Você está aqui: Página Inicial > Esporte > 2014 > 01 > Brasil terá recorde de atletas nas Olimpíadas de Inverno 2014

Esporte

Brasil terá recorde de atletas nas Olimpíadas de Inverno 2014

Sochi

Delegação brasileira tem 12 atletas garantidos nos Jogos e ainda pode conquistar mais vagas
por Portal Brasil publicado: 23/01/2014 11h35 última modificação: 30/07/2014 02h52
© 2010 / Kishimoto/IOC Na última edição dos Jogos de Inverno, em Vancouver 2010, o Brasil participou com cinco atletas

Na última edição dos Jogos de Inverno, em Vancouver 2010, o Brasil participou com cinco atletas

 O Brasil disputará os Jogos Olímpicos de Inverno Sochi 2014, a partir do dia 7 de fevereiro, com um número recorde de atletas em sua delegação. Até o momento, o Brasil tem 12 vagas garantidas nos Jogos: quatro no bobsled masculino, duas no bobsled feminino, uma na patinação artística, duas no esqui alpino, duas no esqui cross country e uma no snowboard.

Esse número pode aumentar, já que o Brasil ainda têm chances de conquistar duas vagas no esqui aéreo. Jaqueline Mourão, já classificada para o esqui cross country, também pode conquistar uma vaga no biatlo.

A maior delegação brasileira em Jogos de Inverno até hoje disputou Salt Lake 2002 com dez atletas em quatro modalidades (esqui alpino, esqui cross country, bobsled e luge).

Na última edição dos Jogos Olímpicos de Inverno, em Vancouver 2010, o Brasil participou com cinco atletas em três modalidades (esqui alpino, esqui cross country e snowboard). A primeira participação brasileira em Jogos de Inverno foi em Albertville, em 1992.

Até o momento, as vagas brasileiras nos esportes no gelo são para a patinadora Isadora Williams, responsável pela estreia olímpica do Brasil na modalidade. Da mesma forma, Fabiana dos Santos e Sally Mayara colocaram o Brasil pela primeira vez na competição feminina de bobsled. Após oito anos ausente – desde Turim 2006 – o Brasil volta a ter uma equipe masculina de bobsled, com Edson Bindilatti, Edson Martins, Fábio Gonçalves e Odirlei Pessoni.  Tanto no bobsled feminino quanto no masculino, o Brasil tem direito a utilizar um atleta reserva, em caso de contusão com um dos titulares.

Nos esportes na neve, Isabel Clark, no snowboard cross, Leandro Ribela e Jaqueline Mourão, no esqui cross country, Jhonatan Longhi e Maya Harrisson, no esqui alpino, também estão garantidos. Jaqueline também pode conseguir vaga no biatlo, enquanto Lais Souza e Josi Santos são candidatas no esqui aéreo. Essas classificações, que dependem ainda da confirmação das vagas olímpicas, também seriam as primeiras da história para o Brasil em Jogos Olímpicos. Este processo será definido até o dia 24.

"Estamos entusiasmados com a preparação para Sochi 2014", declarou Stefano Arnhold, chefe da Missão Brasileira e presidente da Confederação Brasileira de Desportos na Neve (CBDN). "São concretas as chances de Jaqueline, no biatlo, e Lais e Josi, no esqui aéreo. Vamos para a nossa melhor edição dos Jogos Olímpicos de Inverno de todos os tempos!”, completou o presidente.

Fonte:
Ministério do Esporte

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Daniel Dias fala sobre importância do Bolsa Atleta
Daniel Dias, maior atleta paralímpico do Brasil, fala sobre sua carreira e a importância do Programa Bolsa Atleta para a sua sua trajetória no esporte
Representantes da Rio 2016 fazem balanço da Paralimpíada
Representantes do Governo Federal, da Rio 2016 e do Comitê Paralímpico Internacional comentam os resultados do País ao sediar os Jogos Paralímpicos Rio 2016
Comitê Paralímpico faz homenagem a atletas
Após a melhor campanha em quantidade de medalhas da história da delegação brasileira, os atletas da delegação nacional receberam uma homenagem do Comitê Paralímpico Brasileiro
Daniel Dias, maior atleta paralímpico do Brasil, fala sobre sua carreira e a importância do Programa Bolsa Atleta para a sua sua trajetória no esporte
Daniel Dias fala sobre importância do Bolsa Atleta
Representantes do Governo Federal, da Rio 2016 e do Comitê Paralímpico Internacional comentam os resultados do País ao sediar os Jogos Paralímpicos Rio 2016
Representantes da Rio 2016 fazem balanço da Paralimpíada
Após a melhor campanha em quantidade de medalhas da história da delegação brasileira, os atletas da delegação nacional receberam uma homenagem do Comitê Paralímpico Brasileiro
Comitê Paralímpico faz homenagem a atletas

Últimas imagens

Na edição anterior, o time brasileiro liderou o quadro de medalhas com 209 pódios, sendo 102 de ouro
Na edição anterior, o time brasileiro liderou o quadro de medalhas com 209 pódios, sendo 102 de ouro
Divulgação/Prefeitura de Itajaí
Ainda no sábado (21), as oitavas de final contarão com outras três partidas
Ainda no sábado (21), as oitavas de final contarão com outras três partidas
Divulgação/CBHb
Uma das presenças que compõem equipe é a do armador direito, José Guilherme de Toledo
Uma das presenças que compõem equipe é a do armador direito, José Guilherme de Toledo
Divulgação/Conf. Brasileira de Handebol
O centro foi construído com recursos do ministério e integra a Rede Nacional de Treinamento
O centro foi construído com recursos do ministério e integra a Rede Nacional de Treinamento
Foto: Miriam Jeske/Brasil 2016
Nos Jogos Paralímpicos, todas as medalhas brasileiras foram conquistadas por atletas bolsistas
Nos Jogos Paralímpicos, todas as medalhas brasileiras foram conquistadas por atletas bolsistas
Foto: Washington Alves/Comitê Paralímpico

Governo digital