Você está aqui: Página Inicial > Esporte > 2014 > 12 > Confira os nomes dos atletas vencedores do Prêmio Brasil Olímpico 2014

Esporte

Confira os nomes dos atletas vencedores do Prêmio Brasil Olímpico 2014

Prêmio Brasil Olímpico

Arthur Zanetti e a dupla Kahena Kunze e Martine Grael estão entre eles. Flavia Saraiva foi escolhida pelo público como "atleta da torcida"
por Portal Brasil publicado: 17/12/2014 10h25 última modificação: 17/12/2014 13h10
Divulgação/Wander Roberto/COB Martine Grael, Arthur Zanetti e Kahena Kunze exibem o troféu de melhores atletas do ano

Martine Grael, Arthur Zanetti e Kahena Kunze exibem o troféu de melhores atletas do ano

A menos de dois anos para os Jogos Olímpicos Rio 2016, a dupla de velejadoras Kahena Kunze e Martine Grael e o ginasta Arthur Zanetti foram eleitos os melhores atletas brasileiros de 2014.

A cerimônia do Prêmio Brasil Olímpico, organizado pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB), aconteceu na noite desta terça-feira (16), no Theatro Municipal do Rio de Janeiro.

O evento também rendeu homenagens à ginasta Flavia Saraiva, escolhida por votação popular como a “atleta da torcida”.

Na categoria feminina, a dupla Kahena Kunze e Martine Grael (vela) concorria ao prêmio com Ana Marcela Cunha (maratonas aquáticas) e Mayra Aguiar (judô).

Para Kahena e Martine, eleitas também melhores velejadoras do mundo neste ano, 2014 foi um ano dourado.

A dupla conquistou o ouro na classe 49er FX durante o Campeonato Mundial de Vela, na Espanha, e foi campeã da Semana Olímpica de Garda, na Itália, e das etapas de Hyeres e Palma de Mallorca da Copa do Mundo.

Também venceram a Regata Internacional de Vela, primeiro evento-teste dos Jogos Rio 2016.

"Foi uma noite para ficar na memória. Estar aqui nesse teatro lindo diante de tanta gente boa e importante para o esporte e ainda receber um prêmio desta importância é para não esquecer nunca", disse Martine.

"A gente está muito feliz. Receber este título foi ter todo o nosso trabalho reconhecido, não só durante esse ano, mas em todos os anteriores. É muito gratificante", completou Kahena.

Na categoria masculina, Arthur Zanetti (ginástica artística) superou Marcus Vinicius D´Almeida (tiro com arco) e Tiago Splitter (basquetebol).

Em 2014, Zanetti colecionou medalhas em vários campeonatos pelo mundo. Além da prata no Campeonato Mundial, em Nanning,na China, ele contabilizou quatro ouros: no Meeting Internacional de Santos; nos Jogos Sul-americanos Santiago 2014; no Pan-americano, em Mississauga, Canadá; e na Copa do Mundo em Anadia, Portugal.

"Quando ouvi meu nome, foi uma alegria enorme. É como o reconhecimento do treino de todo o ano. Agora é treinar ainda mais forte para manter meu título Olímpico em 2016 e ajudar a seleção a melhorar ainda mais o seu desempenho na disputa por equipes", comemorou Zanetti.

Diferentemente dos últimos anos, em que eram eleitos por votação popular, os vencedores do Prêmio Brasil Olímpico de 2014 foram escolhidos por um júri composto por jornalistas, dirigentes, ex-atletas e personalidades do esporte. Apenas a categoria “atleta da torcida” foi eleita pelo público, por meio de votação no site, no Twitter e no Facebook do COB.

Com 23% dos votos, Flavia Saraiva (ginástica artística), de 15 anos, foi a mais votada pelos internautas e desbancou outros 11 representantes do esporte brasileiro que estavam na disputa do “atleta da torcida”:

Sendo eles: Aline Silva (luta estilo livre), Cesar Cielo (natação), Diego Hypolito (ginástica artística), Isaquias Queiroz (canoagem velocidade), Matheus Santana (natação), Marcus Vinícius D'Almeida (tiro com arco), Mayra Aguiar (judô), Sheilla Castro (voleibol) e Tiago Splitter (basquetebol), além das duplas Larissa e Talita (vôlei de praia) e Martine Grael e Kahena Kunze (vela).

"Estou muito feliz, foi um prêmio muito importante para toda a ginástica. Com tanta gente boa disputando comigo, não esperava mesmo ganhar. Acho que para ganhar o apoio da torcida não tem muito segredo, é só ser você mesma", disse a ginasta.

A noite também foi de homenagem ao ex-maratonista Vanderlei Cordeiro de Lima, que recebeu o Troféu Adhemar Ferreira da Silva, título que reconhece os atletas que carregam consigo os valores positivos do esporte.

Vanderlei foi responsável por um dos momentos mais marcantes da história Olímpica, quando foi agarrado por um espectador enquanto liderava a maratona dos Jogos Atenas 2004 e, ainda assim, conquistou a medalha de bronze.

"É uma grande honra ganhar esse reconhecimento tão importante do esporte brasileiro, ainda mais nessa data marcante, 10 anos depois do bronze e da medalha Pierre de Coubertin. Foi um presente que o papai Noel trouxe para mim de Natal, antecipado", afirmou o bem-humorado Vanderlei.

Dois estrangeiros foram premiados como os melhores treinadores de 2014. Na categoria individual, o espanhol Jesús Morlán, que ajudou Isaquías Queiroz a tornar-se bicampeão mundial na canoagem velocidade, foi homenageado. No coletivo, o prêmio foi para o dinamarquês Morten Soubak, campeão mundial com a seleção brasileira feminina de handebol em 2013.

Foram premiados ainda na noite desta terça-feira destaques individuais de 43 modalidades Olímpicas.

Confira na lista abaixo:

Atletismo – Fabiana Murer
Badminton – Lohaynny Vicente
Basquete – Tiago Splitter
Boxe – Robson Conceição
Canoagem Slalom – Ana Sátila
Canoagem Velocidade – Isaquias Queiróz
Ciclismo BMX – Renato Rezende
Ciclismo de Estrada – Rafael Andriato
Ciclismo Mountain Bike– Henrique Avancini
Ciclismo de Pista – Flavio Cipriano
Desportos na Neve – Isabel Clark
Desportos no Gelo – Isadora Williams
Esgrima – Renzo Agresta
Futebol – Neymar Junior
Ginástica Artística – Arhtur Zanetti
Ginástica de Trampolim – Camila Lopes Gomes
Ginástica Rítmica – Angélica Kvieczynski
Golfe – Rafael Becker
Handebol – Eduarda Amorim
Hipismo Adestramento – João Victor Oliva
Hipismo CCE – Márcio Jorge Carvalho
Hipismo Saltos – Álvaro Affonso de Miranda Neto (Doda)
Hóquei sobre Grama – Bruno Mendonça
Judô – Mayra Aguiar
Levantamento de Peso – Fernando Reis
Lutas – Aline da Silva Ferreira
Maratonas Aquáticas– Ana Marcela Cunha
Nado sincronizado – Giovana Stephan
Natação – Matheus Santana
Pentatlo Moderno – Yane Marques
Polo Aquático – Felipe Perrone
Remo – Fabiana Beltrame
Rúgbi – Julia Sardá
Saltos Ornamentais – Cesar Castro
Taekwondo – Edival Marques (Netinho)
Tênis – Marcelo Melo e Bruno Soares
Tênis de Mesa – Hugo Calderano
Tiro com Arco – Marcus Vinícius D´Almeida
Tiro Esportivo – Rodrigo Bastos
Triatlo – Pâmela Oliveira
Vela – Martine Grael e Kahena Kunze
Vôlei de praia – Juliana e Maria Elisa
Voleibol – Fabiana Claudino

Fonte:
Rio 2016

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Governo promove inclusão social pelo esporte
Secretaria Nacional de Esporte, Educação, Lazer e Inclusão Social (Snelis) determina as diretrizes de programas
Lei de Incentivo ao Esporte completa dez anos
Regra viabilizou investimento de R$ 1,87 bilhão em projetos de lazer, educação e esporte de alto rendimento
Parque Olímpico da Barra é legado dos Jogos Olímpicos
Espaço de 1,18 milhões de metros quadrados conta com velódromo, estádio aquático e centro de tênis
Secretaria Nacional de Esporte, Educação, Lazer e Inclusão Social (Snelis) determina as diretrizes de programas
Governo promove inclusão social pelo esporte
Regra viabilizou investimento de R$ 1,87 bilhão em projetos de lazer, educação e esporte de alto rendimento
Lei de Incentivo ao Esporte completa dez anos
Espaço de 1,18 milhões de metros quadrados conta com velódromo, estádio aquático e centro de tênis
Parque Olímpico da Barra é legado dos Jogos Olímpicos

Últimas imagens

Petrúcio Ferreira teve 3% a mais dos votos do que o segundo colocado, o tenista sueco Stefan Olsson
Petrúcio Ferreira teve 3% a mais dos votos do que o segundo colocado, o tenista sueco Stefan Olsson
Foto: Danilo Borges/Brasil2016
Selecionados receberão valor equivalente a 12 parcelas da bolsa definida para sua categoria
Selecionados receberão valor equivalente a 12 parcelas da bolsa definida para sua categoria
Foto: Roberto Castro/Min. do Esporte
Iniciativa foi criada para facilitar acesso de crianças e adolescentes ao esporte educacional
Iniciativa foi criada para facilitar acesso de crianças e adolescentes ao esporte educacional
Foto: Francisco Medeiros/Min. do Esporte
Etiene Medeiros é a primeira brasileira a ser campeã mundial de Natação em piscina longa (50 m)
Etiene Medeiros é a primeira brasileira a ser campeã mundial de Natação em piscina longa (50 m)
Foto: Danilo Borges/brasil2016.gov.br
Sargento João Gomes conquistou a medalha de prata na prova de 50 m Peito
Sargento João Gomes conquistou a medalha de prata na prova de 50 m Peito
Foto: Danilo Borges/brasil2016.gov.br

Governo digital