Você está aqui: Página Inicial > Educação > 2016 > 02 > Novas escolas no RS recebem R$ 4,1 mi de investimento federal

Educação

Novas escolas no RS recebem R$ 4,1 mi de investimento federal

Investimentos

As três novas escolas de Rio Grande, no litoral sul gaúcho, têm capacidade para atender 720 alunos entre zero e cinco anos de idade
por Portal Brasil publicado: 22/02/2016 16h44 última modificação: 02/03/2016 15h49
Foto: Governo do ES Juntas, as três instituições receberam investimento de quase R$ 7 milhões, sendo R$ 4,1 milhões do governo federal

Juntas, as três instituições receberam investimento de quase R$ 7 milhões, sendo R$ 4,1 milhões do governo federal

A Escola Municipal de Ensino Infantil Professora Débora Thomé Sayão, em Rio Grande, litoral sul do Rio Grande do Sul, foi inaugurada nesta segunda-feira (22), fruto de parceria entre o município e o governo federal. A unidade recebeu investimento de R$ 2,1 milhões, sendo R$ 1,3 milhão do governo federal por meio do Fundo Nacional do Desenvolvimento da Educação (FNDE).

Outras duas escolas de educação infantil inauguradas em Rio Grande nesta segunda-feira  Professora Verenice Ferreira Gonçalves e Professora Nilza Alves Gonçalves  também contaram com recursos federais. Juntas, as três instituições receberam investimento de quase R$ 7 milhões, sendo R$ 4,1 milhões do governo federal.

"Essas escolas integram um conjunto de 11 que estão sendo construídas em Rio Grande, o que demonstra o grande empenho do governo federal, em parceria com o município, em oferecer espaços de educação de qualidade", afirmou o ministro do Trabalho e Previdência Social, Miguel Rossetto.

Segundo a Secretaria de Educação do município, as escolas têm capacidade para atender 720 alunos entre zero e cinco anos de idade. Desse total, já foram disponibilizadas 600 vagas, que contribuíram para zerar a demanda por vagas na educação infantil para crianças de quatro e cinco anos no município.

O prefeito de Rio Grande, Alexandre Lindenmeyer, aponta que essas parcerias vão além da educação infantil. “Com a entrega dessas escolas mais as previstas na área do Ensino Fundamental e a ampliação da Universidade Federal de Rio Grande, o governo federal demonstra uma preocupação com todos os níveis da educação.”

Fonte: Ministério do Trabalho e Previdência Social

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Pnad aponta que 99% dos filhos de pais alfabetizados também são alfabetizados
Levantamento apresenta os principais indicadores sobre mobilidade sócio-ocupacional
Cerca de 77% da população apoia reforma do ensino médio
De acordo com pesquisa, proposta de ampliação das escolas de tempo integral é aprovada por 85% dos brasileiros
Pronunciamento do ministro da Educação, Mendonça Filho
Ministro destacou que governo federal tomou todas as providências para que tudo saia conforme o planejado
Levantamento apresenta os principais indicadores sobre mobilidade sócio-ocupacional
Pnad aponta que 99% dos filhos de pais alfabetizados também são alfabetizados
De acordo com pesquisa, proposta de ampliação das escolas de tempo integral é aprovada por 85% dos brasileiros
Cerca de 77% da população apoia reforma do ensino médio
Ministro destacou que governo federal tomou todas as providências para que tudo saia conforme o planejado
Pronunciamento do ministro da Educação, Mendonça Filho

Últimas imagens

A abstenção final nas duas aplicações ficou em 30,4%, o que gerou custo de R$ 236 milhões
A abstenção final nas duas aplicações ficou em 30,4%, o que gerou custo de R$ 236 milhões
Divulgação/MEC
Cerca de 277 mil candidatos fizeram as provas. Gabarito oficial é divulgado na quarta-feira (7)
Cerca de 277 mil candidatos fizeram as provas. Gabarito oficial é divulgado na quarta-feira (7)
Divulgação/MEC
O Inep investiu R$ 10,5 milhões na segunda aplicação do Enem 2016
O Inep investiu R$ 10,5 milhões na segunda aplicação do Enem 2016
Divulgação/MEC
As provas foram aplicadas em 418 locais em 165 municípios
As provas foram aplicadas em 418 locais em 165 municípios
Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil
Para atuar como médico no Brasil, o profissional formado em instituições estrangeiras precisa revalidar o diploma
Para atuar como médico no Brasil, o profissional formado em instituições estrangeiras precisa revalidar o diploma
Divulgação/Governo de São Paulo

Governo digital