Você está aqui: Página Inicial > Esporte > 2014 > 03 > Comitê divulga datas previstas para eventos-teste oficiais

Esporte

Comitê divulga datas previstas para eventos-teste oficiais

Copa 2014

Jogos serão realizados nas seis arenas que não receberam aCopa das Confederações em 2013, além de Brasília
por Portal Brasil publicado: 27/03/2014 20h33 última modificação: 30/07/2014 02h43

O Comitê Organizador Local (COL) divulgou, em coletiva de imprensa nesta quinta-feira (27), no Maracanã, no Rio de Janeiro, as datas previstas para os eventos-teste oficiais para a Copa do Mundo da Fifa 2014. Os jogos serão realizados nas seis arenas que não receberam os jogos da Copa das Confederações em 2013, além de Brasília, que sediou apenas a abertura do torneio do ano passado.

O primeiro evento-teste oficial está agendado para a próxima quinta-feira (3 de abril), na Arena da Amazônia, em Manaus. De acordo com o diretor executivo do COL, Ricardo Trade, a operação na partida entre Resende (RJ) e Vasco (RJ), válida pela Copa do Brasil, será similar à da Copa do Mundo em aspectos de segurança, competição (preparação do gramado e gandulas), transporte, trabalho dos voluntários, limpeza, serviço aos espectadores e tecnologia. “Os eventos-teste são promovidos pelas sedes. O COL não tem responsabilidade na venda de ingressos e no credenciamento”, ressaltou Trade. Trade, CEO do COL: aspectos de segurança, gramado, transporte e voluntários serão avaliados.

Em 26 de abril, a Arena Pantanal, em Cuiabá, receberá seu evento-teste oficial: Luverdense (MT) e Vasco, pela Série B do Campeonato Brasileiro. Mas o gramado será inaugurado antes, em 2 de abril, diante de 20 mil torcedores. “Os estádios estão recebendo atenção grande por parte do governo federal. Dos três ainda não entregues – Arena Corinthians, Arena Pantanal e Arena da Baixada - dois têm testes confirmados. No dia 2, haverá Mixto e Santos, na Arena Pantanal, pela Copa do Brasil. E, no próximo sábado (29.03), haverá amistoso em Curitiba, na Arena da Baixada”, disse o ministro do Esporte, Aldo Rebelo.

O amistoso da Arena da Baixada citado pelo ministro será entre Atlético- PR e J. Malucelli, para um público de 10 mil pessoas. O evento-teste oficial da arena paranaense está previsto para meados de maio, ainda sem definição do confronto. Também estão agendados os seguintes jogos como eventos-teste oficiais: América/RN e ABC, em 3 de maio, na Arena das Dunas (Natal), pela Série B do Brasileirão; Internacional e Atlético-PR, em 10 de maio, no Beira-Rio (Porto Alegre), pela série A, e Corinthians e Figueirense (SC), no dia 17 de maio, também pela série A do Brasileirão, na Arena Corinthians (São Paulo). “Vamos fazer também um evento-teste em Brasília e pretendemos realizar um a mais em Manaus e em Cuiabá”, disse Ricardo Trade.

Estruturas temporárias

Necessárias para a instalação de equipamentos de transmissão e para a montagem das áreas de hospitalidade e de imprensa, as estruturas temporárias foram tema constante na coletiva de imprensa desta quinta. De acordo com o secretário geral da Fifa, Jérôme Valcke, a solução para o financiamento delas já foi encontrada em Porto Alegre e a resolução está encaminhada em São Paulo.

“Em Porto Alegre, o marco foi dado com a votação do projeto de incentivo fiscal na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul, que permitiu uma solução que garanta ao Internacional os recursos necessários para arcar com o compromisso das estruturas temporárias. Em São Paulo, ainda não está finalizada essa solução, mas estou confiante de que resolveremos em breve”, afirmou o secretario executivo do Ministério do Esporte, Luis Fernandes.

Fernandes e o secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, enfatizaram que a decisão de confirmar Curitiba como sede, em 18 de fevereiro, foi correta. "Manter Curitiba foi uma decisão acertada. Estão trabalhando muito bem, dentro do cronograma. Fizemos o certo”, disse Valcke.

 Fonte:

Ministério dos Esportes

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Programa Forças no Esporte comemora Dia das Crianças
Iniciativa do Ministério da Defesa, em parceria com outros ministérios, leva para as crianças atividades esportivas, lazer e aulas de reforço no período do contra turno escolar
Publicação analisa impactos dos megaeventos no Brasil e no mundo
Publicação lançada no Rio de Janeiro discute os impactos dos megaeventos no Brasil e no mundo. O livro, que reúne 145 autores de 70 universidades, será publicado em formato digital e oferecido gratuitamente
Inscrições para o Bolsa Atleta terminam em 6 de setembro
Cerca de 23 mil esportistas já foram patrocinados pelo programa do governo federal
Iniciativa do Ministério da Defesa, em parceria com outros ministérios, leva para as crianças atividades esportivas, lazer e aulas de reforço no período do contra turno escolar
Programa Forças no Esporte comemora Dia das Crianças
Publicação lançada no Rio de Janeiro discute os impactos dos megaeventos no Brasil e no mundo. O livro, que reúne 145 autores de 70 universidades, será publicado em formato digital e oferecido gratuitamente
Publicação analisa impactos dos megaeventos no Brasil e no mundo
Cerca de 23 mil esportistas já foram patrocinados pelo programa do governo federal
Inscrições para o Bolsa Atleta terminam em 6 de setembro

Últimas imagens

Rebeca Andrade é uma das ginastas do time feminino que representa o Brasil na competição
Rebeca Andrade é uma das ginastas do time feminino que representa o Brasil na competição
Foto: Danilo Borges/Ministério do Esporte
Jogos Escolares são maior celeiro de atletas olímpicos do País
Jogos Escolares são maior celeiro de atletas olímpicos do País
Foto: Rogério Vital/Ministério do Esporte
Martins tornou-se o segundo brasileiro com mais medalhas em Universíades
Martins tornou-se o segundo brasileiro com mais medalhas em Universíades
Divulgação/CBDU
Atleta terminou a prova com o tempo de 3m52s542
Atleta terminou a prova com o tempo de 3m52s542
Divulgação/Federação Int. de Canoagem
Henrique Martins, da natação, ficou em terceiro lugar nos 100 metros borboleta – a décima medalha brasileira no torneio
Henrique Martins, da natação, ficou em terceiro lugar nos 100 metros borboleta – a décima medalha brasileira no torneio
Divulgação/CBDU

Governo digital