Você está aqui: Página Inicial > Esporte > 2014 > 03 > Ministro e Bom Senso discutem propostas de modernização do futebol

Esporte

Ministro e Bom Senso discutem propostas de modernização do futebol

Movimento

De acordo com Aldo Rebelo, os temas tratados são importantes, merecem apoio e estão em debate no momento certo
por Portal Brasil publicado: 11/03/2014 11h30 última modificação: 30/07/2014 02h42

O ministro do Esporte,  Aldo Rebelo, disse nessa segunda-feira (10), em São Paulo, que as propostas de modernização do futebol brasileiro, em discussão pelo movimento Bom Senso, organizado por jogadores de grandes clubes, são importantes, merecem apoio e estão em debate no momento certo.

Fernando Prass, goleiro do Palmeiras, representou o movimento dos atletas em reunião em que as sugestões do Bom Senso foram antecipadas ao ministro. Na próxima segunda-feira (17), os jogadores vão divulgar o diagnóstico da situação do futebol brasileiro e as medidas que, entendem, devem ser tomadas.

O goleiro do Palmeiras explicou que a apresentação ao ministro foi decidida porque o governo federal, na condição de principal credor dos clubes, é parte importante na busca de uma solução que atenda as três partes: governo, clubes e atletas.

"Antes de punições, estamos em busca de propostas que fortaleçam os clubes, especialmente os pequenos, garantam os direitos dos atletas e mantenham o interesse dos torcedores", disse Fernando Prass.

Aldo Rebelo disse que concorda com a grande maioria das sugestões dos jogadores e afirmou que é fundamental buscar, agora, a solução possível, aquela que tenha o apoio de todos, garantindo a modernização das gestões e a valorização das marcas dos clubes brasileiros.

Fonte:
Ministério do Esporte

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Caio Sena conta como se prepara para Olimpíadas no Brasil
Conheça a história de Caio Sena. Aos 24 anos, o atleta de marcha atlética qualificado para as Olimpíadas Rio 2016, vive o sonho de disputar os jogos no Brasil.
Jogos Paralímpicos | Shirlene Coelho
A jogadora paralímpica de lançamento de dardos, discos e arremesso de peso, Shirlene Coelho, comenta a importância do esporte em sua vida
Olimpíadas 2016 podem impulsionar viagens para todo o País
Além da capital fluminense, várias cidades brasileiras também recebam turistas
Conheça a história de Caio Sena. Aos 24 anos, o atleta de marcha atlética qualificado para as Olimpíadas Rio 2016, vive o sonho de disputar os jogos no Brasil.
Caio Sena conta como se prepara para Olimpíadas no Brasil
A jogadora paralímpica de lançamento de dardos, discos e arremesso de peso, Shirlene Coelho, comenta a importância do esporte em sua vida
Jogos Paralímpicos | Shirlene Coelho
Além da capital fluminense, várias cidades brasileiras também recebam turistas
Olimpíadas 2016 podem impulsionar viagens para todo o País

Últimas imagens

Bach estará no Rio de Janeiro no dia 5 de agosto, para as celebrações do marco de um ano para o início dos Jogos
Bach estará no Rio de Janeiro no dia 5 de agosto, para as celebrações do marco de um ano para o início dos Jogos
Divulgação/Brasil 2016
Trio completou o percurso em 55min31s12, atrás apenas do time alemão
Trio completou o percurso em 55min31s12, atrás apenas do time alemão
Divulgação/Ministério do Esporte
Fernando Aranha é um dos atletas brasileiros que formaram a primeira delegação em Jogos Paralímpicos de Inverno, em Sochi-2014
Fernando Aranha é um dos atletas brasileiros que formaram a primeira delegação em Jogos Paralímpicos de Inverno, em Sochi-2014
Divulgação/Brasil 2016
São esperados de 1.150 atletas de etnias nacionais e 1.100 indígenas de outros países
São esperados de 1.150 atletas de etnias nacionais e 1.100 indígenas de outros países
Divulgação/Governo da Bahia
Ana Marcela Cunha no pódio em Kazan
Ana Marcela Cunha no pódio em Kazan
Foto: Satiro Sodré

Governo digital