Você está aqui: Página Inicial > Governo > 2011 > 01 > Biografia do vice-presidente

Governo

Biografia do vice-presidente

O vice-presidente eleito Michel Miguel Elias Temer Lulia nasceu em 23 de setembro de 1940, na cidade de Tietê, interior do estado de São Paulo
por Portal Brasil publicado: 11/01/2011 15h24 última modificação: 28/07/2014 13h58
Antonio Cruz/ABR Michel Temer, vice-presidente do Brasil

Michel Temer, vice-presidente do Brasil

O vice-presidente eleito Michel Miguel Elias Temer Lulia nasceu em 23 de setembro de 1940, na cidade de Tietê, interior do estado de São Paulo. É o caçula de oito irmãos e filho de Miguel Elias Temer Lulia e March Barbar Lulia, que deixaram o Líbano em 1925 para viver no Brasil.

Aos 16 anos, Michel Temer inicia o Ensino Médio em uma escola da capital paulista. Anos depois, ingressa na tradicional Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo (USP), no Largo São Francisco.

Dá prosseguimento à carreira acadêmica e doutora-se pela Pontifícia Universidade Católica (PUC) de São Paulo. Dirige o curso de pós-graduação da Faculdade de Direito da PUC-SP, leciona na Faculdade de Direito de Itu. É considerado um dos maiores constitucionalistas do Brasil.

Em 1983, é convidado pelo governador Franco Montoro (1983-1987) para ocupar a Procuradoria Geral do Estado. Assume a Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo em 1984, quando adota ideias posteriormente consideradas modelo em todo o País. Em 1985, cria a primeira Delegacia da Mulher no Brasil. Na mesma época, institui a Delegacia de Proteção aos Direitos Autorais, importante instrumento de combate à pirataria.

Deixa o cargo em 1986 para concorrer a deputado federal constituinte pelo Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB). Elege-se e, após o período da Constituinte, é reconduzido ao cargo de deputado federal por cinco vezes pelo mesmo partido. Licenciou-se para reassumir a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo em 1992, no governo de Luiz Antonio Fleury.

De volta à Câmara dos Deputados, ocupa a presidência da Casa em 1997, 1999 e 2009 e exerce a função de Presidente da República interinamente por duas vezes: de 27 a 31 de janeiro de 1998 e em 15 de junho de 1999. Em 2001, é eleito presidente nacional do PMDB.

Em 2009, é apontado pelo Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap) como parlamentar mais influente do Congresso Nacional. Doutor em Direito pela Pontifícia Universidade Católica (PUC) de São Paulo, Temer é autor dos livros Constituição e Política, Territórios Federais nas Constituições Brasileiras e Seus Direitos na Constituinte e Elementos do Direito Constitucional.

Em 2010, é eleito vice-presidente da República na chapa de Dilma Rousseff.

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Brasil assina acordo de Paris sobre mudança do clima
A cerimônia reuniu mais de 130 chefes de Estado na sede das Nações Unidas
Entrevista de Dilma Rousseff é destaque na imprensa internacional
A entrevista da presidenta Dilma foi destaque nos principais jornais estrangeiros neste sábado (23)
"Logística precisa estar preparada para atender ao crescimento do País"
"Logística precisa estar preparada para atender ao crescimento do País"
A cerimônia reuniu mais de 130 chefes de Estado na sede das Nações Unidas
Brasil assina acordo de Paris sobre mudança do clima
A entrevista da presidenta Dilma foi destaque nos principais jornais estrangeiros neste sábado (23)
Entrevista de Dilma Rousseff é destaque na imprensa internacional
"Logística precisa estar preparada para atender ao crescimento do País"
"Logística precisa estar preparada para atender ao crescimento do País"

Últimas imagens

Somente em Salvador serão entregues 2.800 unidades
Somente em Salvador serão entregues 2.800 unidades
Foto: Isac Nóbrega/PR
Em vários momentos, integrantes dos movimentos sociais que assistiam à cerimônia gritaram “Não vai ter golpe”
Em vários momentos, integrantes dos movimentos sociais que assistiam à cerimônia gritaram “Não vai ter golpe”
Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil
Ministro da Educação disse que reconhecer o resultado da eleição é fundamental para a democracia
Ministro da Educação disse que reconhecer o resultado da eleição é fundamental para a democracia
Divulgação/EBC
Presidenta Dilma cumprimenta Mauro Lopes em cerimônia de transmissão de cargo na manhã desta quinta-feira (17)
Presidenta Dilma cumprimenta Mauro Lopes em cerimônia de transmissão de cargo na manhã desta quinta-feira (17)
Foto: Elio Sales/SAC

Governo digital