Você está aqui: Página Inicial > Educação > 2017 > 06 > Candidatos podem se inscrever no Prouni até esta sexta-feira (9)

Educação

Candidatos podem se inscrever no Prouni até esta sexta-feira (9)

Ensino superior

Para o segundo semestre deste ano, são oferecidas 147,5 mil bolsas. Mais de 307 mil candidatos já se inscreveram para seleção
por Portal Brasil publicado: 09/06/2017 14h38 última modificação: 09/06/2017 14h48
Foto: Toninho Tavares/Agência Brasília O ProUni é dirigido a alunos egressos da rede pública ou bolsistas integrais da rede particular

O ProUni é dirigido a alunos egressos da rede pública ou bolsistas integrais da rede particular

As inscrições para o Programa Universidade para Todos (Prouni) terminam às 23h59 (horário de Brasília) desta sexta-feira (9). A segunda edição de 2017 do programa oferece 147,4 mil bolsas de estudo – 67.603 integrais e 79.889 parciais – em mais de mil instituições privadas de ensino superior em todo o País.

Até as 13h desta quinta-feira (8), o Ministério da Educação registrou o acesso de 307,6 mil estudantes no endereço eletrônico do programa e um total 593,6 mil de inscrições, já que é possível a opção por dois cursos entre os 27,2 mil disponíveis.

O Prouni é dirigido especialmente a alunos egressos da rede pública (ou particular, na condição de bolsistas integrais). Para isso, é preciso ter obtido o mínimo de 450 pontos na média de notas e nota maior que zero na redação no último Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

Os resultados com a lista dos pré-selecionados estarão disponíveis na página do Prouni na internet. A primeira chamada será feita na próxima segunda-feira (12), e a segunda, no dia 26 de junho.

Fonte: Portal Brasil, com informações do Ministério da Educação

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Base Nacional Comum Curricular alinha o Brasil aos melhores sistema educacionais do mundo
Com a mudança, o país se alinha aos melhores sistemas educacionais do mundo
Base Nacional Comum Curricular é homologada
Presidente Michel Temer homologou a Base Nacional Comum Curricular. Documento é considerado um avanço por especialistas em educação
Presidente Michel Temer sanciona lei do novo FIES
Uma das novidades é que recursos dos fundos constitucionais e de desenvolvimento vão ser destinados para os financiamentos estudantis
Com a mudança, o país se alinha aos melhores sistemas educacionais do mundo
Base Nacional Comum Curricular alinha o Brasil aos melhores sistema educacionais do mundo
Presidente Michel Temer homologou a Base Nacional Comum Curricular. Documento é considerado um avanço por especialistas em educação
Base Nacional Comum Curricular é homologada
Uma das novidades é que recursos dos fundos constitucionais e de desenvolvimento vão ser destinados para os financiamentos estudantis
Presidente Michel Temer sanciona lei do novo FIES

Últimas imagens

Mudanças no programa beneficiam quem mais precisa e garantem recursos para manter o financiamento estudantil
Mudanças no programa beneficiam quem mais precisa e garantem recursos para manter o financiamento estudantil
Arquivo/Agência Brasil
Encceja PPL
Arquivo/Agência Brasil
Provas serão aplicadas em 12 e 13 de dezembro em todo o País, em mais de mil unidades prisionais de 577 municípios. Grau de dificuldade da prova é equivalente ao do Enem regular
Provas serão aplicadas em 12 e 13 de dezembro em todo o País, em mais de mil unidades prisionais de 577 municípios. Grau de dificuldade da prova é equivalente ao do Enem regular
Foto: André Nery/MEC
Provas serão aplicadas em 19 de novembro, para público geral; e em 19 e 20 de dezembro para pessoas privadas de liberdade
Provas serão aplicadas em 19 de novembro, para público geral; e em 19 e 20 de dezembro para pessoas privadas de liberdade
Foto: André Nery/MEC
Ministro da Educação participou de coletiva de imprensa neste domingo (12), quando foi dado balanço da aplicação
Ministro da Educação participou de coletiva de imprensa neste domingo (12), quando foi dado balanço da aplicação
Reprodução/NBR

Governo digital