Você está aqui: Página Inicial > Esporte > 2014 > 04 > Franck Caldeira se classifica para o Mundial de Pequim

Esporte

Franck Caldeira se classifica para o Mundial de Pequim

Maratona

Com a segunda melhor marca da carreira, atleta brasileiro está credenciado a competir em Pequim, em 2015
por Portal Brasil publicado: 28/04/2014 18h32 última modificação: 30/07/2014 02h45

O maratonista Franck Caldeira ficou na segunda posição na Maratona de Pádua (Itália), no último domingo (27), na cidade famosa pela basílica de Santo Antônio. Franck correu a prova em 2h12min04 e cruzou a linha de chegada atrás do queniano Kimani Pharis (2h12min03). Os italianos Fabio Mella (2h26min42), Giuliano Virgis (2h32min42) e Christian Pizzatti (2h35min41) completaram o pódio.

Com essa marca, Franck assume a liderança do ranking brasileiro e sul-americano e se qualifica para o Pan-Americano de Toronto e o Mundial de Pequim, em 2015. Essa é a segunda melhor marca em sua carreira para os 42 km e 195 m - a primeira é 2h12min03.

O maratonista disse que manteve o ritmo de prova, apesar do vento de frente, entre 3min05 e 3min08 por quilômetro, quando a lebre (atleta que 'puxa' os demais) parou no quilômetro 29. "Segui eu e três quenianos no pelotão da frente e o ritmo se manteve até os 35 quilômetros - a previsão de chegada era para 2h10min40. Mas a chuva que pegamos no quilômetro 36 do percurso derrubou o nosso ritmo para 3min15. Dois quilômetros depois, a chuva parou e voltamos a apertar, mas aí só estávamos eu e o queniano (Pharis), que encostou. Tentei uma saída - fiz 3min09 nesse trecho, o km 39 -, mas não abri muito. Ele encostou e imprimiu o ritmo. Tentei acompanhar, mas sentia uma dor forte no posterior. E como no final o trecho tem chão em pedra - e aí é que o posterior doía mesmo - ele abriu no 41 e venceu", relatou Franck Caldeira ao treinador Ricardo D'Angelo.

Agora, depois de um mês na Europa e outro mês treinando na altitude de Paipa (COL), Franck quer retornar para casa e ver a família. "Lutei até o final em Pádua. O queniano correu para 3min05 no quilômetro 40. Ele venceu porque correu muito e eu ganhei um segundo lugar, com uma marca que, para começar, está boa."

O técnico Ricardo D'Angelo também avaliou como positiva a prova do fundista, dizendo que Franck esteve perto de sua melhor marca. "Ele passou por uma situação diferente e adversa, quando abandonou a prova de Milão, três semanas atrás. Permaneceu na Europa e agora conseguiu se recuperar e correr bem. Isso mostra que sua capacidade de superação e vontade de vencer são grandes. Essa marca e posição dão confiança de que no futuro poderemos correr abaixo das 2h10min e integrar os grandes eventos internacionais. Estou satisfeito com o desempenho", afirmou Ricardo D'Angelo.

Fonte:
Brasil 2016

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Assunto(s): Esporte

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Programa Forças no Esporte comemora Dia das Crianças
Iniciativa do Ministério da Defesa, em parceria com outros ministérios, leva para as crianças atividades esportivas, lazer e aulas de reforço no período do contra turno escolar
Publicação analisa impactos dos megaeventos no Brasil e no mundo
Publicação lançada no Rio de Janeiro discute os impactos dos megaeventos no Brasil e no mundo. O livro, que reúne 145 autores de 70 universidades, será publicado em formato digital e oferecido gratuitamente
Inscrições para o Bolsa Atleta terminam em 6 de setembro
Cerca de 23 mil esportistas já foram patrocinados pelo programa do governo federal
Iniciativa do Ministério da Defesa, em parceria com outros ministérios, leva para as crianças atividades esportivas, lazer e aulas de reforço no período do contra turno escolar
Programa Forças no Esporte comemora Dia das Crianças
Publicação lançada no Rio de Janeiro discute os impactos dos megaeventos no Brasil e no mundo. O livro, que reúne 145 autores de 70 universidades, será publicado em formato digital e oferecido gratuitamente
Publicação analisa impactos dos megaeventos no Brasil e no mundo
Cerca de 23 mil esportistas já foram patrocinados pelo programa do governo federal
Inscrições para o Bolsa Atleta terminam em 6 de setembro

Últimas imagens

Rebeca Andrade é uma das ginastas do time feminino que representa o Brasil na competição
Rebeca Andrade é uma das ginastas do time feminino que representa o Brasil na competição
Foto: Danilo Borges/Ministério do Esporte
Jogos Escolares são maior celeiro de atletas olímpicos do País
Jogos Escolares são maior celeiro de atletas olímpicos do País
Foto: Rogério Vital/Ministério do Esporte
Martins tornou-se o segundo brasileiro com mais medalhas em Universíades
Martins tornou-se o segundo brasileiro com mais medalhas em Universíades
Divulgação/CBDU
Atleta terminou a prova com o tempo de 3m52s542
Atleta terminou a prova com o tempo de 3m52s542
Divulgação/Federação Int. de Canoagem
Henrique Martins, da natação, ficou em terceiro lugar nos 100 metros borboleta – a décima medalha brasileira no torneio
Henrique Martins, da natação, ficou em terceiro lugar nos 100 metros borboleta – a décima medalha brasileira no torneio
Divulgação/CBDU

Governo digital