Você está aqui: Página Inicial > Esporte > 2014 > 09 > Brasileiras da ginástica rítmica estreiam no Mundial da Turquia

Esporte

Brasileiras da ginástica rítmica estreiam no Mundial da Turquia

Campeonato

Nesta terça-feira (23), acontecem disputas com bola, e na quarta-feira (24) começam provas com maças e fitas
por Portal Brasil publicado: 23/09/2014 17h41 última modificação: 23/09/2014 17h41
Divulgação/Brasil 2016  Angélica Kvieczynski teve a melhor nota entre as brasileiras na apresentação com o arco: 15,725 pontos

Angélica Kvieczynski teve a melhor nota entre as brasileiras na apresentação com o arco: 15,725 pontos

O primeiro dia do Campeonato Mundial de Ginástica Rítmica, na segunda-feira (22), foi um desfile de grandes ginastas no tablado principal do Halkapinar Sport Hall, em Izmir, na Turquia. Entre elas, destaque para a Seleção Brasileira Individual, composta por Andressa Jardim, Angélica Kvieczynski e Natália Gáudio, que se apresentaram com o arco. Nesta terça-feira (23), elas fizeram as séries com a bola.

No Individual, a fase classificatória conta com quatro grupos, sendo que o Brasil faz parte do grupo D. Os primeiros aparelhos apresentados são arco e bola. No primeiro dia, as brasileiras se apresentaram no arco, e a melhor colocada foi Angélica, com 15,725 pontos, seguida por Andressa, com 14,266, e por Natália, com 14,258.

Segundo Angélica, o mais importante para ela foi a nota, que aumentou em relação à última edição da competição, em 2013, em Kiev, na Ucrânia. Na época, a paranaense conquistou 15,433 no aparelho.

“Eu poderia ter ido melhor, mas tive uma falha que descontou um pouco da nota. É normal que isso aconteça no primeiro dia, porque tem aquele impacto. Acredito que na próxima vez que eu fizer essa série não vou errar, pois vou puxar para corrigir a falha.

O mais importante é que meu objetivo de aumentar cada vez mais a minha nota foi cumprido. Ano que vem eu espero estar ainda melhor”, analisou Angélica, que acredita que entrará mais firme para segundo dia.

A técnica Anita Klemann também gostou da apresentação da ginasta. “Ela foi muito bem e fez tudo aquilo que foi proposto, mas confio que na bola ela vá ainda melhor”, comentou a treinadora, completando que ficou feliz com o desempenho das demais brasileiras, que juntamente com Angélica, buscam uma boa colocação por equipe.

Nesta terça-feira (23) à tarde acontecem as finais do arco e da bola, com as oito melhores em cada aparelho se apresentando no Mundial.

Seleção Brasileira Individual de Ginástica Rítmica

Ginastas: Andressa Jardim, Angélica Kvieczynski e Natália Gáudio
Técnicas: Anita Klemann e Monika Queiroz

Seleção Brasileira de Conjunto de Ginástica Rítmica

Ginastas: Beatriz Pomini, Eliane Sampaio, Francielly Pereira, Gabrielle Silva, Isadora Silva e Mayra Gmach
Técnica: Camila Ferezin
Coreógrafa: Bruna Rosa

Coordenadora de Ginástica Rítmica e árbitra: Cristina Vital
Chefe de delegação: Fátima Coelho Bastos
Chefe de equipe: Alessandra Balbi
Médico: Reuthemann Madruga
Fisioterapeuta: Paulo Márcio Oliveira
Psicóloga: Lenamar Vieira

Programação
(Horários de Brasília)

Quarta-feira (24)
4h às 5h10: Qualificatória Individual grupo D - maças e fita
5h10 às 6h20: Qualificatória Individual grupo C - maças e fita
8h às 9h10: Qualificatória Individual grupo B - maças e fita
9h10 às 10h15: Qualificatória Individual grupo A - maças e fita

Quinta-feira (25)
4h às 5h10: Qualificatória Individual grupo B - maças e fita
5h10 às 6h15: Qualificatória Individual grupo A - maças e fita
8h às 9h10: Qualificatória Individual grupo D - maças e fita
9h10 às 10h20: Qualificatória Individual grupo A - maças e fita
14h às 14h30: Final Individual – maças
14h30 às 15h: Final Individual – fita
15h: Premiações Individual - maças e fita - e Individual por Equipe

Sexta-feira (26)
2h às 9h: Treinamento de pódio Conjunto
10h30 às 13h: Final Individual Geral - ginastas da 13ª a 24ª colocações
14h às 16h30: Final Individual Geral - ginastas da 1ª a 12ª colocações
16h30: Premiação Individual Geral

Sábado (27)
9h às 14h: Qualificatória Conjunto
14h: Premiação Conjunto Geral

Domingo (28)
9h às 9h40: Final Conjunto - cinco pares de maças
9h40 às 10h20: Final Conjunto - três bolas e duas fitas
10h20: Premiações Conjunto - cinco pares de maças e três bolas e duas fitas
10h50 às 11h50: Cerimônia de encerramento

Fonte:
Brasil 2016

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Programa Forças no Esporte comemora Dia das Crianças
Iniciativa do Ministério da Defesa, em parceria com outros ministérios, leva para as crianças atividades esportivas, lazer e aulas de reforço no período do contra turno escolar
Publicação analisa impactos dos megaeventos no Brasil e no mundo
Publicação lançada no Rio de Janeiro discute os impactos dos megaeventos no Brasil e no mundo. O livro, que reúne 145 autores de 70 universidades, será publicado em formato digital e oferecido gratuitamente
Inscrições para o Bolsa Atleta terminam em 6 de setembro
Cerca de 23 mil esportistas já foram patrocinados pelo programa do governo federal
Iniciativa do Ministério da Defesa, em parceria com outros ministérios, leva para as crianças atividades esportivas, lazer e aulas de reforço no período do contra turno escolar
Programa Forças no Esporte comemora Dia das Crianças
Publicação lançada no Rio de Janeiro discute os impactos dos megaeventos no Brasil e no mundo. O livro, que reúne 145 autores de 70 universidades, será publicado em formato digital e oferecido gratuitamente
Publicação analisa impactos dos megaeventos no Brasil e no mundo
Cerca de 23 mil esportistas já foram patrocinados pelo programa do governo federal
Inscrições para o Bolsa Atleta terminam em 6 de setembro

Últimas imagens

Rebeca Andrade é uma das ginastas do time feminino que representa o Brasil na competição
Rebeca Andrade é uma das ginastas do time feminino que representa o Brasil na competição
Foto: Danilo Borges/Ministério do Esporte
Jogos Escolares são maior celeiro de atletas olímpicos do País
Jogos Escolares são maior celeiro de atletas olímpicos do País
Foto: Rogério Vital/Ministério do Esporte
Martins tornou-se o segundo brasileiro com mais medalhas em Universíades
Martins tornou-se o segundo brasileiro com mais medalhas em Universíades
Divulgação/CBDU
Atleta terminou a prova com o tempo de 3m52s542
Atleta terminou a prova com o tempo de 3m52s542
Divulgação/Federação Int. de Canoagem
Henrique Martins, da natação, ficou em terceiro lugar nos 100 metros borboleta – a décima medalha brasileira no torneio
Henrique Martins, da natação, ficou em terceiro lugar nos 100 metros borboleta – a décima medalha brasileira no torneio
Divulgação/CBDU

Governo digital