Você está aqui: Página Inicial > Governo > 2011 > 09 > PF desarticula esquema de falsificação de moeda em três estados do Nordeste

Governo

PF desarticula esquema de falsificação de moeda em três estados do Nordeste

por Portal Brasil publicado: 13/09/2011 15h27 última modificação: 28/07/2014 13h27

A Polícia Federal (PF) desencadeou nesta terça-feira (13), em três estados do Nordeste, a operação Shekel, com o objetivo de desarticular esquema de falsificação de cédulas. Foram cumpridos oito mandados judiciais nas cidades de João Pessoa (PB), Arapiraca (AL) e Propriá (SE).

As investigações, iniciadas em setembro de 2010, detectaram 32 mil cédulas no valor de R$ 50 com a mesma numeração de série e características das produzidas pelos investigados. Foram retiradas de circulação cerca de R$ 1,6 milhão em cédulas falsas, que eram produzidas na cidade de Arapiraca.

Foram apreendidas cédulas falsas de R$ 50 com os investigados. Os laudos periciais comprovaram que as cédulas foram falsificadas com o uso de computação gráfica através de scanner e programa gráfico e impressas em impressoras a jato de tinta.

O grupo era formado por integrantes com antecedentes de assaltos e explosões de terminais bancários. Alguns já estavam cumprindo pena. O responsável pela falsificação já teria sido indiciado pela PF por crimes de falsificação de moeda e formação de quadrilha em Araraquara (SP). As cédulas eram trazidas para Recife (PE) para pessoas indicadas por um ex-sargento da Polícia Militar da Paraíba que se encontra cumprindo pena no presídio de Jacarapé.

O nome da operação é uma alusão a unidade de peso usada para negociação antes do surgimento das moedas.


Fonte:
Polícia Federal

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Conheça do GovData
Plataforma compartilha a análise de dados governamentais
TáxiGov: saiba como pedir uma corrida
Serviço deve ser solicitado pelo site taxigov.gov.br
TáxiGov: saiba como fazer o primeiro acesso
Usuários devem acessar taxigov.gov.br e realizar o cadastro
Plataforma compartilha a análise de dados governamentais
Conheça do GovData
Serviço deve ser solicitado pelo site taxigov.gov.br
TáxiGov: saiba como pedir uma corrida
Usuários devem acessar taxigov.gov.br e realizar o cadastro
TáxiGov: saiba como fazer o primeiro acesso

Últimas imagens

Aulas irão abordar a importância de se adaptar portais para pessoas com deficiência
Aulas irão abordar a importância de se adaptar portais para pessoas com deficiência
Marcos Santos/USP Imagens
Curso vai apresentar noções básicas e também os fundamentos legais do orçamento público
Curso vai apresentar noções básicas e também os fundamentos legais do orçamento público
Divulgação/EBC

Suspensão deve-se ao não cumprimento de tratados firmados no momento de adesão ao bloco
Suspensão deve-se ao não cumprimento de tratados firmados no momento de adesão ao bloco
Divulgação/Itamaraty
Parte da reserva emergencial estabelecida pelo Decreto já foi utilizada para atender ministérios
Parte da reserva emergencial estabelecida pelo Decreto já foi utilizada para atender ministérios
Foto: Marcos Corrêa/PR
Primeira parcela corresponde a até metade do valor total e será paga junto aos outros benefícios do mês
Primeira parcela corresponde a até metade do valor total e será paga junto aos outros benefícios do mês
Foto: Bernardo Rebello/Caixa
Cerca de 83,7% das pessoas beneficiadas com recursos das contas do FGTS já fizeram saque
Cerca de 83,7% das pessoas beneficiadas com recursos das contas do FGTS já fizeram saque
Foto: Rodrigo de Oliveira/Caixa
Provimento dos cargos vai depender da existência de vagas na data de publicação do edital
Provimento dos cargos vai depender da existência de vagas na data de publicação do edital
Divulgação/Abin
Cursos de gestão abordam risco, dívida pública, suprimento de fundos e relacionamentos interpessoais
Cursos de gestão abordam risco, dívida pública, suprimento de fundos e relacionamentos interpessoais
Divulgação/Esaf
Afastamentos serão concedidos a titulares de cargos efetivos há pelo menos três anos, para mestrado, e quatro anos, para doutorado
Afastamentos serão concedidos a titulares de cargos efetivos há pelo menos três anos, para mestrado, e quatro anos, para doutorado
Foto: Isa Lima/UnB Agência
Servidores do Ministério da Transparência podem filiar-se à Unacon e ter descontos em diversas áreas
Servidores do Ministério da Transparência podem filiar-se à Unacon e ter descontos em diversas áreas
Divulgação/Unacon

Governo digital