Você está aqui: Página Inicial > Governo > 2011 > 07 > Governo federal prepara série de ações para reforçar saúde na região Nordeste

Governo

Governo federal prepara série de ações para reforçar saúde na região Nordeste

por Portal Brasil publicado: 25/07/2011 10h35 última modificação: 28/07/2014 13h33

O governo federal quer ampliar a assistência em saúde à população nordestina por meio de serviços básicos de saúde e ações de saneamento. Dentro do programa Brasil Sem Miséria, o Ministério da Saúde anunciou, na última semana, que coordenará o desenvolvimento de ações estratégicas nos nove estados da região. Nesta segunda-feira (25), a presidenta Dilma Rousseff e o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, detalham o conjunto de medidas para a região.

Segundo o ministério, as metas serão: a construção de 638 Unidades Básicas de Saúde (UBSs), a oferta de quase dois milhões de consultas oftalmológicas e mais de 800 mil óculos para estudantes, a instalação de 45 centros de especialidades e 91 unidades móveis odontológicas, o fornecimento de 476 mil próteses dentárias e a construção de 50 mil cisternas, poços e sistemas de abastecimento de água e saneamento na região.

As ações de saúde começam a ser executadas pelos estados e municípios do Nordeste a partir deste mês e serão desenvolvidas até 2014. Os recursos federais somam R$ 700 milhões.


Unidades básicas de saúde

Até o final deste ano e dentro do programa Brasil Sem Miséria, o Ministério da Saúde, em parceria com estados e municípios da região nordeste, construirá – com recursos da ordem de R$ 140 milhões – 638 Unidades Básicas de Saúde em 448 cidades avaliadas como locais de extrema pobreza. Em todo o País, esta quantidade de UBSs inseridas no Brasil Sem Miséria chegará a 1.219 unidades.

“Estamos intensificando as ações de ampliação do acesso e da qualidade da atenção básica à população brasileira, sobretudo nas áreas de maior vulnerabilidade e necessidade. Há recursos financeiros disponíveis para a ampliação do número de UBSs e reforma daquelas unidades que já existem", explica Aristides Oliveira, coordenador-substituto de Gestão da Atenção Básica do Ministério da Saúde.

Em todo a rede pública, até 2014, serão construídas 3.272 UBSs, com recursos de R$ 910 milhões.

“No Nordeste, principalmente, queremos ampliar e qualificar a atenção básica como forma de enfrentarmos questões de saúde que ainda afetam consideravelmente a população desta região, como é o caso das ocorrências relacionadas à atenção pré-natal e o enfrentamento das chamadas ‘doenças negligenciadas’”, observa o ministro Alexandre Padilha. “Por isso, vamos reforçar as medidas previstas na Rede Cegonha, lançada no último mês de março como uma estratégia para a melhoria da qualidade da assistência às gestantes e aos bebês”, completa o ministro.


Fonte:
Ministério da Saúde

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Governo cria novo modelo de transporte
Sistema utiliza um aplicativo de celular e substitui carros alugados por táxis. Iniciativa busca economizar cerca de R$ 20 milhões
Plano possibilitará regularização de propriedades e reformas
Governo federal vai lançar dois programas nesta semana - um para a regularização de propriedades e outro para a reforma de imóveis
Vem aí uma nova Voz do Brasil!
Dinamismo e interatividade, tudo voltado para o cidadão! A partir de 31 de outubro, o programa A Voz do Brasil está de cara nova
Sistema utiliza um aplicativo de celular e substitui carros alugados por táxis. Iniciativa busca economizar cerca de R$ 20 milhões
Governo cria novo modelo de transporte
Governo federal vai lançar dois programas nesta semana - um para a regularização de propriedades e outro para a reforma de imóveis
Plano possibilitará regularização de propriedades e reformas
 Dinamismo e interatividade, tudo voltado para o cidadão! A partir de 31 de outubro, o programa A Voz do Brasil está de cara nova
Vem aí uma nova Voz do Brasil!

Últimas imagens

A unidade da federação com maior expectativa de vida foi Santa Catarina, com 78,7 anos
A unidade da federação com maior expectativa de vida foi Santa Catarina, com 78,7 anos
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Dias de guarda dos credos e religiões não relacionados poderão ser compensados
Dias de guarda dos credos e religiões não relacionados poderão ser compensados
Foto: Alexandre Macieira/Prefeitura do Rio
Presidente do Fórum manifestou interesse em levar ao Brasil, em 2018, a versão latino-americana do evento
Presidente do Fórum manifestou interesse em levar ao Brasil, em 2018, a versão latino-americana do evento
Divulgação/World Economic Forum
A Constituição permite que o governo edite MPs de crédito para atender despesas urgentes e imprevistas, em caso de guerra, comoção interna ou calamidade pública
A Constituição permite que o governo edite MPs de crédito para atender despesas urgentes e imprevistas, em caso de guerra, comoção interna ou calamidade pública
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
O evento foi realizado pelas Câmaras de Comércio da Índia, Federação de Câmaras de Comércio e Indústria da Índia e Confederação de Indústria da Índia
O evento foi realizado pelas Câmaras de Comércio da Índia, Federação de Câmaras de Comércio e Indústria da Índia e Confederação de Indústria da Índia
Divulgação/MDIC
A Portaria nº 51 foi publicada no Diário Oficial da União desta quinta (13)
A Portaria nº 51 foi publicada no Diário Oficial da União desta quinta (13)
Antonio Cruz/Agência Brasil
Em junho, Michel Temer determinou à Aeronáutica que mantenha permanentemente um jato à disposição para transporte de órgãos e tecidos
Em junho, Michel Temer determinou à Aeronáutica que mantenha permanentemente um jato à disposição para transporte de órgãos e tecidos
Foto: Andre Feitosa / FAB
Presidente Michel Temer durante apresentação do novo regime fiscal aos líderes da base aliada da Câmara e do Senado
Presidente Michel Temer durante apresentação do novo regime fiscal aos líderes da base aliada da Câmara e do Senado
Foto: Beto Barata/PR

Governo digital