Você está aqui: Página Inicial > Governo > 2010 > 09 > Agricultura orienta plantio de milheto, caju, arroz e mamona

Governo

Agricultura orienta plantio de milheto, caju, arroz e mamona

por Portal Brasil publicado: 16/09/2010 20h52 última modificação: 28/07/2014 12h08

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento definiu o zoneamento agrícola para as culturas do milheto em Mato Grosso do Sul; caju, na Bahia e Piauí; arroz de sequeiro (sem irrigação), no Pará, e mamona no Maranhão. O zoneamento identifica áreas e períodos de plantio mais apropriados para minimizar riscos climáticos coincidentes com as fases mais sensíveis das culturas. As regras também indicam as culturas mais adaptadas à região e os tipos de solo favoráveis conforme textura.

 

O milheto é uma planta forrageira bastante utilizada no Brasil, especialmente na região Sul, como semente para produção de ração e cobertura de solo no sistema de plantio direto. A cultura também pode recuperar pastagens no sistema Integração Lavoura-Pecuária e ser utilizada na alimentação animal em forma de silagem (técnica de conservação da planta) em locais com deficiência hídrica.

 

Já o caju assume papel cada vez mais significativo na economia nordestina, com geração de emprego e renda principalmente no beneficiamento da castanha. O cajueiro é uma planta tropical, que exige condições de temperatura entre 22ºC e 32ºC, muita luminosidade e altitude inferior a 600 metros.

 

A mamona tem várias aplicações para o óleo extraído de suas amêndoas, cujos teores variam de 43% a 49%, dependendo da variedade e da região. A planta apresenta tolerância à seca, sendo boa alternativa de cultivo em diversas regiões do País. Apenas o excesso de umidade é prejudicial durante o ciclo da cultura. 

 

A produção de arroz de sequeiro depende do regime pluvial, pois a ocorrência de seca durante a fase de formação dos grãos compromete a produtividade da cultura.  Na safra passada, o Pará produziu 273 mil toneladas de arroz em 136 mil hectares, conforme levantamento da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

 

As normas do zoneamento agrícola foram publicadas no Diário Oficial da União desta quarta-feira (15).

 

Fonte:
Ministério da Agricultura

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

registrado em:

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Samuel Pinheiro comenta importância do petróleo para matriz energética
Embaixador ressaltou importância da exploração do pré-sal
#TerremotoNepal | Carlos Alberto Simas Magalhães
O embaixador Carlos Alberto Simas Magalhães, subsecretário-geral das Comunicações Brasileiras no Exterior, comenta as ações do Brasil para auxiliar brasileiros no Nepal.
#BrasilDigital Virgilio
Seminário 100% Digital
Embaixador ressaltou importância da exploração do pré-sal
Samuel Pinheiro comenta importância do petróleo para matriz energética
O embaixador Carlos Alberto Simas Magalhães, subsecretário-geral das Comunicações Brasileiras no Exterior, comenta as ações do Brasil para auxiliar brasileiros no Nepal.
#TerremotoNepal | Carlos Alberto Simas Magalhães
Seminário 100% Digital
#BrasilDigital Virgilio

Últimas imagens

Para a presidenta, Facebook é uma das principais ferramentas da revolução digital
Para a presidenta, Facebook é uma das principais ferramentas da revolução digital
Foto: Roberto Stuckert Filho/PR
Presidenta Dilma encontrou-se com Barack Obama em abril deste ano
Presidenta Dilma encontrou-se com Barack Obama em abril deste ano
Foto: Roberto Stuckert Filho/PR
Plano Nacional de Defesa Agropecuária foi lançado nesta quarta-feira (6) pela presidenta Dilma Rousseff
Plano Nacional de Defesa Agropecuária foi lançado nesta quarta-feira (6) pela presidenta Dilma Rousseff
Anunciada em 2007, uma das maiores reservas do mundo já responde por 28% do que se produz no Brasil e mostra a decisão acertada do modelo de partilha na exploração
Anunciada em 2007, uma das maiores reservas do mundo já responde por 28% do que se produz no Brasil e mostra a decisão acertada do modelo de partilha na exploração

Governo digital