Você está aqui: Página Inicial > Esporte > 2015 > 01 > Fabiana Murer compete em Meeting na França

Esporte

Fabiana Murer compete em Meeting na França

Atletismo

Saltadora estreia neste fim de semana na temporada de 2015 nas competições em pista coberta no inverno europeu
por Portal Brasil publicado: 22/01/2015 18h08 última modificação: 22/01/2015 18h08

Sem competir desde setembro de 2014, depois do bicampeonato da Diamond League no salto com vara, e após terminar o ano na liderança do ranking mundial (com 4,80m, resultado feito em Nova York, em junho/2014), Fabiana Murer inicia a temporada no Meeting Perche Élite Tour, em Rouen, na França, neste sábado (24).

Na sequência, a saltadora, que viajou acompanhada pelo técnico Elson Miranda e por seus colegas de clube Fábio Gomes da Silva e Augusto Dutra, disputará também o Meeting de Vendée (31) e o Meeting Top Perche, em Nevers (7.2), ambos na França. O XLGalan, em Estocolmo, Suécia (19) e o Sainsbury's Birmingham Indoor Grand Prix, em Birmingham, Inglaterra (21.2), completam o calendário de provas em pista coberta.

“Consegui passar tranquilamente, sem lesões, pela fase de treinos pesados e trabalhei muito, além do físico, no aperfeiçoamento técnico de alguns detalhes, como a velocidade da corrida, por exemplo. Estou me sentindo forte fisicamente”, avaliou Fabiana, que retomou a preparação em novembro, após um período de férias.

“Em 2014, ganhei o título da Diamond League em competições bem importantes. Saltei 4,80m, o que eu não fazia desde 2011. Foi um ano muito bom e quero repetir isso em 2015”, avisou.

No último domingo (18), Fabiana, que é contemplada com o Bolsa Pódio do governo federal, seguiu para Malmo, na Suécia, que será a base dos brasileiros na Europa nesta temporada indoor. Ela tem um objetivo claro: buscar os 4,82m, seu recorde sul-americano indoor, obtido em Birmingham (ING), em 20 de fevereiro de 2010.

“Tenho sempre de focar na minha melhor marca. Serão cinco competições, preciso ir acertando a escolha das varas que vou usar, a corrida, ganhar ritmo... Optei por fazer a temporada indoor justamente para pegar ritmo de competição e dar uma quebra no treinamento antes da temporada ao ar livre, que será bem longa. Depois, volto a treinar e a me preparar para os Jogos Pan-Americanos de Toronto e para o Mundial de Pequim”, detalhou a saltadora.

O Troféu Brasil, de 14 a 17 de maio, será a primeira competição outdoor de Fabiana.

Para o atletismo, os Jogos Pan-Americanos serão disputados entre 21 e 25 de julho. E Fabiana Murer já tem participação assegurada no Mundial de Pequim, de 22 a 30 de agosto, no Ninho do Pássaro, o mesmo estádio dos Jogos Olímpicos de 2008. Como campeã de 2014 do salto com vara na Diamond League, a brasileira não depende de índice — desde 2012, pela regra, em anos pares os vencedores do circuito de elite da IAAF são convidados automaticamente.

Masculino
Augusto Dutra também estreia na temporada 2015 em Rouen, no Meeting que terá a presença do recordista mundial do salto com vara indoor, o francês Renaud Lavillenie. Ele também compete em Nevers, ao lado de Fabiana Murer. Além disso Augusto tem, ainda, uma prova acertada em Dusseldorf, na Alemanha, no dia 31.

Segundo o técnico Elson Miranda, tanto Augusto Dutra quanto Fábio Gomes da Silva — que compete em Vendée no dia 31 e em Nevers no dia 7 de fevereiro — estão esperando confirmações de outros meetings. Ambos são contemplados com a Bolsa Pódio do governo federal.

“Vai ser uma temporada bem rápida e encaro mais como uma preparação para as provas que virão em seguida, ao ar livre. No ano passado eu não saltei bem e agora quero ter uma sequência boa de saltos em competições. Eu trabalhei para acertar a velocidade da corrida, fiz uma boa preparação na base, sem lesões, e quero saltar bem”, declarou Augusto Dutra.


Fonte:
Brasil 2016

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Daniel Dias fala sobre importância do Bolsa Atleta
Daniel Dias, maior atleta paralímpico do Brasil, fala sobre sua carreira e a importância do Programa Bolsa Atleta para a sua sua trajetória no esporte
Representantes da Rio 2016 fazem balanço da Paralimpíada
Representantes do Governo Federal, da Rio 2016 e do Comitê Paralímpico Internacional comentam os resultados do País ao sediar os Jogos Paralímpicos Rio 2016
Comitê Paralímpico faz homenagem a atletas
Após a melhor campanha em quantidade de medalhas da história da delegação brasileira, os atletas da delegação nacional receberam uma homenagem do Comitê Paralímpico Brasileiro
Daniel Dias, maior atleta paralímpico do Brasil, fala sobre sua carreira e a importância do Programa Bolsa Atleta para a sua sua trajetória no esporte
Daniel Dias fala sobre importância do Bolsa Atleta
Representantes do Governo Federal, da Rio 2016 e do Comitê Paralímpico Internacional comentam os resultados do País ao sediar os Jogos Paralímpicos Rio 2016
Representantes da Rio 2016 fazem balanço da Paralimpíada
Após a melhor campanha em quantidade de medalhas da história da delegação brasileira, os atletas da delegação nacional receberam uma homenagem do Comitê Paralímpico Brasileiro
Comitê Paralímpico faz homenagem a atletas

Últimas imagens

Na edição anterior, o time brasileiro liderou o quadro de medalhas com 209 pódios, sendo 102 de ouro
Na edição anterior, o time brasileiro liderou o quadro de medalhas com 209 pódios, sendo 102 de ouro
Divulgação/Prefeitura de Itajaí
Ainda no sábado (21), as oitavas de final contarão com outras três partidas
Ainda no sábado (21), as oitavas de final contarão com outras três partidas
Divulgação/CBHb
Uma das presenças que compõem equipe é a do armador direito, José Guilherme de Toledo
Uma das presenças que compõem equipe é a do armador direito, José Guilherme de Toledo
Divulgação/Conf. Brasileira de Handebol
O centro foi construído com recursos do ministério e integra a Rede Nacional de Treinamento
O centro foi construído com recursos do ministério e integra a Rede Nacional de Treinamento
Foto: Miriam Jeske/Brasil 2016
Nos Jogos Paralímpicos, todas as medalhas brasileiras foram conquistadas por atletas bolsistas
Nos Jogos Paralímpicos, todas as medalhas brasileiras foram conquistadas por atletas bolsistas
Foto: Washington Alves/Comitê Paralímpico

Governo digital