Você está aqui: Página Inicial > Esporte > 2014 > 09 > CBF pode retirar centro de treinamento da Granja Comary

Esporte

CBF pode retirar centro de treinamento da Granja Comary

Apelo público

Terreno de entorno do centro de treinamento é alvo de loteamento e pode ameaçar preservação ambiental natural da região
por Portal Brasil publicado: 03/09/2014 12h40 última modificação: 03/09/2014 12h40

 A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) anunciou a possibilidade de mudar o centro de treinamento da Seleção da Granja Comary, em Teresópolis (RJ), em razão de um empreendimento imobiliário em construção na região. O terreno de entorno do centro de treinamento é alvo de um loteamento da empresa Sanfebra Empreendimentos e pode ameaçar a preservação ambiental natural da região, defende a entidade em nota.

A confederação faz um apelo público às autoridades para que se impeça a implantação do loteamento imobiliária na região. Para a CBF, “o morro da Granja, se mantida a vegetação, constitui a proteção natural contra enxurradas que atingiriam as edificações na área do lago (da Granja).”

A entidade alerta a possibilidade de que com a destruição da cobertura vegetal a região possa ser ameaçada pelas cotidianas chuvas da região Serrana, “trazendo ruínas e devastação à Granja.”

O empreendimento está situado na zona de amortecimento do Parnaso, no entorno do parque Estadual dos Três Picos e do Parque Nacional da Serra dos Órgãos, em uma região de vegetação típica de Mata Atlântica. O centro de treinamento da seleção funciona na Granja Comary desde 1985, e passou por uma reforma no valor de R$15 milhões para a preparação da equipe que disputou a Copa de 2014.

Em 2011, em consequência de deslizamentos causados por chuva forte, houve mais de 900 mortes na região serrana, dos quais mais de 400 em Teresópolis, além de famílias desabrigadas na cidade. “Ainda não saiu da memória das populações serranas, incluindo Teresópolis, a imagem da calamidade causada pelas chuvas ocorridas em anos recentes e os consequentes deslizamentos de terra, que custaram centenas de vidas”, lembrou o presidente em nota.

A prefeitura de Teresópolis informou em nota que não há autorização para obras no local. Segundo a prefeitura, "o terreno está em área de amortecimento de duas unidades de conservação nas quais as atividades humanas estão sujeitas a normas e restrições específicas, com o propósito de minimizar os impactos negativos sobre as unidades ambientais.”

A administração municipal afirmou que o terreno foi embargado em janeiro por remoção da vegetação nativa. A prefeitura ainda esclareceu que em julho foi iniciado um “um processo de desmembramento e remembramento do terreno.” A fiscalização ambiental da prefeitura esteve no local, na manhã de hoje, e verificou que atualmente não há nenhuma atividade de desmatamento ou de construção na referida área, e que a mata permanece intacta.

Fonte:
EBC Esportes

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Daniel Dias fala sobre importância do Bolsa Atleta
Daniel Dias, maior atleta paralímpico do Brasil, fala sobre sua carreira e a importância do Programa Bolsa Atleta para a sua sua trajetória no esporte
Representantes da Rio 2016 fazem balanço da Paralimpíada
Representantes do Governo Federal, da Rio 2016 e do Comitê Paralímpico Internacional comentam os resultados do País ao sediar os Jogos Paralímpicos Rio 2016
Comitê Paralímpico faz homenagem a atletas
Após a melhor campanha em quantidade de medalhas da história da delegação brasileira, os atletas da delegação nacional receberam uma homenagem do Comitê Paralímpico Brasileiro
Daniel Dias, maior atleta paralímpico do Brasil, fala sobre sua carreira e a importância do Programa Bolsa Atleta para a sua sua trajetória no esporte
Daniel Dias fala sobre importância do Bolsa Atleta
Representantes do Governo Federal, da Rio 2016 e do Comitê Paralímpico Internacional comentam os resultados do País ao sediar os Jogos Paralímpicos Rio 2016
Representantes da Rio 2016 fazem balanço da Paralimpíada
Após a melhor campanha em quantidade de medalhas da história da delegação brasileira, os atletas da delegação nacional receberam uma homenagem do Comitê Paralímpico Brasileiro
Comitê Paralímpico faz homenagem a atletas

Últimas imagens

Na edição anterior, o time brasileiro liderou o quadro de medalhas com 209 pódios, sendo 102 de ouro
Na edição anterior, o time brasileiro liderou o quadro de medalhas com 209 pódios, sendo 102 de ouro
Divulgação/Prefeitura de Itajaí
Ainda no sábado (21), as oitavas de final contarão com outras três partidas
Ainda no sábado (21), as oitavas de final contarão com outras três partidas
Divulgação/CBHb
Uma das presenças que compõem equipe é a do armador direito, José Guilherme de Toledo
Uma das presenças que compõem equipe é a do armador direito, José Guilherme de Toledo
Divulgação/Conf. Brasileira de Handebol
O centro foi construído com recursos do ministério e integra a Rede Nacional de Treinamento
O centro foi construído com recursos do ministério e integra a Rede Nacional de Treinamento
Foto: Miriam Jeske/Brasil 2016
Nos Jogos Paralímpicos, todas as medalhas brasileiras foram conquistadas por atletas bolsistas
Nos Jogos Paralímpicos, todas as medalhas brasileiras foram conquistadas por atletas bolsistas
Foto: Washington Alves/Comitê Paralímpico

Governo digital