Você está aqui: Página Inicial > Governo > 2012 > 08 > CPF pode ser emitido de graça pela internet

Governo

CPF pode ser emitido de graça pela internet

Receita federal

Serviço está disponível 24h por dia, inclusive nos sábados, domingos e feriados
por Portal Brasil publicado: 03/08/2012 12h39 última modificação: 29/07/2014 08h56
Divulgação/Ministério da Saúde CPF pode ser emitido de graça pela internet

CPF pode ser emitido de graça pela internet

O contribuinte já pode emitir gratuitamente o Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) pela internet. A novidade entrou em funcionamento na quinta-feira (2) e estará disponível 24h por dia, inclusive nos sábados, domingos e feriados. Por enquanto, a ferramenta está disponível apenas para quem tem Título de Eleitor e até 25 anos de idade.

Para solicitar o CPF, o contribuinte deve acessar a página da Receita Federal na internet e fornecer o nome completo, a data de nascimento, o número do título de eleitor, o nome da mãe, a sua naturalidade, endereço e telefone fixo e celular na página. Com os dados, o sistema criará automaticamente o número do Cadastro.

O subsecretário de Arrecadação e Atendimento da Receita Federal, Carlos Roberto Occaso, que anunciou a novidade, alerta que após o preenchimento dos dados o contribuinte precisará imprimir o comprovante de inscrição e anotar o número depois que os dados forem validados. Caso perca essas informações, o número só poderá ser recuperado em uma agência da Receita. “Não será possível se inscrever novamente pela internet porque o sistema não permite”, advertiu o subsecretário.

Segundo Occaso, o sistema é totalmente seguro e está imune a fraudes. “Quando o contribuinte envia os dados, o sistema faz um cruzamento de informações com outras bases nacionais de dados. Somente então, a inscrição é validada e o número é gerado”, explicou o subsecretário.

Caso haja inconsistência nos dados, pode ocorrer a impossibilite de efetivação da inscrição. Nesses casos, o contribuinte é orientado a ir a uma agência dos Correios, do Banco do Brasil ou da Caixa Econômica Federal para solicitar o CPF. A inscrição nos postos de atendimento continua funcionando e é instantânea, mas o serviço custa R$ 5,70.

No futuro a facilidade deve ser estendida também a quem não tem Título de Eleitor. Mas por enquanto, essa restrição existe porque é necessário um banco de dados nacional para as conferências das informações do solicitante.

Registro de Identidade Civil

O Ministério da Justiça possui um projeto que sugere a criação de um registro nacional para substituir as atuais carteiras de identidade. Esse novo documento é o Registro de Identidade Civil (RIC), mas ainda não há prazo definido para sua implementação.

Por meio do RIC, o cidadão será identificado com um único número, o que irá dificultar a realização de transações que precisam de identificação segura, como a assinatura de contrato ou a venda de produtos e serviços via internet. O certificado digital é exatamente a identificação do cidadão na rede, onde o indivíduo é protegido por senha.

O RIC tem a aparência de um cartão de crédito (smart card) e isso permite que, além da tradicional foto e digital, sejam colocados outros elementos que dificultam a falsificação do cartão. 

Desde 2010, a Receita acabou com a emissão do cartão de CPF porque o número aparece em outros documentos civis, como carteira de identidade e de motorista. Antes, o documento só podia ser obtido gratuitamente em postos conveniados do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), disponíveis na zona rural, e em serviços de emissão de documentos mantidos por alguns governos estaduais.

De acordo com ó órgão, 500 mil pessoas físicas se cadastram no CPF por mês. A expectativa é que 200 mil contribuintes recorram à inscrição pela internet.

Fontes:
Agência Brasil
Receita Federal
Portal Brasil 

 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Governo promove diálogo com sociedade
O ministro-chefe da Secretaria-Geral Miguel Rossetto destaca iniciativas de interação do governo
Samuel Pinheiro comenta importância do petróleo para matriz energética
Embaixador ressaltou importância da exploração do pré-sal
#TerremotoNepal | Carlos Alberto Simas Magalhães
O embaixador Carlos Alberto Simas Magalhães, subsecretário-geral das Comunicações Brasileiras no Exterior, comenta as ações do Brasil para auxiliar brasileiros no Nepal.
O ministro-chefe da Secretaria-Geral Miguel Rossetto destaca iniciativas de interação do governo
Governo promove diálogo com sociedade
Embaixador ressaltou importância da exploração do pré-sal
Samuel Pinheiro comenta importância do petróleo para matriz energética
O embaixador Carlos Alberto Simas Magalhães, subsecretário-geral das Comunicações Brasileiras no Exterior, comenta as ações do Brasil para auxiliar brasileiros no Nepal.
#TerremotoNepal | Carlos Alberto Simas Magalhães

Últimas imagens

Dilma destacou apoio do governo federal na conquista dos pódios em Toronto
Dilma destacou apoio do governo federal na conquista dos pódios em Toronto
Foto: Roberto Stuckert Filho
Governadores e representantes do Governo Federal participam de encontro do Piauí
Governadores e representantes do Governo Federal participam de encontro do Piauí
Divulgação/ Governo do Piauí
O ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República, Miguel Rossetto, discursa na abertura da 18ª Cúpula Social do Mercosul
O ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República, Miguel Rossetto, discursa na abertura da 18ª Cúpula Social do Mercosul
Foto: Naiara Pontes/SG
O ministro Armando Monteiro, durante o 5º Fórum Empresarial do Mercosul
O ministro Armando Monteiro, durante o 5º Fórum Empresarial do Mercosul
Foto: MDIC
Para a presidenta, Facebook é uma das principais ferramentas da revolução digital
Para a presidenta, Facebook é uma das principais ferramentas da revolução digital
Foto: Roberto Stuckert Filho/PR

Governo digital