Você está aqui: Página Inicial > Esporte > 2014 > 12 > Última semana para escolher os nomes dos mascotes do Rio 2016

Esporte

Última semana para escolher os nomes dos mascotes do Rio 2016

Jogos Olímpicos

Nome da dupla, inspirada na fauna e flora brasileira, será revelado no próximo domingo (14)
por Portal Brasil publicado: 08/12/2014 12h06 última modificação: 08/12/2014 12h06
Divulgação/Rio 2016/André Redlich Mascotes dos Jogos Rio 2016 participam de festival esportivo

Mascotes dos Jogos Rio 2016 participam de festival esportivo

Esta é a última semana para participar da escolha dos nomes dos mascotes dos Jogos Olímpicos Rio 2016. A votação termina no dia 14 de dezembro, data em que será divulgada a escolha do público.

A votação pode ser feita pelo site dos mascotes, nos perfis do Rio 2016 no Twitter e no Facebook ou por meio de SMS da Claro. 

Três pares de nomes estão em votação, sendo um para o mascote Olímpico e outro para o Paralímpico.

São eles: Oba e Eba, interjeições de comemoração; Tiba Tuque e Esquindim, que remetem ao som e ao gingado do brasileiro; e Vinícius e Tom, em homenagem aos dois grandes ícones da Música Popular Brasileira (MPB).

O mascote Olímpico representa a diversidade dos animais do País - a agilidade dos felinos, o gingado dos macacos e a leveza das aves. Já o Paralímpico é uma inédita mistura da flora brasileira, que está sempre crescendo e superando obstáculos.

Criaturas mágicas com superpoderes, ambos nasceram da explosão de alegria dos brasileiros quando foi anunciada a vitória do Rio de Janeiro como cidade-sede dos Jogos de 2016. Confira no vídeo abaixo:

Fonte:
Rio 2016

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Programa Forças no Esporte comemora Dia das Crianças
Iniciativa do Ministério da Defesa, em parceria com outros ministérios, leva para as crianças atividades esportivas, lazer e aulas de reforço no período do contra turno escolar
Publicação analisa impactos dos megaeventos no Brasil e no mundo
Publicação lançada no Rio de Janeiro discute os impactos dos megaeventos no Brasil e no mundo. O livro, que reúne 145 autores de 70 universidades, será publicado em formato digital e oferecido gratuitamente
Inscrições para o Bolsa Atleta terminam em 6 de setembro
Cerca de 23 mil esportistas já foram patrocinados pelo programa do governo federal
Iniciativa do Ministério da Defesa, em parceria com outros ministérios, leva para as crianças atividades esportivas, lazer e aulas de reforço no período do contra turno escolar
Programa Forças no Esporte comemora Dia das Crianças
Publicação lançada no Rio de Janeiro discute os impactos dos megaeventos no Brasil e no mundo. O livro, que reúne 145 autores de 70 universidades, será publicado em formato digital e oferecido gratuitamente
Publicação analisa impactos dos megaeventos no Brasil e no mundo
Cerca de 23 mil esportistas já foram patrocinados pelo programa do governo federal
Inscrições para o Bolsa Atleta terminam em 6 de setembro

Últimas imagens

Rebeca Andrade é uma das ginastas do time feminino que representa o Brasil na competição
Rebeca Andrade é uma das ginastas do time feminino que representa o Brasil na competição
Foto: Danilo Borges/Ministério do Esporte
Jogos Escolares são maior celeiro de atletas olímpicos do País
Jogos Escolares são maior celeiro de atletas olímpicos do País
Foto: Rogério Vital/Ministério do Esporte
Martins tornou-se o segundo brasileiro com mais medalhas em Universíades
Martins tornou-se o segundo brasileiro com mais medalhas em Universíades
Divulgação/CBDU
Atleta terminou a prova com o tempo de 3m52s542
Atleta terminou a prova com o tempo de 3m52s542
Divulgação/Federação Int. de Canoagem
Henrique Martins, da natação, ficou em terceiro lugar nos 100 metros borboleta – a décima medalha brasileira no torneio
Henrique Martins, da natação, ficou em terceiro lugar nos 100 metros borboleta – a décima medalha brasileira no torneio
Divulgação/CBDU

Governo digital