Você está aqui: Página Inicial > Esporte > 2017 > 08 > Judô e levantamento de peso destacam Brasil na Universíade

Esporte

Judô e levantamento de peso destacam Brasil na Universíade

Competição internacional

Além de um ouro e um bronze no judô, Luana Madeira, do levantamento de peso, quebrou o próprio recorde e ficou em quarta colocação
publicado: 21/08/2017 11h57 última modificação: 21/08/2017 12h18

Os atletas brasileiros abriram a participação na 29ª Universíade de Verão, realizada na China Taipei, ou Taiwan, com dois pódios no judô. 

Houve quebra de recorde brasileiro no levantamento de peso, com Luana Oliveira Madeira. Competindo pela categoria até 48 kg, ela bateu as próprias marcas em arremesso e total. No arremesso, a aluna-atleta mantinha a marca de 93 kg, superados com 94 kg. Na categoria total, ela passou de 169 kg para 170 kg.

“Hoje tive a oportunidade de disputar com medalhistas mundiais e olímpicas, e devo isso ao meu treinador, que me fez acreditar que poderia conseguir. Espero, em 2020, estar novamente ao lado dessas meninas”, disse a atleta, que ficou com a quarta colocação. 

Na natação, além da classificação em oito categorias, as mulheres chegam a uma final depois de jejum de 20 anos, com o revezamento 4 x 100 m livre.

Bárbara Timo disputou a final na categoria até 70 quilos com a japonesa Saki Niizoe e conquistou a medalha de ouro. Na Rússia, em 2013, a atleta não conquistou medalha, e em 2015 ela não participou da competição.

Arquivo/ CBJ

Bárbara Timo Judô

O aluno-atleta Vinícius Panini conquistou o bronze na categoria até 81 quilos, depois de ser derrotado e retornar na repescagem. O atleta caiu em chave dura, com representantes de Rússia, Japão e França.

Arquivo Pessoal

Vinícius Panini

A edição 2017 da competição internacional, a 29ª da Universíade de Verão, segue até 30 de agosto, com cerca de 7,7 mil alunos-atletas de 170 países, em competições de 21 modalidades. Além das 14 com participação brasileira, também há disputas de basquete, ginástica artística, polo aquático, tiro com arco, beisebol, golfe e patinação.

O Ministério do Esporte empenhou mais de R$ 6,1 milhões para a viagem da delegação, sendo que, desse total, R$ 2 milhões já foram encaminhados para a Confederação Brasileira de Desporto Universitário (CBDU). O repasse contempla passagens, hospedagens, taxas de inscrição, seguro de viagem, alimentação e uniformes.

Fonte: Portal Brasil, com informações da Agência Brasil e Rede Nacional do Esporte

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

registrado em: , ,

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Publicação analisa impactos dos megaeventos no Brasil e no mundo
Publicação lançada no Rio de Janeiro discute os impactos dos megaeventos no Brasil e no mundo. O livro, que reúne 145 autores de 70 universidades, será publicado em formato digital e oferecido gratuitamente
Inscrições para o Bolsa Atleta terminam em 6 de setembro
Cerca de 23 mil esportistas já foram patrocinados pelo programa do governo federal
Governo promove inclusão social pelo esporte
Secretaria Nacional de Esporte, Educação, Lazer e Inclusão Social (Snelis) determina as diretrizes de programas
Publicação lançada no Rio de Janeiro discute os impactos dos megaeventos no Brasil e no mundo. O livro, que reúne 145 autores de 70 universidades, será publicado em formato digital e oferecido gratuitamente
Publicação analisa impactos dos megaeventos no Brasil e no mundo
Cerca de 23 mil esportistas já foram patrocinados pelo programa do governo federal
Inscrições para o Bolsa Atleta terminam em 6 de setembro
Secretaria Nacional de Esporte, Educação, Lazer e Inclusão Social (Snelis) determina as diretrizes de programas
Governo promove inclusão social pelo esporte

Últimas imagens

Jogos Escolares são maior celeiro de atletas olímpicos do País
Jogos Escolares são maior celeiro de atletas olímpicos do País
Foto: Rogério Vital/Ministério do Esporte
Martins tornou-se o segundo brasileiro com mais medalhas em Universíades
Martins tornou-se o segundo brasileiro com mais medalhas em Universíades
Divulgação/CBDU
Atleta terminou a prova com o tempo de 3m52s542
Atleta terminou a prova com o tempo de 3m52s542
Divulgação/Federação Int. de Canoagem
Henrique Martins, da natação, ficou em terceiro lugar nos 100 metros borboleta – a décima medalha brasileira no torneio
Henrique Martins, da natação, ficou em terceiro lugar nos 100 metros borboleta – a décima medalha brasileira no torneio
Divulgação/CBDU
Tamires Crude garantiu o bronze na categoria até 57kg, e Eleudis Valentin, a prata na categoria até 52kg
Tamires Crude garantiu o bronze na categoria até 57kg, e Eleudis Valentin, a prata na categoria até 52kg
Arquivo/CBDU

Governo digital