Você está aqui: Página Inicial > Esporte > 2014 > 12 > Prêmio Brasil Olímpico homenageia melhores atletas de 2014

Esporte

Prêmio Brasil Olímpico homenageia melhores atletas de 2014

Reconhecimento

Atletas serão escolhidos por um colégio eleitoral formado por especialistas do esporte
por Portal Brasil publicado: 16/12/2014 15h12 última modificação: 16/12/2014 17h06
Ricardo Bufolin/CBG/Brasil2016 Eleito como destaque da ginástica artística brasileira em 2014, Arthur Zanetti também concorre a melhor atleta do ano

Eleito como destaque da ginástica artística brasileira em 2014, Arthur Zanetti também concorre a melhor atleta do ano

O Comitê Olímpico do Brasil (COB) vai homenagear os melhores atletas do Brasil em 2014 nesta terça-feira (16), a partir das 20h, durante a 16ª edição do Prêmio Brasil Olímpico.

Na cerimônia, que será realizada no Theatro Municipal do Rio de Janeiro, serão anunciados os vencedores do prêmio de Melhor Atleta do Ano, escolhidos por um colégio eleitoral formado por especialistas do esporte. O ministro do Esporte, Aldo Rebelo, estará presente no evento.

Os concorrentes a Melhor Atleta do Ano são: Ana Marcela Cunha (maratona aquática), Mayra Aguiar (judô) e Martine Grael e Kahena Kunze (vela), no feminino; Arthur Zanetti (ginástica artística), Marcus Vinicius D´Almeida (tiro com arco) e Tiago Splitter (basquete), no masculino. Em 2013, os eleitos foram Poliana Okimoto (maratona aquática) e Jorge Zarif (vela).

Dos atletas que concorrem ao prêmio de Melhor Atleta do Ano em 2014, apenas Tiago Splitter, que compete na NBA e foi campeão da última temporada pelo San Antonio Spurs, não recebe a Bolsa Pódio do governo federal, voltada aos atletas com mais chances de subir ao pódio nos Jogos Rio 2016.

Além dos seis mais votados para o Melhor Atleta do Ano, receberão seus troféus os destaques de 2014 em cada uma das 43 modalidades. O evento fará um tributo especial aos medalhistas nos Jogos Olímpicos da Juventude Nanquim 2014, realizados em agosto.

Atleta da torcida

A novidade no Prêmio Brasil Olímpico deste ano é a escolha do Atleta da Torcida. Para esta nova categoria, o COB selecionou atletas ou duplas que marcaram o esporte brasileiro em 2014, seja por sua performance, exemplo de superação, conquista inédita ou por suas atitudes e condutas.

A definição do vencedor desta categoria será feita pelo público, que vota pelas das mídias sociais, Facebook e Twitter, utilizando hashtags que devem conter #EuVotoPBO e o nome do atleta.

Concorrem ao prêmio Atleta da Torcida: Cesar Cielo (natação), Diego Hypolito (ginástica artística), Isaquias Queiroz (canoagem velocidade), Marcus Vinícius D’Almeida (tiro com arco), Matheus Santana (natação), Tiago Splitter (basquete), Aline Ferreira (luta), Flavia Saraiva (ginástica artística), Larissa e Talita (vôlei de praia), Martine Grael e Kahena Kunze (vela), Mayra Aguiar (judô) e Sheilla Castro (vôlei).

A 16ª edição do Prêmio Brasil Olímpico homenageará ainda o maratonista Vanderlei Cordeiro de Lima com o Troféu Adhemar Ferreira da Silva, por representar os valores éticos, esportivos e morais que marcaram a trajetória de Adhemar.

Também receberão prêmios os melhores treinadores do ano, Morten Soubak (handebol) e Jesus Morlán (canoagem velocidade), e os Melhores Atletas dos Jogos Escolares da Juventude, entre outras homenagens.

Conheça os melhores de 2014 em cada modalidade:

Atletismo – Fabiana Murer

Badminton – Lohaynny Vicente

Basquete – Tiago Splitter

Boxe – Robson Conceição

Canoagem Slalom – Ana Sátila

Canoagem Velocidade – Isaquias Queiróz

Ciclismo BMX – Renato Rezende

Ciclismo Estrada – Rafael Andriato

Ciclismo Mountain Bike – Henrique Avancini

Ciclismo Pista – Flavio Cipriano

Desportos na Neve – Isabel Clark

Desportos no Gelo – Isadora Williams

Esgrima – Renzo Agresta

Futebol – Neymar Junior

Ginástica Artística – Arhtur Zanetti

Ginástica de Trampolim – Camila Lopes Gomes

Ginástica Rítmica – Angélica Kvieczynski

Golfe – Rafael Becker

Handebol – Eduarda Amorim

Hipismo Adestramento – João Victor Oliva

Hipismo CCE – Márcio Jorge Carvalho

Hipismo Saltos – Álvaro Affonso de Miranda Neto (Doda)

Hóquei Sobre Grama – Bruno Mendonça

Judô – Mayra Aguiar

Levantamento de Peso – Fernando Reis

Lutas – Aline da Silva Ferreira

Maratona Aquática – Ana Marcela Cunha

Nado sincronizado – Giovana Stephan

Natação – Matheus Santana

Pentatlo Moderno – Yane Marques

Polo Aquático – Felipe Perrone

Remo – Fabiana Beltrame

Rúgbi – Julia Sardá

Saltos Ornamentais – Cesar Castro

Taekwondo – Edival Marques (Netinho)

Tênis – Marcelo Melo e Bruno Soares

Tênis de Mesa – Hugo Calderano

Tiro com Arco – Marcus Vinícius D´Almeida

Tiro Esportivo – Rodrigo Bastos

Triatlo – Pâmela Oliveira

Vela – Martine Grael e Kahena Kunze

Vôlei de praia – Juliana e Maria Elisa

Vôlei – Fabiana Claudino

Conheça os melhores do Ano em todas as edições do Prêmio Brasil Olímpico:

1999 – Maurren Maggi (atletismo) e Gustavo Kuerten (tênis)

2000 – Leila Barros (vôlei) e Gustavo Kuerten (tênis)

2001 – Daniele Hypolito (ginástica artística) e Robert Scheidt (vela)

2002 - Daniele Hypolito (ginástica artística) e Nalbert (vôlei)

2003 – Daiane dos Santos (ginástica artística) e Fernando Meligeni (tênis)

2004 - Daiane dos Santos (ginástica artística) e Vanderlei Cordeiro de Lima (atletismo)

2005 – Natália Falavigna (taekwondo) e João Derly (judô)

2006 – Laís Souza (ginástica artística) e Giba (vôlei)

2007 – Jade Barbosa (ginástica artística) e Thiago Pereira (natação)

2008 – Maurren Maggi (atletismo) e Cesar Cielo (natação)

2009 – Sarah Menezes (judô) e Cesar Cielo (natação)

2010 – Fabiana Murer (atletismo) e Murilo Endres (vôlei)

2011 - Fabiana Murer (atletismo) e Cesar Cielo (natação)

2012 – Sheilla Castro (vôlei) e Arthur Zanetti (ginástica)

2013 – Poliana Okimoto (maratona aquática) e Jorge Zarif (vela)

 

Fonte:

Brasil 2016

 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Publicação analisa impactos dos megaeventos no Brasil e no mundo
Publicação lançada no Rio de Janeiro discute os impactos dos megaeventos no Brasil e no mundo. O livro, que reúne 145 autores de 70 universidades, será publicado em formato digital e oferecido gratuitamente
Inscrições para o Bolsa Atleta terminam em 6 de setembro
Cerca de 23 mil esportistas já foram patrocinados pelo programa do governo federal
Governo promove inclusão social pelo esporte
Secretaria Nacional de Esporte, Educação, Lazer e Inclusão Social (Snelis) determina as diretrizes de programas
Publicação lançada no Rio de Janeiro discute os impactos dos megaeventos no Brasil e no mundo. O livro, que reúne 145 autores de 70 universidades, será publicado em formato digital e oferecido gratuitamente
Publicação analisa impactos dos megaeventos no Brasil e no mundo
Cerca de 23 mil esportistas já foram patrocinados pelo programa do governo federal
Inscrições para o Bolsa Atleta terminam em 6 de setembro
Secretaria Nacional de Esporte, Educação, Lazer e Inclusão Social (Snelis) determina as diretrizes de programas
Governo promove inclusão social pelo esporte

Últimas imagens

Jogos Escolares são maior celeiro de atletas olímpicos do País
Jogos Escolares são maior celeiro de atletas olímpicos do País
Foto: Rogério Vital/Ministério do Esporte
Martins tornou-se o segundo brasileiro com mais medalhas em Universíades
Martins tornou-se o segundo brasileiro com mais medalhas em Universíades
Divulgação/CBDU
Atleta terminou a prova com o tempo de 3m52s542
Atleta terminou a prova com o tempo de 3m52s542
Divulgação/Federação Int. de Canoagem
Henrique Martins, da natação, ficou em terceiro lugar nos 100 metros borboleta – a décima medalha brasileira no torneio
Henrique Martins, da natação, ficou em terceiro lugar nos 100 metros borboleta – a décima medalha brasileira no torneio
Divulgação/CBDU
Tamires Crude garantiu o bronze na categoria até 57kg, e Eleudis Valentin, a prata na categoria até 52kg
Tamires Crude garantiu o bronze na categoria até 57kg, e Eleudis Valentin, a prata na categoria até 52kg
Arquivo/CBDU

Governo digital