Você está aqui: Página Inicial > Esporte > 2012 > 04 > BNDES patrocina Pan-Americano de Canoagem de Velocidade 2012

Esporte

BNDES patrocina Pan-Americano de Canoagem de Velocidade 2012

por Portal Brasil publicado: 18/04/2012 19h15 última modificação: 28/07/2014 17h00

Vai começar nesta sexta-feira (20) o Campeonato Pan-Americano de Canoagem de Velocidade 2012. A competição será disputada até o próximo domingo (22), na Lagoa Rodrigo de Freitas, zona sul do Rio de Janeiro. O evento será patrocinado pelo Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES)

As provas são preparatórias para os Jogos Olímpicos de Londres. Deverão participar 175 atletas, incluindo 31 adolescentes e 14 portadores de necessidades especiais, representando 12 países do continente americano. 

O Campeonato é promovido pela Academia Brasileira de Canoagem (Abracan), com apoio da Confederação Brasileira de Canoagem (CBCa), dentre outros. Ao todo, serão disputadas 44 provas, com embarcações caiaque e canoa. As distâncias a serem percorridas serão de 200, 500 e 1.000 metros.

A abertura da competição será nesta nesta sexta-feira (20) às 11h, e contará com a presença do presidente do BNDES, Luciano Coutinho. Na ocasião, ele prestará homenagem aos atletas brasileiros que já estão classificados para as Olimpíadas de Londres e aos campeões mundiais das modalidades juniores e paracanoagem, que são brasileiros. A cerimônia faz parte das comemorações pelos 60 anos do BNDES, celebrados em 2012.

O banco iniciou sua atuação como patrocinador oficial da canoagem brasileira no ano passado, quando contratou operação de patrocínio de R$ 2 milhões para manutenção da equipe permanente de canoagem de slalom em Foz do Iguaçu, sob responsabilidade da Federação Paranaense de Canoagem (Fepacan).

O projeto busca elevar o nível competitivo dos 16 atletas , por meio de treinamento intensivo e concentrado, em espaço cedido pela Itaipu Binacional. Para tanto, os recursos do BNDES viabilizam infraestrutura de hospedagem, transporte, preparação física, assistência à saúde, auxílio-viagem e auxílio-educação.

Conheça a Lei de Incentivo ao Esporte, que estimula empresas a patrocinar projetos esportivos 

Fonte:
BNDES

 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Governo promove inclusão social pelo esporte
Secretaria Nacional de Esporte, Educação, Lazer e Inclusão Social (Snelis) determina as diretrizes de programas
Lei de Incentivo ao Esporte completa dez anos
Regra viabilizou investimento de R$ 1,87 bilhão em projetos de lazer, educação e esporte de alto rendimento
Parque Olímpico da Barra é legado dos Jogos Olímpicos
Espaço de 1,18 milhões de metros quadrados conta com velódromo, estádio aquático e centro de tênis
Secretaria Nacional de Esporte, Educação, Lazer e Inclusão Social (Snelis) determina as diretrizes de programas
Governo promove inclusão social pelo esporte
Regra viabilizou investimento de R$ 1,87 bilhão em projetos de lazer, educação e esporte de alto rendimento
Lei de Incentivo ao Esporte completa dez anos
Espaço de 1,18 milhões de metros quadrados conta com velódromo, estádio aquático e centro de tênis
Parque Olímpico da Barra é legado dos Jogos Olímpicos

Últimas imagens

Etiene ficou 0s01 à frente da atleta chinesa Yuanhui Fu
Etiene ficou 0s01 à frente da atleta chinesa Yuanhui Fu
Satiro Sodré/CBDA
Cerca de 100 jogadores já foram submetidos em dias sem jogos
Cerca de 100 jogadores já foram submetidos em dias sem jogos
Roberto Castro/Ministério do Esporte
Nas semifinais dos 50m costas, Etiene Medeiros bateu o recorde das Américas e o melhor tempo para a final
Nas semifinais dos 50m costas, Etiene Medeiros bateu o recorde das Américas e o melhor tempo para a final
Divulgação/CBDA
Atleta esteve desde 2008 na elite da natação, mas ainda não tinha alcançado o pódio mundial
Atleta esteve desde 2008 na elite da natação, mas ainda não tinha alcançado o pódio mundial
Divulgação/CBDA
Dos brasileiros, 24 foram finalistas em pelo menos uma prova. Rodrigo Parreira ganhou dois bronzes nos 200m
Dos brasileiros, 24 foram finalistas em pelo menos uma prova. Rodrigo Parreira ganhou dois bronzes nos 200m
Fotos: Daniel Zappe/CPB

Governo digital