Você está aqui: Página Inicial > Educação > 2016 > 11 > Ministro da Educação debate novo ensino médio no Congresso

Educação

Ministro da Educação debate novo ensino médio no Congresso

Reforma

Mendonça Filho ouviu e respondeu ao questionamento de deputados e senadores sobre a proposta
publicado: 29/11/2016 11h06 última modificação: 29/11/2016 11h08
Divulgação/Agência Brasil Ponto mais comentado durante a audiência foi a necessidade de ampliação do ensino em tempo integral

Ponto mais comentado durante a audiência foi a necessidade de ampliação do ensino em tempo integral

O ministro da Educação, Mendonça Filho, reiterou, na tarde desta segunda-feira (28), que está aberto ao debate sobre da Medida Provisória nº 746, que trata da reformulação do ensino médio no País.

Durante audiência pública no Senado Federal, o ministro ouviu o questionamento de deputados e senadores sobre a proposta de reforma do ensino médio. Os pontos mais comentados foram a necessidade de ampliação do ensino em tempo integral, os baixos resultados dos alunos nas avaliações nacionais e a demora em realizar mudanças no ensino médio, demanda discutida há quase 20 anos.

“Em todo esse tempo, a cada vez que saía o resultado do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), os governantes propunham imediatamente mudanças no ensino médio, mas nunca ninguém fez nada”, destacou o deputado Thiago Peixoto (PSD/GO), que parabenizou o ministro por fazer a temática evoluir.

A Medida Provisória deve ser votada pelo Congresso Nacional até março de 2017.

Fonte: Portal Brasil, com informações do Ministério da Educação 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Educação é ferramenta para enfrentar a intolerância religiosa, diz secretário
Secretário Nacional de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, Juvenal Araújo,cobrou o cumprimento da lei que determina ensinoda história e cultura afro-brasileira nas escolas
Cerca de 1,5 milhão de pessoas vão fazer Encceja
Provas serão aplicadas de manhã e de tarde em mais de 560 municípios
Inscrição e local de provas do Enem já podem ser verificados
Confira o calendário do Enem 2017. Inscrição e local da prova podem ser verificados no site do Exame
Secretário Nacional de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, Juvenal Araújo,cobrou o cumprimento da lei que determina ensinoda história e cultura afro-brasileira nas escolas
Educação é ferramenta para enfrentar a intolerância religiosa, diz secretário
Provas serão aplicadas de manhã e de tarde em mais de 560 municípios
Cerca de 1,5 milhão de pessoas vão fazer Encceja
Confira o calendário do Enem 2017. Inscrição e local da prova podem ser verificados no site do Exame
Inscrição e local de provas do Enem já podem ser verificados

Últimas imagens

Provas serão aplicadas em 12 e 13 de dezembro em todo o País, em mais de mil unidades prisionais de 577 municípios. Grau de dificuldade da prova é equivalente ao do Enem regular
Provas serão aplicadas em 12 e 13 de dezembro em todo o País, em mais de mil unidades prisionais de 577 municípios. Grau de dificuldade da prova é equivalente ao do Enem regular
Foto: André Nery/MEC
Provas serão aplicadas em 19 de novembro, para público geral; e em 19 e 20 de dezembro para pessoas privadas de liberdade
Provas serão aplicadas em 19 de novembro, para público geral; e em 19 e 20 de dezembro para pessoas privadas de liberdade
Foto: André Nery/MEC
Ministro da Educação participou de coletiva de imprensa neste domingo (12), quando foi dado balanço da aplicação
Ministro da Educação participou de coletiva de imprensa neste domingo (12), quando foi dado balanço da aplicação
Reprodução/NBR

Governo digital