Você está aqui: Página Inicial > Educação > 2017 > 06 > Brasil sugere unificação dos métodos de avaliação em educação no Mercosul

Educação

Brasil sugere unificação dos métodos de avaliação em educação no Mercosul

Internacional

País assumiu a presidência do setor dentro do bloco comercial. Reunião contou com representantes de Bolívia, Paraguai, Uruguai, Colômbia, Equador e Argentina
por Portal Brasil publicado: 17/06/2017 14h11 última modificação: 19/06/2017 16h25
Foto: Pedro Ventura/Agência Brasília Em reunião do bloco, ministro da educação defendeu critérios de avaliação do Inep, ligado ao ministério

Em reunião do bloco, ministro da educação defendeu critérios de avaliação do Inep, ligado ao ministério

Após assumir a presidência do Setor de Educação no Mercosul, posto rotativo e que será ocupado até o fim do ano, o Brasil sugeriu a unificação dos sistemas de avaliação da educação básica pelos países do bloco.

O ministro da Educação, Mendonça Filho, defendeu que os outros países se espelhem nos métodos brasileiros e nos critérios de avaliação desenvolvidos pelo Instituto Nacional de Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), ligado ao ministério.

Mendonça Filho participou da reunião de ministros da educação do bloco. Também estavam presentes os representantes de Bolívia, Paraguai, Uruguai, Colômbia, Equador e Argentina.

"O Inep tem grande expertise na avaliação da educação em termos de qualidade, com critérios que são cada vez mais consagrados internacionalmente e que, por certo, pode ser um espaço de intercâmbio de relacionamento na região", afirmou.  

Fonte: Portal Brasil, com informações da Agência Brasil

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Base Nacional Comum Curricular alinha o Brasil aos melhores sistema educacionais do mundo
Com a mudança, o país se alinha aos melhores sistemas educacionais do mundo
Base Nacional Comum Curricular é homologada
Presidente Michel Temer homologou a Base Nacional Comum Curricular. Documento é considerado um avanço por especialistas em educação
Presidente Michel Temer sanciona lei do novo FIES
Uma das novidades é que recursos dos fundos constitucionais e de desenvolvimento vão ser destinados para os financiamentos estudantis
Com a mudança, o país se alinha aos melhores sistemas educacionais do mundo
Base Nacional Comum Curricular alinha o Brasil aos melhores sistema educacionais do mundo
Presidente Michel Temer homologou a Base Nacional Comum Curricular. Documento é considerado um avanço por especialistas em educação
Base Nacional Comum Curricular é homologada
Uma das novidades é que recursos dos fundos constitucionais e de desenvolvimento vão ser destinados para os financiamentos estudantis
Presidente Michel Temer sanciona lei do novo FIES

Últimas imagens

Mudanças no programa beneficiam quem mais precisa e garantem recursos para manter o financiamento estudantil
Mudanças no programa beneficiam quem mais precisa e garantem recursos para manter o financiamento estudantil
Arquivo/Agência Brasil
Encceja PPL
Arquivo/Agência Brasil
Provas serão aplicadas em 12 e 13 de dezembro em todo o País, em mais de mil unidades prisionais de 577 municípios. Grau de dificuldade da prova é equivalente ao do Enem regular
Provas serão aplicadas em 12 e 13 de dezembro em todo o País, em mais de mil unidades prisionais de 577 municípios. Grau de dificuldade da prova é equivalente ao do Enem regular
Foto: André Nery/MEC
Provas serão aplicadas em 19 de novembro, para público geral; e em 19 e 20 de dezembro para pessoas privadas de liberdade
Provas serão aplicadas em 19 de novembro, para público geral; e em 19 e 20 de dezembro para pessoas privadas de liberdade
Foto: André Nery/MEC
Ministro da Educação participou de coletiva de imprensa neste domingo (12), quando foi dado balanço da aplicação
Ministro da Educação participou de coletiva de imprensa neste domingo (12), quando foi dado balanço da aplicação
Reprodução/NBR

Governo digital