Você está aqui: Página Inicial > Governo > 2013 > 04 > Publicado decreto que homologa Terra Indígena Kayabi

Governo

Publicado decreto que homologa Terra Indígena Kayabi

por Portal Brasil publicado: 29/04/2013 14h20 última modificação: 29/07/2014 23h58

Foi publicado no Diário Oficial da União da última quinta-feira (24) o decreto de homologação da terra indígena, que fica localizada entre os municípios de Apiacás, no Mato Grosso, e Jacareacanga, no estado do Pará. A terra indígena, que tem 1.053.257 hectares, foi homologada para a posse permanente dos povos Kayabi, Munduruku e Apiaká.

O processo recente de demarcação da terra indígena teve início em 1993, com os estudos de identificação e delimitação da área de uso tradicional, e foi declarada pelo Ministério da Justiça como de ocupação permanente indígena.

 

Índios Kayabi

As notícias que se tem dos Kayabi, desde o século XIX, caracterizam este grupo como habitantes tradicionais do interflúvio Juruena/Teles Pires. Em 1884, os Kayabi foram mencionados pela primeira vez na literatura com um nome parecido com o atual. A primeira frente de expansão nacional a penetrar neste território indígena, com exceção dos bandeirantes à procura de minérios, foi formada por seringueiros, no final do século XIX.

Em 1915, o então Coronel Cândido Rondon, à época Chefe da Comissão de Linhas Telegráficas Estratégicas de Mato Grosso ao Amazonas, instruiu o Tenente Pyrineus de Souza que teve diversos contatos com os Kayabi.

Essas informações determinaram o início das ações de atração e pacificação do Serviço de Proteção aos Índios (SPI) com os Kayabi, com a fundação do Posto Pedro Dantas em 1922. Em 1936, os indígenasi já eram vistos na foz do Teles Pires e até na Missão Católica do rio Cururu, onde foram localizados por Curt Nimuendaju.

 

Fontes:
Secretaria-Geral da Presidência da República
Blog do Planalto

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Dilma se solidariza às vítimas do navio da BW
Presidenta telefonou ao presidente da Petrobras, Aldemir Bendine, para que ele transmitisse solidariedade às famílias das vítimas do acidente
Brasília sedia até sexta (13) encontro de ministros do Brics
Ministros do grupo formado por Brasil, Rússia, China, Índia e África do Sul, estão reunidos nesta semana para debater políticas sociais
Unger toma posse na Secretaria de Assuntos Estratégicos
Durante a cerimônia, presidenta Dilma afirmou que fazer do Brasil uma pátria educadora é uma das diretrizes do seu governo
Presidenta telefonou ao presidente da Petrobras, Aldemir Bendine, para que ele transmitisse solidariedade às famílias das vítimas do acidente
Dilma se solidariza às vítimas do navio da BW
Ministros do grupo formado por Brasil, Rússia, China, Índia e África do Sul, estão reunidos nesta semana para debater políticas sociais
Brasília sedia até sexta (13) encontro de ministros do Brics
Durante a cerimônia, presidenta Dilma afirmou que fazer do Brasil uma pátria educadora é uma das diretrizes do seu governo
Unger toma posse na Secretaria de Assuntos Estratégicos

Últimas imagens

Interessados não devem ter menos de 17 anos e nem podem completar 25 anos de idade até 31 de dezembro de 2015
Interessados não devem ter menos de 17 anos e nem podem completar 25 anos de idade até 31 de dezembro de 2015
Divulgação/AEB
Este ano, o dia 28 de outubro, quando é celebrado o Dia do Servidor Público, cairá numa quarta-feira
Este ano, o dia 28 de outubro, quando é celebrado o Dia do Servidor Público, cairá numa quarta-feira
Divulgação/MPOG
Ex-deputado federal, Claudio é professor universitário desde 1995
Ex-deputado federal, Claudio é professor universitário desde 1995
Divulgação/Seain
Presidenta Dilma Rousseff durante encontro com Mário José Vaz, Presidente da Guiné Bissau
Presidenta Dilma Rousseff durante encontro com Mário José Vaz, Presidente da Guiné Bissau
Foto: Roberto Stuckert/PR
Presidenta Dilma Rousseff durante encontro com Li Yuanchao, Vice-Presidente da República Popular da China
Presidenta Dilma Rousseff durante encontro com Li Yuanchao, Vice-Presidente da República Popular da China
Foto: Roberto Stuckert/PR

Governo digital