Você está aqui: Página Inicial > Esporte > 2013 > 12 > Manaus recebe delegações de cinco países que jogarão na cidade

Esporte

Manaus recebe delegações de cinco países que jogarão na cidade

Visita

Comissões técnicas da Itália, Croácia, Estados Unidos, Inglaterra e Portugal estiveram na Arena da Amazônia
por Portal Brasil publicado: 10/12/2013 18h35 última modificação: 30/07/2014 00h12
Igor Menezes/ UGP Copa Itália, Croácia, Estados Unidos, Inglaterra e Portugal estiveram na Arena da Amazônia

Itália, Croácia, Estados Unidos, Inglaterra e Portugal estiveram na Arena da Amazônia

Delegações de cinco países, que jogarão em Manaus durante a Copa do Mundo de 2014, visitaram a cidade. As visitas começaram no último sábado (7) e se estenderam até esta segunda-feira (9). As comissões técnicas da Itália, Croácia, Estados Unidos, Inglaterra e Portugal estiveram nos dois Centros Oficiais de Treinamento (COTs), na Arena da Amazônia e em hotéis da cidade.

Segundo o coordenador da UGP COPA, Miguel Capobiango Neto, as visitas tem o objetivo de fazer com que representantes das delegações, formadas por dois a cinco integrantes, tenham um primeiro contato com as estruturas que usarão durante a Copa, inclusive os hotéis. “Nós tivemos um retorno muito positivo das delegações tanto nas visitas à arena quanto aos centros de treinamento. Eles verificaram o andamento das obras e saíram satisfeitos com o que viram”, afirmou o coordenador.

Nesta segunda-feira, as comitivas dos Estados Unidos, Inglaterra e Portugal visitaram a Arena da Amazônia. As delegações inglesa e norte-americana foram ainda ao COT Ismael Benigno (Colina). Os integrantes quiseram conhecer, principalmente, as áreas dos vestiários e o campo.

A delegação da Croácia visitou a arena no domingo e os integrantes da comitiva italiana visitaram, no sábado, a arena e as obras do Campo Oficial de Treinamento Carlos Zamith (Coroado). As delegações das outras três seleções que vão jogar em Manaus durante o Mundial (Camarões, Honduras e Suíça) deverão realizar as visitas em janeiro de 2014.

Fonte:
Portal da Copa 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Caio Sena conta como se prepara para Olimpíadas no Brasil
Conheça a história de Caio Sena. Aos 24 anos, o atleta de marcha atlética qualificado para as Olimpíadas Rio 2016, vive o sonho de disputar os jogos no Brasil.
Jogos Paralímpicos | Shirlene Coelho
A jogadora paralímpica de lançamento de dardos, discos e arremesso de peso, Shirlene Coelho, comenta a importância do esporte em sua vida
Olimpíadas 2016 podem impulsionar viagens para todo o País
Além da capital fluminense, várias cidades brasileiras também recebam turistas
Conheça a história de Caio Sena. Aos 24 anos, o atleta de marcha atlética qualificado para as Olimpíadas Rio 2016, vive o sonho de disputar os jogos no Brasil.
Caio Sena conta como se prepara para Olimpíadas no Brasil
A jogadora paralímpica de lançamento de dardos, discos e arremesso de peso, Shirlene Coelho, comenta a importância do esporte em sua vida
Jogos Paralímpicos | Shirlene Coelho
Além da capital fluminense, várias cidades brasileiras também recebam turistas
Olimpíadas 2016 podem impulsionar viagens para todo o País

Últimas imagens

Bach estará no Rio de Janeiro no dia 5 de agosto, para as celebrações do marco de um ano para o início dos Jogos
Bach estará no Rio de Janeiro no dia 5 de agosto, para as celebrações do marco de um ano para o início dos Jogos
Divulgação/Brasil 2016
Trio completou o percurso em 55min31s12, atrás apenas do time alemão
Trio completou o percurso em 55min31s12, atrás apenas do time alemão
Divulgação/Ministério do Esporte
Fernando Aranha é um dos atletas brasileiros que formaram a primeira delegação em Jogos Paralímpicos de Inverno, em Sochi-2014
Fernando Aranha é um dos atletas brasileiros que formaram a primeira delegação em Jogos Paralímpicos de Inverno, em Sochi-2014
Divulgação/Brasil 2016
São esperados de 1.150 atletas de etnias nacionais e 1.100 indígenas de outros países
São esperados de 1.150 atletas de etnias nacionais e 1.100 indígenas de outros países
Divulgação/Governo da Bahia
Ana Marcela Cunha no pódio em Kazan
Ana Marcela Cunha no pódio em Kazan
Foto: Satiro Sodré

Governo digital