Você está aqui: Página Inicial > Educação > 2017 > 04 > Confira o espelho de correção das redações do Enem 2016

Educação

Confira o espelho de correção das redações do Enem 2016

Ensino médio

Recurso permite que candidato saiba como se saiu em cada uma das cinco competências avaliadas pelos corretores
por Portal Brasil publicado: 11/04/2017 16h10 última modificação: 11/04/2017 16h28
Divulgação/MEC Dois corretores independentes avaliam as redações e atribuem nota de até 200 pontos a cada competência

Dois corretores independentes avaliam as redações e atribuem nota de até 200 pontos a cada competência

O espelho de correção as redações do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2016 já está disponível para consulta na página do participante.

Para ter acesso ao material, os candidatos devem entrar na página, inserir número do CPF e senha. Com o espelho, ele consegue saber como se saiu em cada uma das cinco competências, além de comparar o desempenho com o dos demais. Não é possível, porém, entrar com recurso.

O processo de vista pedagógica das redações começou em 2012. Além da nota, é apresentada também a descrição do nível que o participante alcançou em cada competência. São indicadas as características das redações alinhadas aos critérios de correção.

As redações do Enem são avaliadas por dois corretores independentes, que atribuem uma nota de zero a 200 pontos a cada competência. Uma terceira correção é feita em caso de discrepância maior do que 100 pontos na soma total das competências ou maior do que 80 pontos em uma ou mais competências. Persistindo a discrepância, o texto é encaminhado a uma banca especial que, formada por três membros, atribui a nota final.

Avaliação

O desempenho é avaliado de acordo com os seguintes critérios: domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa; compreensão da proposta de redação e aplicação de conceitos das várias ciências para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo em prosa; capacidade de selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista; conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação; e, por último, elaboração da proposta de intervenção para o problema abordado, em respeito aos direitos humanos.

Em 2016, em função das invasões de alguns locais de prova, o Enem teve uma edição regular, uma edição extra para os afetados pelas manifestações e o Enem para Pessoas Privadas de Liberdade (Enem PPL). O tema da redação do primeiro exame foi Caminhos para combater a intolerância religiosa no Brasil e o do segundo, Caminhos para combater o racismo no Brasil.

Fonte: Portal Brasil, com informações do MEC

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Educação é ferramenta para enfrentar a intolerância religiosa, diz secretário
Secretário Nacional de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, Juvenal Araújo,cobrou o cumprimento da lei que determina ensinoda história e cultura afro-brasileira nas escolas
Cerca de 1,5 milhão de pessoas vão fazer Encceja
Provas serão aplicadas de manhã e de tarde em mais de 560 municípios
Inscrição e local de provas do Enem já podem ser verificados
Confira o calendário do Enem 2017. Inscrição e local da prova podem ser verificados no site do Exame
Secretário Nacional de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, Juvenal Araújo,cobrou o cumprimento da lei que determina ensinoda história e cultura afro-brasileira nas escolas
Educação é ferramenta para enfrentar a intolerância religiosa, diz secretário
Provas serão aplicadas de manhã e de tarde em mais de 560 municípios
Cerca de 1,5 milhão de pessoas vão fazer Encceja
Confira o calendário do Enem 2017. Inscrição e local da prova podem ser verificados no site do Exame
Inscrição e local de provas do Enem já podem ser verificados

Últimas imagens

Provas serão aplicadas em 12 e 13 de dezembro em todo o País, em mais de mil unidades prisionais de 577 municípios. Grau de dificuldade da prova é equivalente ao do Enem regular
Provas serão aplicadas em 12 e 13 de dezembro em todo o País, em mais de mil unidades prisionais de 577 municípios. Grau de dificuldade da prova é equivalente ao do Enem regular
Foto: André Nery/MEC
Provas serão aplicadas em 19 de novembro, para público geral; e em 19 e 20 de dezembro para pessoas privadas de liberdade
Provas serão aplicadas em 19 de novembro, para público geral; e em 19 e 20 de dezembro para pessoas privadas de liberdade
Foto: André Nery/MEC
Ministro da Educação participou de coletiva de imprensa neste domingo (12), quando foi dado balanço da aplicação
Ministro da Educação participou de coletiva de imprensa neste domingo (12), quando foi dado balanço da aplicação
Reprodução/NBR

Governo digital