Você está aqui: Página Inicial > Esporte > 2013 > 04 > Arena Fonte Nova é inaugurada nesta sexta-feira (5) em Salvador (BA)

Esporte

Arena Fonte Nova é inaugurada nesta sexta-feira (5) em Salvador (BA)

por Portal Brasil publicado: 05/04/2013 11h23 última modificação: 30/07/2014 00h09
Exibir carrossel de imagens Divulgação/Portal da Copa Arena fonte Nova - Infográfico

Arena fonte Nova - Infográfico

Salvador é a terceira cidade-sede dos jogos da Copa a ter o estádio inaugurado, depois de Fortaleza (Arena Castelão) e de Belo Horizonte (Estádio Mineirão)

 

A Arena Fonte Nova foi inaugurada na manhã desta sexta-feira (5), em Salvador (BA). O estádio sediará jogos da Copa das Confederações 2013, em junho, e também da Copa do Mundo, em 2014. As obras começaram em junho de 2010 e incluíram a demolição do antigo estádio, reconstrução da arena e construção de edifício garagem. 

Salvador é a terceira cidade-sede a ter o estádio inaugurado, depois de Fortaleza (Arena Castelão) e de Belo Horizonte (Estádio Mineirão). 

O estádio, que custou R$ 591,7 milhões, tem capacidade para 55 mil torcedores, com 5 mil assentos móveis, 70 camarotes, restaurante panorâmico e 2,5 mil vagas de estacionamento. 

Do total de investimentos, R$ 323,6 milhões foram financiados pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômica e Social (BNDES) e R$ 268,1 milhões são recursos estaduais. A gestão do estádio será feita, nos próximos 35 anos, pelas empresas OAS e Odebrecht, que fizeram a obra.

A presidenta Dilma Rousseff, o ministro do Esporte, Aldo Rebelo, o governador da Bahia, Jaques Wagner, e o prefeito de Salvador, Antônio Carlos Magalhães Neto participaram da inauguração, que começou às 10h da manhã. 

 

Jogos

O primeiro jogo inaugural na Arena Fonte acontece no próximo domingo (7), num clássico entre os dois principais times de Salvador, Bahia e Vitória, válido pelo Campeonato Baiano, a partir das 16h. Antes do jogo, haverá uma programação cultural com direito a apresentações de Ivete Sangalo e Cláudia Leitte. 

Em 28 de abril, a segunda edição do clássico no Estadual será o evento-teste oficial da arena antes da Copa das Confederações. Nessa ocasião, profissionais do Comitê Organizador Local (COL) acompanharão detalhes da operação. Para controlar a arena são necessárias cerca de 1.800 pessoas.

 A Arena Fonte Nova receberá seis jogos da Copa do Mundo de 2014 e três da Copa das Confederações. Em 20 de junho, a Nigéria e o Uruguai se enfrentam pelo grupo B e, em 22 de junho, a Seleção Brasileira joga contra a Itália, pelo grupo A. Em 30 de junho, último dia da competição, o estádio recebe a disputa do terceiro lugar.



Características

Batizado de Octávio Mangabeira, nome do governador baiano que idealizou a construção, o estádio foi inaugurado pela primeira vez em 1951 e ficou mais conhecido como Fonte Nova. Apesar de implodido em 29 de agosto de 2010, o projeto original foi mantido, inclusive, com a chamada “abertura da ferradura”. A parte sul da Fonte Nova mede 42 metros de altura e conta com um vão aberto, voltado para o 

Dique do Tororó, único manancial natural da cidade, tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional.

Entre as diversas etapas do projeto, mais de 10 mil pessoas estiveram envolvidas desde a implosão da antiga estrutura, edificação do novo equipamento até chegar à atual fase de preparação para a operação. Foram mais de dois anos e meio de obras, que chegaram a ter 4.500 trabalhadores simultâneos. 

A Fonte Nova está posicionada em um terreno de 116 mil m² e tem uma área construída de 90 mil m². O edifício tem dez níveis e três anéis de arquibancadas (inferior, intermediária e superior). São quatro pavimentos de garagem, outro com vestiários, zona mista e salas para coletivas de imprensa, um nível para circulação geral, um para lounge premium, um para camarotes, além de um patamar para lounge de imprensa e outro para as cabines de TV.

A arquibancada ficou mais próxima do campo e está com inclinação maior em relação ao antigo estádio, garantindo visibilidade total do gramado. Camarotes, lounges VIP’s, assentos acolchoados, restaurantes, telões e estacionamento coberto são algumas outras novidades.

Os usuários da arena ainda terão dois telões, atrás de cada gol, com 100 m² (dimensões de 12,2m x 8,2m), 578 polegadas, em alta resolução. Com uma inclinação de 15º para o campo, os telões são visíveis em todos os setores. Um sistema de som será usado para transmitir com nitidez as informações e dados de voz aos torcedores.

Haverá 40 quiosques, para alimentos, espalhados pela arena. Cozinhas satélites darão apoio aos lounges VIP e aos 70 camarotes, que contarão com serviços especiais. Os locais são climatizados, mobiliados, decorados e com sanitários privativos. A cada quatro assentos nessa área, há uma vaga reservada de estacionamento. A Fonte Nova conta no total com 2.450 vagas de estacionamento, sendo duas mil cobertas.

O estádio foi projetado com redução do consumo de materiais e energia em todo o processo de construção. A reutilização de 100% do concreto e aço do antigo estádio,o reaproveitamento da água da chuva, a utilização de energia solar estão entre as iniciativas de sustentabilidade ambiental do novo estádio.

 

 

Fonte:
Ministério do Esporte 
Portal da Copa
Com informações da Agência Brasil 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Mais de 180 atletas receberão a Bolsa Pódio
Ministério do Esporte anuncia primeira lista de beneficiados. Subsídios variam de R$ 5 mil a R$ 15 mil
Daniel Dias fala sobre importância do Bolsa Atleta
Daniel Dias, maior atleta paralímpico do Brasil, fala sobre sua carreira e a importância do Programa Bolsa Atleta para a sua sua trajetória no esporte
Comitê Paralímpico faz homenagem a atletas
Após a melhor campanha em quantidade de medalhas da história da delegação brasileira, os atletas da delegação nacional receberam uma homenagem do Comitê Paralímpico Brasileiro
Ministério do Esporte anuncia primeira lista de beneficiados. Subsídios variam de R$ 5 mil a R$ 15 mil
Mais de 180 atletas receberão a Bolsa Pódio
Daniel Dias, maior atleta paralímpico do Brasil, fala sobre sua carreira e a importância do Programa Bolsa Atleta para a sua sua trajetória no esporte
Daniel Dias fala sobre importância do Bolsa Atleta
Após a melhor campanha em quantidade de medalhas da história da delegação brasileira, os atletas da delegação nacional receberam uma homenagem do Comitê Paralímpico Brasileiro
Comitê Paralímpico faz homenagem a atletas

Últimas imagens

Manutenção da bolsa foi uma das prioridades do Ministério da Educação
Manutenção da bolsa foi uma das prioridades do Ministério da Educação
Francisco Medeiros/Ministério da Educação
Serão concedidas bolsas entre R$ 5 mil e R$ 15 mil para atletas de 17 modalidades olímpicas e paralímpicas
Serão concedidas bolsas entre R$ 5 mil e R$ 15 mil para atletas de 17 modalidades olímpicas e paralímpicas
Foto: Gabriel Heusi/ brasil2016.gov.br
Atletas dos principais clubes do Brasil foram escolhidas pela comissão técnica da seleção brasileira
Atletas dos principais clubes do Brasil foram escolhidas pela comissão técnica da seleção brasileira
Foto: Rafael Bello/COB
É o primeiro ouro em etapas internacionais da dupla Ágatha e Duda, que já tinha uma prata
É o primeiro ouro em etapas internacionais da dupla Ágatha e Duda, que já tinha uma prata
Marco Antônio Teixeira/CBV
Número 7 do mundo, Érika Miranda (de azul) chegou ao quarto título de Grand Slam
Número 7 do mundo, Érika Miranda (de azul) chegou ao quarto título de Grand Slam
Foto: Gabriela Sabau/IJF

Governo digital