Você está aqui: Página Inicial > Esporte > 2014 > 03 > Atletismo estreia com oito medalhas nos Para-Sul-Americanos

Esporte

Atletismo estreia com oito medalhas nos Para-Sul-Americanos

Campeonato

Equipe brasileira conquistou quatro ouros, duas pratas e dois bronzes no primeiro dia de competições no Chile
por Portal Brasil publicado: 28/03/2014 14h37 última modificação: 30/07/2014 02h43
Washington Alves/CPB/MPIX Nesta sexta-feira (28), o País participa de mais 12 provas no atletismo

Nesta sexta-feira (28), o País participa de mais 12 provas no atletismo

O atletismo brasileiro começou bem sua participação nos Jogos Para-Sul-Americanos, em Santiago, no Chile. Na quinta-feira (27), os atletas do País subiram ao pódio oito vezes na competição, conquistando quatro medalhas de ouro, duas de prata e duas de bronze.

Nos 100m classe T11/12, o domínio do Brasil foi completo. Alice Correa, Lorena Spoladore e Thalita da Silva conquistaram ouro, prata e bronze, respectivamente, deixando o pódio completamente verde e amarelo.

No salto em distância, Adriele de Moraes ficou com a medalha de ouro com a marca de 4m80. A atleta de 22 anos confessou que não esperava o resultado. “Vim para brigar pelo segundo lugar, mas as coisas deram certo e estou feliz e surpresa com esta conquista”, disse Adriele, com sinceridade.

Os brasileiros também conquistaram medalhas de ouro nos 100m classe T12, com Diogo da Silva, e nos 100m T13, com Davi de Souza.

Além dos campeões, o Brasil ainda subiu no pódio com Raissa Machado, bronze no lançamento do dardo classe F56, e João Victor Teixeira, prata no lançamento do disco classe F37.

Nesta sexta-feira (28), o País participa de mais 12 provas no atletismo, com destaque para Verônica Hipólito, campeã mundial de atletismo no ano passado, que corre os 200m classe T38.

Fonte:
Brasil 2016

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Governo promove inclusão social pelo esporte
Secretaria Nacional de Esporte, Educação, Lazer e Inclusão Social (Snelis) determina as diretrizes de programas
Lei de Incentivo ao Esporte completa dez anos
Regra viabilizou investimento de R$ 1,87 bilhão em projetos de lazer, educação e esporte de alto rendimento
Parque Olímpico da Barra é legado dos Jogos Olímpicos
Espaço de 1,18 milhões de metros quadrados conta com velódromo, estádio aquático e centro de tênis
Secretaria Nacional de Esporte, Educação, Lazer e Inclusão Social (Snelis) determina as diretrizes de programas
Governo promove inclusão social pelo esporte
Regra viabilizou investimento de R$ 1,87 bilhão em projetos de lazer, educação e esporte de alto rendimento
Lei de Incentivo ao Esporte completa dez anos
Espaço de 1,18 milhões de metros quadrados conta com velódromo, estádio aquático e centro de tênis
Parque Olímpico da Barra é legado dos Jogos Olímpicos

Últimas imagens

Petrúcio Ferreira teve 3% a mais dos votos do que o segundo colocado, o tenista sueco Stefan Olsson
Petrúcio Ferreira teve 3% a mais dos votos do que o segundo colocado, o tenista sueco Stefan Olsson
Foto: Danilo Borges/Brasil2016
Selecionados receberão valor equivalente a 12 parcelas da bolsa definida para sua categoria
Selecionados receberão valor equivalente a 12 parcelas da bolsa definida para sua categoria
Foto: Roberto Castro/Min. do Esporte
Iniciativa foi criada para facilitar acesso de crianças e adolescentes ao esporte educacional
Iniciativa foi criada para facilitar acesso de crianças e adolescentes ao esporte educacional
Foto: Francisco Medeiros/Min. do Esporte
Etiene Medeiros é a primeira brasileira a ser campeã mundial de Natação em piscina longa (50 m)
Etiene Medeiros é a primeira brasileira a ser campeã mundial de Natação em piscina longa (50 m)
Foto: Danilo Borges/brasil2016.gov.br
Sargento João Gomes conquistou a medalha de prata na prova de 50 m Peito
Sargento João Gomes conquistou a medalha de prata na prova de 50 m Peito
Foto: Danilo Borges/brasil2016.gov.br

Governo digital