Você está aqui: Página Inicial > Educação > 2016 > 01 > MEC não distribuiu nas escolas livro de educação sexual citado em vídeo na internet

Educação

MEC não distribuiu nas escolas livro de educação sexual citado em vídeo na internet

Esclarecimento

"Aparelho Sexual e Cia", publicado pela Cia. das Letras, não integra programas de distribuição de materiais didáticos para escolas públicas
por Portal Brasil publicado: 13/01/2016 21h09 última modificação: 20/01/2016 14h58
Portal Brasil "Vídeo que apresenta obras como sendo do MEC, em nenhum momento, comprova a vinculação do Ministério aos materiais citados, justamente porque essa vinculação não existe", diz nota

"Vídeo que apresenta obras como sendo do MEC, em nenhum momento, comprova a vinculação do Ministério aos materiais citados, justamente porque essa vinculação não existe", diz nota

O Ministério da Educação (MEC) informa, em nota, que não produziu e nem adquiriu ou distribuiu o livro "Aparelho Sexual e Cia", que, segundo vídeo que circula em redes sociais, seria inadequado para crianças e jovens brasileiros. O MEC afirma ainda que não há qualquer vinculação entre o ministério e o livro, já que a obra tampouco consta nos programas de distribuição de materiais didáticos levados a cabo pela pasta.

O vídeo que circula nas redes sociais sustenta que o governo distribuiu e, assim, estaria “estimulando precocemente as crianças a se interessarem por sexo”.

O Ministério da Educação informa que o livro em questão é uma publicação da editora Cia das Letras e que a empresa responsável pelo título informa, em seu catálogo, que a obra já vendeu 1,5 milhão de exemplares em todo o mundo e foi publicada em 10 idiomas.

As informações equivocadas presentes no vídeo, inclusive, repetem questão que tinha sido esclarecida anos atrás. Em 2013, o Ministério da Educação já havia respondido oficialmente à imprensa que “a informação sobre a suposta recomendação é equivocada e que o livro não consta no Programa Nacional do Livro Didático/PNLD e no Programa Nacional Biblioteca da Escola/PNBE”. 

O ministério também disse que a revista Nova Escola, edição 279, de fevereiro de 2015, que traz a matéria “Educação sexual: Precisamos falar sobre Romeo…”, uma  reportagem sobre sexo, sexualidade e gênero, dirigida a professores, "não é uma publicação do MEC, e sim da Editora Abril".

"O vídeo que apresenta as obras como sendo do MEC, em nenhum momento, comprova a vinculação do Ministério aos materiais citados, justamente porque essa vinculação não existe", enfatiza a nota, divulgada, na noite desta quarta-feira (13), pelo ministério.

Fonte: MEC

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Pnad aponta que 99% dos filhos de pais alfabetizados também são alfabetizados
Levantamento apresenta os principais indicadores sobre mobilidade sócio-ocupacional
Cerca de 77% da população apoia reforma do ensino médio
De acordo com pesquisa, proposta de ampliação das escolas de tempo integral é aprovada por 85% dos brasileiros
Pronunciamento do ministro da Educação, Mendonça Filho
Ministro destacou que governo federal tomou todas as providências para que tudo saia conforme o planejado
Levantamento apresenta os principais indicadores sobre mobilidade sócio-ocupacional
Pnad aponta que 99% dos filhos de pais alfabetizados também são alfabetizados
De acordo com pesquisa, proposta de ampliação das escolas de tempo integral é aprovada por 85% dos brasileiros
Cerca de 77% da população apoia reforma do ensino médio
Ministro destacou que governo federal tomou todas as providências para que tudo saia conforme o planejado
Pronunciamento do ministro da Educação, Mendonça Filho

Últimas imagens

As provas foram aplicadas em 418 locais em 165 municípios
As provas foram aplicadas em 418 locais em 165 municípios
Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil
Para atuar como médico no Brasil, o profissional formado em instituições estrangeiras precisa revalidar o diploma
Para atuar como médico no Brasil, o profissional formado em instituições estrangeiras precisa revalidar o diploma
Divulgação/Governo de São Paulo
Os portões nos locais de provas serão abertos às 12h e fechados às 13h (horário oficial de Brasília)
Os portões nos locais de provas serão abertos às 12h e fechados às 13h (horário oficial de Brasília)
Marcos Santos/USP Imagens
As provas terão 6.757 atendimentos específicos e 2.928 atendimentos especializados
As provas terão 6.757 atendimentos específicos e 2.928 atendimentos especializados
Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil
Manifestantes roubaram extintores de incêndio, cadeiras, bancos e computadores
Manifestantes roubaram extintores de incêndio, cadeiras, bancos e computadores
Foto: Ministério da Educação

Governo digital