Você está aqui: Página Inicial > Educação > 2016 > 06 > MEC libera R$ 114 milhões para instituições de ensino técnico ligadas ao Pronatec

Educação

MEC libera R$ 114 milhões para instituições de ensino técnico ligadas ao Pronatec

Profissionalização

Investimento será aplicado na expansão da Rede Federal de Educação Profissional e na continuidade do Bolsa-Formação
por Portal Brasil publicado: 28/06/2016 19h24 última modificação: 29/06/2016 10h51

O Ministério da Educação liberou o repasse de R$ 114 milhões para instituições de educação profissional do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), nesta terça-feira (28).

O montante é destinado à manutenção do programa Bolsa-Formação, expansão da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica e Rede e-Tec Brasil, de ensino a distância.

Do total liberado, R$ 28 milhões serão destinados a redes públicas de educação profissional e tecnológica. Entidades do Sistema S receberão R$ 50 milhões. Outras 449 instituições particulares participantes do Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica (Sisutec), ficarão com R$ 36 milhões. O Sisutec oferece vagas gratuitas em cursos técnicos a candidatos que fizeram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

Investimentos

Os recursos da Bolsa-Formação correspondem ao custeio, por estudante, de todas as despesas relacionadas ao curso, incluída assistência estudantil. Nas instituições particulares, o valor refere-se ao pagamento de bolsa de estudo, na forma de mensalidades. O programa garante vagas em cursos de qualificação profissional de 13 áreas de formação pelo Pronatec. 

Os valores aplicados na Rede e-Tec Brasil atendem a cursos de educação profissional a distância e os da expansão da Rede Federal, a melhorias e investimentos em 11 instituições oferecidos pelo MEC.

O Pronatec registra 2,6 milhões de matrículas em curso — 1,3 milhão pelo Sistema S, 1,02 milhão no sistema público (federal e estadual) e 320 mil na rede particular.

Fonte: Portal Brasil, com informações do Ministério da Educação


Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Base Nacional Comum Curricular alinha o Brasil aos melhores sistema educacionais do mundo
Com a mudança, o país se alinha aos melhores sistemas educacionais do mundo
Base Nacional Comum Curricular é homologada
Presidente Michel Temer homologou a Base Nacional Comum Curricular. Documento é considerado um avanço por especialistas em educação
Presidente Michel Temer sanciona lei do novo FIES
Uma das novidades é que recursos dos fundos constitucionais e de desenvolvimento vão ser destinados para os financiamentos estudantis
Com a mudança, o país se alinha aos melhores sistemas educacionais do mundo
Base Nacional Comum Curricular alinha o Brasil aos melhores sistema educacionais do mundo
Presidente Michel Temer homologou a Base Nacional Comum Curricular. Documento é considerado um avanço por especialistas em educação
Base Nacional Comum Curricular é homologada
Uma das novidades é que recursos dos fundos constitucionais e de desenvolvimento vão ser destinados para os financiamentos estudantis
Presidente Michel Temer sanciona lei do novo FIES

Últimas imagens

Mudanças no programa beneficiam quem mais precisa e garantem recursos para manter o financiamento estudantil
Mudanças no programa beneficiam quem mais precisa e garantem recursos para manter o financiamento estudantil
Arquivo/Agência Brasil
Encceja PPL
Arquivo/Agência Brasil
Provas serão aplicadas em 12 e 13 de dezembro em todo o País, em mais de mil unidades prisionais de 577 municípios. Grau de dificuldade da prova é equivalente ao do Enem regular
Provas serão aplicadas em 12 e 13 de dezembro em todo o País, em mais de mil unidades prisionais de 577 municípios. Grau de dificuldade da prova é equivalente ao do Enem regular
Foto: André Nery/MEC
Provas serão aplicadas em 19 de novembro, para público geral; e em 19 e 20 de dezembro para pessoas privadas de liberdade
Provas serão aplicadas em 19 de novembro, para público geral; e em 19 e 20 de dezembro para pessoas privadas de liberdade
Foto: André Nery/MEC
Ministro da Educação participou de coletiva de imprensa neste domingo (12), quando foi dado balanço da aplicação
Ministro da Educação participou de coletiva de imprensa neste domingo (12), quando foi dado balanço da aplicação
Reprodução/NBR

Governo digital