Você está aqui: Página Inicial > Governo > 2012 > 11 > Aposentados e pensionistas vão receber R$ 35,6 bi referentes a novembro

Governo

Aposentados e pensionistas vão receber R$ 35,6 bi referentes a novembro

publicado: 29/11/2012 15:48 última modificação: 29/07/2014 08:58

R$ 11,7 bilhões serão referentes à segunda parcela do 13º salário, que começou a ser pago na segunda-feira (26)

 

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) libera até o dia 7 de dezembro o montante de R$ 35,6 bi relativo ao pagamento dos benefícios da folha de novembro. Desse total, R$ 11, 7 bilhões são referentes ao pagamento da segunda parcela do 13º salário, que foi liberado na segunda-feira (26). Os R$ 23,9 bilhões restantes totalizam o valor transferido mensalmente pelo instituto para o pagamento dos benefícios.

Ao todo, 25,8 milhões de beneficiários vão receber a segunda parcela do 13º. Já as aposentadorias e pensões serão concedidas a 30 milhões de beneficiários. Nem todos os benefícios dão direito ao 13º, como: amparo previdenciário do trabalhador rural, renda mensal vitalícia, amparo assistencial ao idoso e ao deficiente, auxílio-suplementar por acidente de trabalho, pensão mensal vitalícia, abono de permanência em serviço, vantagem do servidor aposentado pela autarquia empregadora e salário-família.

Os depósitos desta segunda parcela do 13º vêm com o desconto de Imposto de Renda (IR). A primeira parcela do 13º salário foi antecipada no pagamento da folha de agosto. Clique aqui para fazer o download em Excel da tabela completa com valores da folha de novembro por unidade da federação.

 

Um salário mínimo

O pagamento de aposentadoria e pensão para os segurados que recebem um salário mínimo começou na segunda-feira (26) para aqueles que possuem cartão com final 1, desconsiderando o dígito. O pagamento para quem recebe um mínimo seguiu na terça (27) e quarta (28) para os cartões com final 2 e 3, respectivamente. 

Nesta quinta-feira (29), será liberado o pagamento para os segurados que possuem cartão com final 4, e na sexta (30), com final 5. O pagamento continua na semana seguinte, na seguinte ordem: segunda (3) para os cartões com final 6; terça (4), para final 7; quarta (5), para final 8; quinta (6), 9; sexta (7), para final 0.

 

Mais de um salário mínimo

Para quem recebe acima do mínimo, o crédito começa a ser liberado a partir do dia 3 de dezembro. Nesta data, o INSS libera o pagamento para quem tem cartão com final 1 e 6, desconsiderando-se o dígito. O calendário segue até o dia 7 de dezembro na seguinte ordem: terça (4), para cartões com final 2 e 7; quarta (5), para final 3 e 8; quinta (6), final 4 e 9; sexta (7), final 5 e 0.

 

Cobertura

De acordo com dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio 2011 (Pnad), 82,1% dos idosos brasileiros estão protegidos pela Previdência Social. Essa porcentagem representa 19,3 milhões de pessoas com 60 anos ou mais - cerca de 1,6 milhão (81,73%) a mais do que o registrado na última Pnad, realizada em 2009.

Foi constatado pela Secretaria de Políticas de Previdência Social que, no caso dos homens dessa faixa etária, a proteção chega a 86,7% (9,01 milhões) e para as mulheres idosas, o percentual de cobertura chega a 78,6% (10,3 milhões).

A maior parte dos idosos protegidos recebia aposentadoria, grupo em que preponderavam os homens, que também eram maioria entre os não beneficiários que contribuíam para a Previdência Social. Este fato foi explicado, principalmente, por se depararem com requisitos mais elevados de idade e tempo de contribuição para o requerimento de aposentadorias.

O estudo revela também que o pagamento de benefícios previdenciários impediu que mais de 23,7 milhões de brasileiros, de todas as faixas etárias, ficassem abaixo da linha da pobreza. Sem os repasses da Previdência, a quantidade de pobres seria de 74,97 milhões de pessoas - redução de 12,8 pontos percentuais na taxa de pobreza.

 

Fonte:
Ministério da Previdência Social

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil