Você está aqui: Página Inicial > Esporte > 2016 > 08 > Comitê Paralímpico anuncia seis novos atletas na delegação brasileira

Esporte

Comitê Paralímpico anuncia seis novos atletas na delegação brasileira

Rio 2016

Reforço no Time Brasil vem após o Comitê Paralímpico da Rússia ser suspenso da competição e um atleta do tiro ao arco desistir
por Portal Brasil publicado: 25/08/2016 15h35 última modificação: 25/08/2016 15h45
CPB/Divulgação O nadador paralímpico Ronystony Cordeiro (foto) é um dos seis atletas que passaram a integrar a delegação brasileira após a exclusão da Rússia

O nadador paralímpico Ronystony Cordeiro (foto) é um dos seis atletas que passaram a integrar a delegação brasileira após a exclusão da Rússia

Seis novos atletas fazem parte da delegação brasileira na Paralimpíada 2016 — que passa a ter 285 esportistas. O reforço no quadro de atletas do País foi divulgado nesta quinta-feira (25) pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), após a suspensão do Comitê Paralímpico da Rússia e uma desistência ocorrida na modalidade tiro com arco.

A reorganização foi feita pelo Comitê Paralímpico Internacional (IPC, em inglês) e inclui os atletas Mariana D’Andrea (halterofilismo), Ronystony Cordeiro, Adriano de Lima, Alan Augusto Santos (natação), Vanderson Chaves (esgrima) e Patrícia Layolle (tiro com arco).

Assim, a delegação brasileira agora será composta por 185 homens e 100 mulheres, maior participação em volume de atletas brasileiros em Jogos Paralímpicos. Com os 23 acompanhantes e 195 oficiais, a equipe verde e amarela será composta por 503 pessoas.

Missão Nos Jogos Rio 2016

O Brasil tem como objetivo chegar ao quinto lugar no quadro geral de medalhas. A melhor participação até o momento ocorreu em Londres 2012, quando a delegação brasileira conquistou o sétimo lugar – foram 21 medalhas de ouro, 14 de prata e oito de bronze.

A cerimônia de abertura está marcada para o dia 7 de setembro. Os Jogos serão realizados até o dia 18. São esperados cerca de 4.350 atletas de 160 países na competição. Estarão em disputa 528 medalhas.

Fonte: Portal Brasil, com informações do Ministério dos Esportes

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Programa Forças no Esporte comemora Dia das Crianças
Iniciativa do Ministério da Defesa, em parceria com outros ministérios, leva para as crianças atividades esportivas, lazer e aulas de reforço no período do contra turno escolar
Publicação analisa impactos dos megaeventos no Brasil e no mundo
Publicação lançada no Rio de Janeiro discute os impactos dos megaeventos no Brasil e no mundo. O livro, que reúne 145 autores de 70 universidades, será publicado em formato digital e oferecido gratuitamente
Inscrições para o Bolsa Atleta terminam em 6 de setembro
Cerca de 23 mil esportistas já foram patrocinados pelo programa do governo federal
Iniciativa do Ministério da Defesa, em parceria com outros ministérios, leva para as crianças atividades esportivas, lazer e aulas de reforço no período do contra turno escolar
Programa Forças no Esporte comemora Dia das Crianças
Publicação lançada no Rio de Janeiro discute os impactos dos megaeventos no Brasil e no mundo. O livro, que reúne 145 autores de 70 universidades, será publicado em formato digital e oferecido gratuitamente
Publicação analisa impactos dos megaeventos no Brasil e no mundo
Cerca de 23 mil esportistas já foram patrocinados pelo programa do governo federal
Inscrições para o Bolsa Atleta terminam em 6 de setembro

Últimas imagens

Texto também define percentuais das verbas das loterias que entidades podem adotar em atividades administrativas
Texto também define percentuais das verbas das loterias que entidades podem adotar em atividades administrativas
Arquivo/CPB
Rebeca Andrade é uma das ginastas do time feminino que representa o Brasil na competição
Rebeca Andrade é uma das ginastas do time feminino que representa o Brasil na competição
Foto: Danilo Borges/Ministério do Esporte
Jogos Escolares são maior celeiro de atletas olímpicos do País
Jogos Escolares são maior celeiro de atletas olímpicos do País
Foto: Rogério Vital/Ministério do Esporte
Martins tornou-se o segundo brasileiro com mais medalhas em Universíades
Martins tornou-se o segundo brasileiro com mais medalhas em Universíades
Divulgação/CBDU
Atleta terminou a prova com o tempo de 3m52s542
Atleta terminou a prova com o tempo de 3m52s542
Divulgação/Federação Int. de Canoagem

Governo digital