Você está aqui: Página Inicial > Governo > 2010 > 09 > Agricultura orienta plantio de milheto, caju, arroz e mamona

Governo

Agricultura orienta plantio de milheto, caju, arroz e mamona

por Portal Brasil publicado: 16/09/2010 20h52 última modificação: 28/07/2014 12h08

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento definiu o zoneamento agrícola para as culturas do milheto em Mato Grosso do Sul; caju, na Bahia e Piauí; arroz de sequeiro (sem irrigação), no Pará, e mamona no Maranhão. O zoneamento identifica áreas e períodos de plantio mais apropriados para minimizar riscos climáticos coincidentes com as fases mais sensíveis das culturas. As regras também indicam as culturas mais adaptadas à região e os tipos de solo favoráveis conforme textura.

 

O milheto é uma planta forrageira bastante utilizada no Brasil, especialmente na região Sul, como semente para produção de ração e cobertura de solo no sistema de plantio direto. A cultura também pode recuperar pastagens no sistema Integração Lavoura-Pecuária e ser utilizada na alimentação animal em forma de silagem (técnica de conservação da planta) em locais com deficiência hídrica.

 

Já o caju assume papel cada vez mais significativo na economia nordestina, com geração de emprego e renda principalmente no beneficiamento da castanha. O cajueiro é uma planta tropical, que exige condições de temperatura entre 22ºC e 32ºC, muita luminosidade e altitude inferior a 600 metros.

 

A mamona tem várias aplicações para o óleo extraído de suas amêndoas, cujos teores variam de 43% a 49%, dependendo da variedade e da região. A planta apresenta tolerância à seca, sendo boa alternativa de cultivo em diversas regiões do País. Apenas o excesso de umidade é prejudicial durante o ciclo da cultura. 

 

A produção de arroz de sequeiro depende do regime pluvial, pois a ocorrência de seca durante a fase de formação dos grãos compromete a produtividade da cultura.  Na safra passada, o Pará produziu 273 mil toneladas de arroz em 136 mil hectares, conforme levantamento da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

 

As normas do zoneamento agrícola foram publicadas no Diário Oficial da União desta quarta-feira (15).

 

Fonte:
Ministério da Agricultura

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

registrado em:

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Despesas de custeio do governo federal registram maior queda em seis anos
Segundo o Boletim de Custeio Administrativo, houve redução de 20,5% com passagens aéreas e 7,2% com material de escritório
Eliseu Padilha fala sobre prioridades do governo para gerar mais empregos
O ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, participou, na terça-feira (31), da abertura da reunião do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social, em Brasília
Compartilhamento de dados irá evitar fraudes nos programas sociais
O Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário, em parceria com o Ministério do Trabalho, está compartilhando informações de cadastro dos programas sociais para evitar fraudes
Segundo o Boletim de Custeio Administrativo, houve redução de 20,5% com passagens aéreas e 7,2% com material de escritório
Despesas de custeio do governo federal registram maior queda em seis anos
O ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, participou, na terça-feira (31), da abertura da reunião do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social, em Brasília
Eliseu Padilha fala sobre prioridades do governo para gerar mais empregos
O Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário, em parceria com o Ministério do Trabalho, está compartilhando informações de cadastro dos programas sociais para evitar fraudes
Compartilhamento de dados irá evitar fraudes nos programas sociais

Últimas imagens

Objetivo é reduzir gastos e aumentar a arrecadação
Objetivo é reduzir gastos e aumentar a arrecadação
Arquivo/Iphan
O ministro-chefe da Casa Civil ocupará a presidência do Brasil Eficiente, que será integrado por demais ministros
O ministro-chefe da Casa Civil ocupará a presidência do Brasil Eficiente, que será integrado por demais ministros
Foto: Ligiani Silveira/Governo do Mato Grosso
Iniciativa partiu da Ouvidoria-Geral da União (OGU) junto à Comissão Gestora do Sistema de Gestão de Convênios e Contratos de Repasse
Iniciativa partiu da Ouvidoria-Geral da União (OGU) junto à Comissão Gestora do Sistema de Gestão de Convênios e Contratos de Repasse
Divulgação/Governo de Minas Gerais
A Controladoria-Geral da União será o primeiro órgão a adotar o TáxiGov fora da fase de testes
A Controladoria-Geral da União será o primeiro órgão a adotar o TáxiGov fora da fase de testes
Divulgação/Ministério do Planejamento
A pasta encaminhou 1.167 Tomadas de Contas Especiais ao TCU para início da cobrança em 2016
A pasta encaminhou 1.167 Tomadas de Contas Especiais ao TCU para início da cobrança em 2016
Marcos Santos/USP Imagens
Com o TáxiGov, o governo deixará de usar frota própria gradualmente
Com o TáxiGov, o governo deixará de usar frota própria gradualmente
Foto: Wilson Dias/Agência Brasil
Valor foi depositado nas contas do Fundo de Participação dos Municípios e pode ser utilizado livremente
Valor foi depositado nas contas do Fundo de Participação dos Municípios e pode ser utilizado livremente
Foto: Gleice Mere/Ministério do Planejamento
A depender da avaliação bimestral de receitas e despesas, serão adotadas medidas de limitação orçamentária
A depender da avaliação bimestral de receitas e despesas, serão adotadas medidas de limitação orçamentária
Foto: José Cruz/Agência Brasil
Presidente em exercício, Rodrigo Maia, sancionou a lei na terça-feira durante viagem de Michel Temer a Portugal
Presidente em exercício, Rodrigo Maia, sancionou a lei na terça-feira durante viagem de Michel Temer a Portugal
Foto: José Cruz/Agência Brasil
Município de onde os cidadãos mais acessaram foi São Paulo (SP), com mais de 2,1 milhões de visitas
Município de onde os cidadãos mais acessaram foi São Paulo (SP), com mais de 2,1 milhões de visitas
Waldemir Barreto/Agência Senado

Governo digital