Você está aqui: Página Inicial > Educação > 2016 > 01 > Nota de matemática é destaque no Enem 2015; confira resultado

Educação

Nota de matemática é destaque no Enem 2015; confira resultado

Notas

Para ter acesso às notas, basta ao participante informar o CPF e a senha cadastrada no ato da inscrição
por Portal Brasil publicado: 09/01/2016 10h20 última modificação: 21/01/2016 16h26

Os resultados individuais de desempenho do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2015 estão disponíveis para consulta onlinePara ter acesso às notas, basta ao participante informar o CPF e a senha cadastrada no ato da inscrição.

O desempenho em matemática foi o destaque. A nota máxima chegou a 1.008,3, a maior já registrada na história do exame — na edição anterior, o máximo ficou em 973,6. Para o ministério da Educação, a tendência de aumento no desempenho em matemática reflete a melhor qualificação dos participantes nesta área. O desempenho mínimo foi de 280,2.

A prova de ciências da natureza registrou a nota máxima de 875,2 e a mínima de 334,3. Em ciências humanas, o desempenho máximo chegou a 850,6; o mínimo, a 314,3. A prova de linguagens e códigos teve como nota mais alta 825,8; a mais baixa, 302,6.

Autoavaliação

Conforme estabelecido no edital do Enem de 2015, os resultados para fins exclusivos de autoavaliação de conhecimentos do participante menor de 18 anos — no primeiro dia de realização do exame —, que concluirá o ensino médio após 2015, serão divulgados em março.

As provas objetivas do Enem são corrigidas com base na teoria de resposta ao item (TRI), diferente da teoria clássica, pela qual o número de acertos corresponde à média final. A TRI qualifica o item de acordo com os parâmetros:

  • Poder de discriminação, que é a capacidade de um item distinguir os participantes que têm a proficiência requisitada daqueles quem não a têm.
  • Grau de dificuldade.
  • Possibilidade de acerto ao acaso. Ou seja, de chute.

Como a TRI pressupõe que um candidato com um certo nível de proficiência tende a acertar os itens de nível de dificuldade menor e errar aqueles com nível de dificuldade maior, o padrão de respostas do participante é levado em consideração no cálculo do desempenho.

Como a TRI não tem um limite, inferior ou superior, padrão entre as áreas de conhecimento, as notas dos participantes não variam entre zero e mil. Elas podem ultrapassar os mil pontos.

 

Fonte:

Ministério da Educação

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Base Nacional Comum Curricular alinha o Brasil aos melhores sistema educacionais do mundo
Com a mudança, o país se alinha aos melhores sistemas educacionais do mundo
Base Nacional Comum Curricular é homologada
Presidente Michel Temer homologou a Base Nacional Comum Curricular. Documento é considerado um avanço por especialistas em educação
Presidente Michel Temer sanciona lei do novo FIES
Uma das novidades é que recursos dos fundos constitucionais e de desenvolvimento vão ser destinados para os financiamentos estudantis
Com a mudança, o país se alinha aos melhores sistemas educacionais do mundo
Base Nacional Comum Curricular alinha o Brasil aos melhores sistema educacionais do mundo
Presidente Michel Temer homologou a Base Nacional Comum Curricular. Documento é considerado um avanço por especialistas em educação
Base Nacional Comum Curricular é homologada
Uma das novidades é que recursos dos fundos constitucionais e de desenvolvimento vão ser destinados para os financiamentos estudantis
Presidente Michel Temer sanciona lei do novo FIES

Últimas imagens

Mudanças no programa beneficiam quem mais precisa e garantem recursos para manter o financiamento estudantil
Mudanças no programa beneficiam quem mais precisa e garantem recursos para manter o financiamento estudantil
Arquivo/Agência Brasil
Encceja PPL
Arquivo/Agência Brasil
Provas serão aplicadas em 12 e 13 de dezembro em todo o País, em mais de mil unidades prisionais de 577 municípios. Grau de dificuldade da prova é equivalente ao do Enem regular
Provas serão aplicadas em 12 e 13 de dezembro em todo o País, em mais de mil unidades prisionais de 577 municípios. Grau de dificuldade da prova é equivalente ao do Enem regular
Foto: André Nery/MEC
Provas serão aplicadas em 19 de novembro, para público geral; e em 19 e 20 de dezembro para pessoas privadas de liberdade
Provas serão aplicadas em 19 de novembro, para público geral; e em 19 e 20 de dezembro para pessoas privadas de liberdade
Foto: André Nery/MEC
Ministro da Educação participou de coletiva de imprensa neste domingo (12), quando foi dado balanço da aplicação
Ministro da Educação participou de coletiva de imprensa neste domingo (12), quando foi dado balanço da aplicação
Reprodução/NBR

Governo digital