para criar mais de 75 mil bolsas do Fundo de Financiamento Estudantil
O presidente em exercício, Michel Temer, e o ministro da Educação, Mendonça Filho, durante ato de assinatura de autorização para criar mais de 75 mil bolsas do Fundo de Financiamento Estudantil
Foto: Marcos Corrêa/PR
Os benefícios previstos aos programas são mensalidade, seguro-saúde, auxílio deslocamento, auxílio instalação e adicional localidade, quando for o caso
Os benefícios previstos aos programas são mensalidade, seguro-saúde, auxílio deslocamento, auxílio instalação e adicional localidade, quando for o caso
Foto: UnB Agência
Repasse é uma das principais fontes de recursos para a manutenção e o desenvolvimento do ensino
Repasse é uma das principais fontes de recursos para a manutenção e o desenvolvimento do ensino
Foto: Geyson Magno/MEC
Fugir do tema, desrespeitar direitos humanos e escrever em uma tipologia diferente da solicitada estão entre os motivos para anulação da nota
Fugir do tema, desrespeitar direitos humanos e escrever em uma tipologia diferente da solicitada estão entre os motivos para anulação da nota
Wilson Dias/Agência Brasil
O prazo para as matrículas vai de 10 a 14 de junho.
O prazo para as matrículas vai de 10 a 14 de junho.
Arquivo/MEC

Governo digital