Você está aqui: Página Inicial > Educação > 2016 > 08 > Capes recebe R$ 298 milhões para pagamento de bolsas

Educação

Capes recebe R$ 298 milhões para pagamento de bolsas

Pesquisa

Serão beneficiados 89,4 mil bolsistas de mestrado, doutorado, pós-doutorado, iniciação científica, entre outras modalidades
por Portal Brasil publicado: 03/08/2016 19h47 última modificação: 04/08/2016 16h16

O Ministério da Educação liberou, nesta quarta-feira (3), R$ 298,1 milhões para a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). Os valores serão aplicados no pagamento de bolsas concedidas para estudo no País e no exterior.

“A maior parte dos recursos, R$ 176 milhões, será destinada a ações relacionadas a bolsas de estudo em vigência no Brasil”, explicou o ministro Mendonça Filho. 

Serão beneficiados 89,4 mil bolsistas nas modalidades: mestrado, doutorado, pós-doutorado, professor visitante sênior, iniciação científica, supervisão; além de professores, coordenadores pedagógicos e coordenadores-gerais do programa Idiomas sem Fronteiras.

O valor de R$ 21 milhões será destinado ao custeio de 150 programas de pós-graduação apoiados por meio do Programa de Excelência Acadêmica (Proex) e dos programas de pós-graduação em 70 instituições de ensino superior apoiados pelo Programa de Apoio à Pós-graduação (Proap).

Além disso, R$ 6,6 milhões serão destinados ao programa Ciência sem Fronteiras, beneficiando 620 bolsistas com pagamento de bolsas e taxas acadêmicas.

Já programas tradicionais de cooperação internacional da Capes receberão R$ 1,4 milhão para pagamento de 599 bolsas e taxas acadêmicas. Na educação a distância, o MEC repassará R$ 24,5 milhões para o pagamento de 17 mil bolsistas da Universidade Aberta do Brasil (UAB), além de beneficiar outros 160 mil estudantes de 56 instituições federais e estaduais de ensino superior.

Educação básica

O MEC também repassará R$ 48,1 milhões para educação básica. Os recursos são destinados ao pagamento de 73 mil bolsas do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (Pibid), 6 mil do Plano Nacional de Formação de Professores da Educação Básica (Parfor) e 1,1 mil bolsas do Programa Observatório da Educação (Obeduc).

Os demais R$ 20,5 milhões serão aplicados em diversos programas e ações voltados para o acesso à informação científica e tecnológica; fomento às ações de graduação, pós-graduação, ensino, pesquisa e extensão; avaliação da pós-graduação, entre outros.

Fonte: Portal Brasil, com informações do MEC

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Redação do Enem leva candidatos a estudar técnicas e temas
A menos de um mês para o exame, candidatos a investem em técnicas para escrever um bom texto e na busca sobre os possíveis temas do exame
Frequência dos alunos do Bolsa Família foi a segunda melhor registrada
O acompanhamento da saúde dos beneficiários já chega a mais de 8 milhões de famílias
Aumenta número de estudantes na modalidade de ensino superior a distância
Quase 1,5 milhão de matrículas foram realizadas no ensino superior a distância em 2017, um aumento de praticamente 8% em comparação com o ano passado
A menos de um mês para o exame, candidatos a investem em técnicas para escrever um bom texto e na busca sobre os possíveis temas do exame
Redação do Enem leva candidatos a estudar técnicas e temas
O acompanhamento da saúde dos beneficiários já chega a mais de 8 milhões de famílias
Frequência dos alunos do Bolsa Família foi a segunda melhor registrada
Quase 1,5 milhão de matrículas foram realizadas no ensino superior a distância em 2017, um aumento de praticamente 8% em comparação com o ano passado
Aumenta número de estudantes na modalidade de ensino superior a distância

Últimas imagens

Iniciativa, segundo o ministro da Educação, Mendonça Filho, tem objetivo de aperfeiçoar a formação dos profissionais
Iniciativa, segundo o ministro da Educação, Mendonça Filho, tem objetivo de aperfeiçoar a formação dos profissionais
Foto: Tony Winston/Agência Brasília
Entidades certificadas são obrigadas a oferecer bolsas de estudo
Entidades certificadas são obrigadas a oferecer bolsas de estudo
Divulgação/Governo do Amazonas
Construções vão beneficiar 2,6 mil crianças em sete bairros da capital
Construções vão beneficiar 2,6 mil crianças em sete bairros da capital
João Bittar/MEC
A partir deste ano, Enem não poderá ser usado para certificar o ensino médio
A partir deste ano, Enem não poderá ser usado para certificar o ensino médio
Cecília Bastos/USP Imagens

Governo digital