Você está aqui: Página Inicial > Governo > 2012 > 11 > Votação pelo sistema biométrico será ampliada em 2014

Governo

Votação pelo sistema biométrico será ampliada em 2014

por Portal Brasil publicado: 06/11/2012 17h24 última modificação: 29/07/2014 08h58

A meta do TSE é concluir o cadastramento em 2018, quando o País deverá ter 155 milhões de eleitores

 

A votação pelo sistema biométrico, que é o reconhecimento do leitor por sua digital, será ampliada nas eleições de 2014 afirmou, na segunda-feira (5), a presidenta do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministra Cármen Lúcia. Os presidentes dos tribunais regionais eleitorais terão prazo de 15 dias para informar as cidades onde a biometria poderá ser implantada futuramente.

Neste ano, o sistema de reconhecimento digital foi aplicado em 298 municípios de 24 estados, com a participação de 7,8 milhões de eleitores. Os índices de reconhecimento das impressões digitais alcançaram 94,18% no primeiro turno e 96,53% no segundo turno.

A biometria é uma tecnologia que confere ainda mais segurança à identificação do eleitor no momento da votação. O leitor biométrico acoplado à urna eletrônica deve confirmar a identidade de cada eleitor, comparando as impressões digitais com todo o banco de dados disponível.

O uso de urnas biométricas começou em 2007 com 42 mil eleitores, sendo ampliado para 1,1 milhão nas eleições de 2010. A meta do TSE é concluir o cadastramento para as eleições de 2018, quando o País deverá ter 155 milhões de pessoas aptas a votar. O processo é genuinamente brasileiro, com hardware e software desenvolvidos pelo tribunal.

Avaliação

A presidenta do TSE participou de uma de reunião com 23 presidentes de tribunais eleitorais regionais para discutir os números das eleições deste ano e programar melhorias para daqui a dois anos.

 

Fonte:

Agência Brasil
Tribunal Superior Eleitoral

 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Começo de uma nova era: Diário Oficial da União deixará de ser impresso
Uma nova era de modernidade, eficiência e economia começa para a Imprensa Nacional, a partir desta sexta-feira (1º). Desta data em diante, o Diário Oficial da União (DOU) deixa de ser impresso e fica disponível diariamente apenas pela internet, no endereço portal.imprensanacional.gov.br
Ouvidoria recebe mais de 67 mil denúncias no primeiro semestre
Denúncias de violações de direitos humanos foram recebidas pela ouvidoria do governo federal; maioria relatou violações contra crianças e adolescentes
Conheça do GovData
Plataforma compartilha a análise de dados governamentais
Uma nova era de modernidade, eficiência e economia começa para a Imprensa Nacional, a partir desta sexta-feira (1º). Desta data em diante, o Diário Oficial da União (DOU) deixa de ser impresso e fica disponível diariamente apenas pela internet, no endereço portal.imprensanacional.gov.br
Começo de uma nova era: Diário Oficial da União deixará de ser impresso
Denúncias de violações de direitos humanos foram recebidas pela ouvidoria do governo federal; maioria relatou violações contra crianças e adolescentes
Ouvidoria recebe mais de 67 mil denúncias no primeiro semestre
Plataforma compartilha a análise de dados governamentais
Conheça do GovData

Últimas imagens

Congresso Nacional deve analisar o PL encaminhado pelo Executivo
Congresso Nacional deve analisar o PL encaminhado pelo Executivo
Alan Santos/PR
Programa torna mais fácil e rápido processos como emissão de documentos, marcação de consultas pelo SUS e pagamento de obrigações trabalhistas e previdenciárias
Programa torna mais fácil e rápido processos como emissão de documentos, marcação de consultas pelo SUS e pagamento de obrigações trabalhistas e previdenciárias
Foto: Toninho Tavares/Agência Brasília
Obras deverão ser em melhorias como iluminação e saneamento básico
Obras deverão ser em melhorias como iluminação e saneamento básico
Alexandre Lombardi/Pref. de Sorocaba (SP)
Criado em 1º de outubro de 1862, documento que registra atos do governo estará disponível apenas pela internet, no Portal da Imprensa Nacional, a partir de 30 novembro
Criado em 1º de outubro de 1862, documento que registra atos do governo estará disponível apenas pela internet, no Portal da Imprensa Nacional, a partir de 30 novembro
Arquivo/Imprensa Nacional
Presidente acompanhou o lançamento acompanhado por ministros e militares
Presidente acompanhou o lançamento acompanhado por ministros e militares
Foto: Beto Barata/PR
Decreto publicado em 29 de setembro define ampliação de R$ 12,660 bilhões das despesas do Executivo
Decreto publicado em 29 de setembro define ampliação de R$ 12,660 bilhões das despesas do Executivo
Marcos Santos/USP Imagens

Governo digital