Você está aqui: Página Inicial > Governo > 2010 > 09 > Contran poderá dispensar assento para crianças em carros com cinto abdominal

Geral

Contran poderá dispensar assento para crianças em carros com cinto abdominal

por Portal Brasil publicado: 02/09/2010 16h43 última modificação: 28/07/2014 12h09

O Conselho Nacional de Trânsito (Contran) poderá dispensar o uso do assento de elevação para transporte de crianças de 4 a 7 anos e meio em veículos que tenham cinto de dois pontos (abdominal). Nesse tipo de veículo, as crianças poderiam ser transportadas no banco de trás, presas apenas pelo cinto abdominal. A decisão final pode sair até sexta-feira (3).


De acordo com a lei em vigor desde quarta-feira (1º), crianças até 1 ano deverão usar o bebê-conforto; crianças entre 1 e 4 anos, cadeirinhas; e as de 4 a 7 anos e meio assentos de elevação. Enquanto não houver decisão sobre o assunto, continua a valer a norma, que prevê multa de R$ 191,54 além de 7 pontos na carteira de habilitação para o motorista infrator.


Segundo o advogado especialista em direito de trânsito, Délio Cardoso, a lei deve ser cumprida, mas seria de bom-senso dos órgãos uma tolerância razoável para que os motoristas pudessem se adequar.


Em São Paulo, o Comando de Policiamento de Trânsito da Polícia Militar de São Paulo (CPTran) faz bloqueios educativos até sexta (3) e as multas só começarão a ser aplicadas a partir do dia 6. A Companhia de Engenharia e Tráfego (CET) está autuando desde essa quinta-feira (2).


No Ceará, as blitze educativas se estenderão até o dia 25 de setembro. O Departamento Estadual de Trânsito do Ceará (Detran -CE) informou que prorrogou a fiscalização sem multas por conta da Semana Nacional do Trânsito, que tem como tema exatamente o uso da cadeirinha.


Fonte:
Agência Brasil

 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Ouvidoria recebe mais de 67 mil denúncias no primeiro semestre
Denúncias de violações de direitos humanos foram recebidas pela ouvidoria do governo federal; maioria relatou violações contra crianças e adolescentes
Conheça do GovData
Plataforma compartilha a análise de dados governamentais
TáxiGov: saiba como pedir uma corrida
Serviço deve ser solicitado pelo site taxigov.gov.br
Denúncias de violações de direitos humanos foram recebidas pela ouvidoria do governo federal; maioria relatou violações contra crianças e adolescentes
Ouvidoria recebe mais de 67 mil denúncias no primeiro semestre
Plataforma compartilha a análise de dados governamentais
Conheça do GovData
Serviço deve ser solicitado pelo site taxigov.gov.br
TáxiGov: saiba como pedir uma corrida

Últimas imagens

Programa torna mais fácil e rápido processos como emissão de documentos, marcação de consultas pelo SUS e pagamento de obrigações trabalhistas e previdenciárias
Programa torna mais fácil e rápido processos como emissão de documentos, marcação de consultas pelo SUS e pagamento de obrigações trabalhistas e previdenciárias
Foto: Toninho Tavares/Agência Brasília
Obras deverão ser em melhorias como iluminação e saneamento básico
Obras deverão ser em melhorias como iluminação e saneamento básico
Alexandre Lombardi/Pref. de Sorocaba (SP)
Criado em 1º de outubro de 1862, documento que registra atos do governo estará disponível apenas pela internet, no Portal da Imprensa Nacional, a partir de 30 novembro
Criado em 1º de outubro de 1862, documento que registra atos do governo estará disponível apenas pela internet, no Portal da Imprensa Nacional, a partir de 30 novembro
Arquivo/Imprensa Nacional
Presidente acompanhou o lançamento acompanhado por ministros e militares
Presidente acompanhou o lançamento acompanhado por ministros e militares
Foto: Beto Barata/PR
Decreto publicado em 29 de setembro define ampliação de R$ 12,660 bilhões das despesas do Executivo
Decreto publicado em 29 de setembro define ampliação de R$ 12,660 bilhões das despesas do Executivo
Marcos Santos/USP Imagens

Governo digital