Você está aqui: Página Inicial > Governo > 2010 > 03 > Praça dos Três Poderes

Governo

Praça dos Três Poderes

por Portal Brasil publicado: 30/03/2010 14h25 última modificação: 28/07/2014 11h30
A praça dos 3 poderes foi projeta por Oscar Niemeyer, onde selocaliza as sedes dos Três Poderes da Republica.

A praça dos 3 poderes foi projeta por Oscar Niemeyer, onde selocaliza as sedes dos Três Poderes da Republica.

Idealizada por Lúcio Costa e projetada por Oscar Niemeyer, é um amplo espaço cívico que integra o Congresso Nacional, Palácio do Planalto e o Supremo Tribunal Federal, sedes dos Três Poderes da República: Legislativo, Executivo e Judiciário.

Na praça está localizada a escultura "Os Guerreiros", de Bruno Giorgi, considerada um símbolo de Brasília. Em frente ao prédio do Supremo Tribunal Federal, a escultura "A Justiça" é de autoria de Alfredo Ceschiatti

Local: Localizada ao final da Esplanada dos Ministérios

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Começo de uma nova era: Diário Oficial da União deixará de ser impresso
Uma nova era de modernidade, eficiência e economia começa para a Imprensa Nacional, a partir desta sexta-feira (1º). Desta data em diante, o Diário Oficial da União (DOU) deixa de ser impresso e fica disponível diariamente apenas pela internet, no endereço portal.imprensanacional.gov.br
Temer diz que reforma da Previdência é essencial e conta com Congresso para sua aprovação
Governo do Brasil quer aprovar a proposta para garantir direitos iguais a todos e cortar privilégios. É que afirmou o presidente Michel Temer em mensagem gravada para as redes sociais oficiais; confira
Ouvidoria recebe mais de 67 mil denúncias no primeiro semestre
Denúncias de violações de direitos humanos foram recebidas pela ouvidoria do governo federal; maioria relatou violações contra crianças e adolescentes
Uma nova era de modernidade, eficiência e economia começa para a Imprensa Nacional, a partir desta sexta-feira (1º). Desta data em diante, o Diário Oficial da União (DOU) deixa de ser impresso e fica disponível diariamente apenas pela internet, no endereço portal.imprensanacional.gov.br
Começo de uma nova era: Diário Oficial da União deixará de ser impresso
Governo do Brasil quer aprovar a proposta para garantir direitos iguais a todos e cortar privilégios. É que afirmou o presidente Michel Temer em mensagem gravada para as redes sociais oficiais; confira
Temer diz que reforma da Previdência é essencial e conta com Congresso para sua aprovação
Denúncias de violações de direitos humanos foram recebidas pela ouvidoria do governo federal; maioria relatou violações contra crianças e adolescentes
Ouvidoria recebe mais de 67 mil denúncias no primeiro semestre

Últimas imagens

Congresso Nacional deve analisar o PL encaminhado pelo Executivo
Congresso Nacional deve analisar o PL encaminhado pelo Executivo
Alan Santos/PR
Programa torna mais fácil e rápido processos como emissão de documentos, marcação de consultas pelo SUS e pagamento de obrigações trabalhistas e previdenciárias
Programa torna mais fácil e rápido processos como emissão de documentos, marcação de consultas pelo SUS e pagamento de obrigações trabalhistas e previdenciárias
Foto: Toninho Tavares/Agência Brasília
Obras deverão ser em melhorias como iluminação e saneamento básico
Obras deverão ser em melhorias como iluminação e saneamento básico
Alexandre Lombardi/Pref. de Sorocaba (SP)
Criado em 1º de outubro de 1862, documento que registra atos do governo estará disponível apenas pela internet, no Portal da Imprensa Nacional, a partir de 30 novembro
Criado em 1º de outubro de 1862, documento que registra atos do governo estará disponível apenas pela internet, no Portal da Imprensa Nacional, a partir de 30 novembro
Arquivo/Imprensa Nacional
Presidente acompanhou o lançamento acompanhado por ministros e militares
Presidente acompanhou o lançamento acompanhado por ministros e militares
Foto: Beto Barata/PR
Decreto publicado em 29 de setembro define ampliação de R$ 12,660 bilhões das despesas do Executivo
Decreto publicado em 29 de setembro define ampliação de R$ 12,660 bilhões das despesas do Executivo
Marcos Santos/USP Imagens

Governo digital