Você está aqui: Página Inicial > Esporte > 2014 > 03 > Atletismo estreia com oito medalhas nos Para-Sul-Americanos

Esporte

Atletismo estreia com oito medalhas nos Para-Sul-Americanos

Campeonato

Equipe brasileira conquistou quatro ouros, duas pratas e dois bronzes no primeiro dia de competições no Chile
por Portal Brasil publicado: 28/03/2014 14h37 última modificação: 30/07/2014 02h43
Washington Alves/CPB/MPIX Nesta sexta-feira (28), o País participa de mais 12 provas no atletismo

Nesta sexta-feira (28), o País participa de mais 12 provas no atletismo

O atletismo brasileiro começou bem sua participação nos Jogos Para-Sul-Americanos, em Santiago, no Chile. Na quinta-feira (27), os atletas do País subiram ao pódio oito vezes na competição, conquistando quatro medalhas de ouro, duas de prata e duas de bronze.

Nos 100m classe T11/12, o domínio do Brasil foi completo. Alice Correa, Lorena Spoladore e Thalita da Silva conquistaram ouro, prata e bronze, respectivamente, deixando o pódio completamente verde e amarelo.

No salto em distância, Adriele de Moraes ficou com a medalha de ouro com a marca de 4m80. A atleta de 22 anos confessou que não esperava o resultado. “Vim para brigar pelo segundo lugar, mas as coisas deram certo e estou feliz e surpresa com esta conquista”, disse Adriele, com sinceridade.

Os brasileiros também conquistaram medalhas de ouro nos 100m classe T12, com Diogo da Silva, e nos 100m T13, com Davi de Souza.

Além dos campeões, o Brasil ainda subiu no pódio com Raissa Machado, bronze no lançamento do dardo classe F56, e João Victor Teixeira, prata no lançamento do disco classe F37.

Nesta sexta-feira (28), o País participa de mais 12 provas no atletismo, com destaque para Verônica Hipólito, campeã mundial de atletismo no ano passado, que corre os 200m classe T38.

Fonte:
Brasil 2016

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Programa Forças no Esporte comemora Dia das Crianças
Iniciativa do Ministério da Defesa, em parceria com outros ministérios, leva para as crianças atividades esportivas, lazer e aulas de reforço no período do contra turno escolar
Publicação analisa impactos dos megaeventos no Brasil e no mundo
Publicação lançada no Rio de Janeiro discute os impactos dos megaeventos no Brasil e no mundo. O livro, que reúne 145 autores de 70 universidades, será publicado em formato digital e oferecido gratuitamente
Inscrições para o Bolsa Atleta terminam em 6 de setembro
Cerca de 23 mil esportistas já foram patrocinados pelo programa do governo federal
Iniciativa do Ministério da Defesa, em parceria com outros ministérios, leva para as crianças atividades esportivas, lazer e aulas de reforço no período do contra turno escolar
Programa Forças no Esporte comemora Dia das Crianças
Publicação lançada no Rio de Janeiro discute os impactos dos megaeventos no Brasil e no mundo. O livro, que reúne 145 autores de 70 universidades, será publicado em formato digital e oferecido gratuitamente
Publicação analisa impactos dos megaeventos no Brasil e no mundo
Cerca de 23 mil esportistas já foram patrocinados pelo programa do governo federal
Inscrições para o Bolsa Atleta terminam em 6 de setembro

Últimas imagens

Rebeca Andrade é uma das ginastas do time feminino que representa o Brasil na competição
Rebeca Andrade é uma das ginastas do time feminino que representa o Brasil na competição
Foto: Danilo Borges/Ministério do Esporte
Jogos Escolares são maior celeiro de atletas olímpicos do País
Jogos Escolares são maior celeiro de atletas olímpicos do País
Foto: Rogério Vital/Ministério do Esporte
Martins tornou-se o segundo brasileiro com mais medalhas em Universíades
Martins tornou-se o segundo brasileiro com mais medalhas em Universíades
Divulgação/CBDU
Atleta terminou a prova com o tempo de 3m52s542
Atleta terminou a prova com o tempo de 3m52s542
Divulgação/Federação Int. de Canoagem
Henrique Martins, da natação, ficou em terceiro lugar nos 100 metros borboleta – a décima medalha brasileira no torneio
Henrique Martins, da natação, ficou em terceiro lugar nos 100 metros borboleta – a décima medalha brasileira no torneio
Divulgação/CBDU

Governo digital