Você está aqui: Página Inicial > Esporte > 2009 > 10 > Conheça a Lei de Incentivo ao Esporte

Esporte

Conheça a Lei de Incentivo ao Esporte

Incentivo

Sancionada em dezembro de 2006, a Lei estimula pessoas e empresas a patrocinar e fazer doações para projetos esportivos em troca de incentivos fiscais.
por Portal Brasil publicado: 31/10/2009 17h06 última modificação: 27/06/2014 19h05
Wander Roberto/COB Lei permite doação e patrocínio de programas esportivos

Lei permite doação e patrocínio de programas esportivos

Sancionada em dezembro de 2006, a Lei de Incentivo ao Esporte é um importante instrumento para o setor. Ela estimula pessoas e empresas a patrocinar e fazer doações para projetos esportivos e paradesportivos, em troca de incentivos fiscais.

Para pessoa física, o desconto pode chegar a 6% no valor do Imposto de Renda devido. Caberá ao contribuinte decidir se quer usá-lo em sua totalidade no incentivo ao esporte. Já para pessoa jurídica tributada com base no lucro real -- multinacionais, conglomerados dos setores bancário, industrial, de transporte aéreo e empresas de telecomunicações--, o desconto é de até 1% sobre o imposto devido.

Os interessados em participar devem apresentar os projetos à comissão técnica do programa, composta por representantes do Ministério do Esporte e Conselho Nacional do Esporte. Os documentos e informações que devem ser encaminhados ao Ministério do Esporte na apresentação do projeto desportivo são:

- pedido de avaliação do projeto dirigido à Comissão Técnica, com a indicação da manifestação desportiva
- descrição do projeto contendo justificativa, objetivos, cronograma de execução física e financeira, estratégias de ação, metas qualitativas e quantitativas e plano de aplicação dos recursos
- orçamento analítico e comprovação de que os preços orçados são compatíveis com os praticados no mercado ou enquadrados nos parâmetros estabelecidos pelo Ministério do Esporte

Para mais informações, leia a cartilha sobre a Lei de Incentivo ao Esporte

Fonte:
Ministério do Esporte

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Caio Sena conta como se prepara para Olimpíadas no Brasil
Conheça a história de Caio Sena. Aos 24 anos, o atleta de marcha atlética qualificado para as Olimpíadas Rio 2016, vive o sonho de disputar os jogos no Brasil.
Jogos Paralímpicos | Shirlene Coelho
A jogadora paralímpica de lançamento de dardos, discos e arremesso de peso, Shirlene Coelho, comenta a importância do esporte em sua vida
Olimpíadas 2016 podem impulsionar viagens para todo o País
Além da capital fluminense, várias cidades brasileiras também recebam turistas
Conheça a história de Caio Sena. Aos 24 anos, o atleta de marcha atlética qualificado para as Olimpíadas Rio 2016, vive o sonho de disputar os jogos no Brasil.
Caio Sena conta como se prepara para Olimpíadas no Brasil
A jogadora paralímpica de lançamento de dardos, discos e arremesso de peso, Shirlene Coelho, comenta a importância do esporte em sua vida
Jogos Paralímpicos | Shirlene Coelho
Além da capital fluminense, várias cidades brasileiras também recebam turistas
Olimpíadas 2016 podem impulsionar viagens para todo o País

Últimas imagens

Trio completou o percurso em 55min31s12, atrás apenas do time alemão
Trio completou o percurso em 55min31s12, atrás apenas do time alemão
Divulgação/Ministério do Esporte
Fernando Aranha é um dos atletas brasileiros que formaram a primeira delegação em Jogos Paralímpicos de Inverno, em Sochi-2014
Fernando Aranha é um dos atletas brasileiros que formaram a primeira delegação em Jogos Paralímpicos de Inverno, em Sochi-2014
Divulgação/Brasil 2016
São esperados de 1.150 atletas de etnias nacionais e 1.100 indígenas de outros países
São esperados de 1.150 atletas de etnias nacionais e 1.100 indígenas de outros países
Divulgação/Governo da Bahia
Ana Marcela Cunha no pódio em Kazan
Ana Marcela Cunha no pódio em Kazan
Foto: Satiro Sodré
As duas duplas são contempladas pelo programa Bolsa Pódio, do governo federal
As duas duplas são contempladas pelo programa Bolsa Pódio, do governo federal
Foto: FIVB/Brasil 2016

Governo digital