Você está aqui: Página Inicial > Governo > 2014 > 02 > Entrega de máquinas gera emprego e beneficia a indústria nacional, afirma Dilma

Governo

Entrega de máquinas gera emprego e beneficia a indústria nacional, afirma Dilma

PAC

Previsão é de que, até o fim do semestre, todas as cidades com até 50 mil habitantes tenham sido contempladas com operadores dos equipamentos treinados
por Portal Brasil publicado: 26/02/2014 16h43 última modificação: 30/07/2014 02h54

A presidenta Dilma Rousseff afirmou, nesta quarta-feira (26), em Betim (MG), ao entregar 226 máquinas para municípios de Minas Gerais, que o investimento do governo federal na compra de equipamentos beneficia a indústria nacional e gera empregos.

A previsão é de que, até o fim do semestre, todas as cidades com até 50 mil habitantes tenham sido contempladas com os operadores dos equipamentos treinados.

“Temos indústrias em Caixas do Sul, no Rio Grande do Sul, em Içara, em Santa Catarina, em São Bernardo e Piracicaba, em São Paulo, em Resende, no Rio de Janeiro, e aqui em Minas Gerais temos também a Case New Holland (…) Então compramos máquinas de todos os estados da federação. E, com a produção de máquinas criamos empregos, porque eles estão trabalhando na capacidade máxima e nós que estamos pressionando”, disse Dilma. 

A presidenta afirmou que o programa de entrega de máquinas tem papel importante em todos os municípios por dar autonomia aos prefeitos para atender as demandas da população e fazer a manutenção e recuperação de estradas vicinais, facilitando o escoamento da produção agrícola.

A presidenta lembrou que 87% de toda a produção rural brasileira está nos municípios de até 50 mil habitantes. Dilma disse ainda ter ouvido relatos de vários prefeitos sobre a dificuldade em realizar serviços de manutenção antes da entrega das máquinas. 

“Nas duas últimas semanas, eu participei de várias cerimônias parecidas como essa em outros três estados, além de Minas Gerais. Em todas elas eu ouvi dos prefeitos as informações que valorizavam essa entrega de máquinas que tem grande importância para seus municípios. Primeiro, tinha um que dizia que não tinha máquina, outros diziam, fazia na enxada mesmo os trabalhos que hoje essas máquinas permitem fazer. Outros disseram que usavam máquinas antigas que, vira e mexe, estavam quebradas. Outros ainda disseram que eram máquinas que tinham de alugar, e portanto, além de mantê-las, tinham o gasto com o aluguel”.

Equipamentos em Minas 

Ao todo, 792 municípios mineiros serão contemplados, beneficiando 2,5 milhões de pessoas da população rural. Já foram entregues 1.740 máquinas no estado, incluindo 792 retroescavadeiras, 401 motoniveladoras, 335 caminhões caçamba, 134 caminhões pipa e 78 pás carregadeiras. As cidades ainda vão receber outros 904 equipamentos e o investimento total vai ser de R$ 726 milhões, com 394,5 mil agricultores familiares beneficiados.

 

 

Fonte:
Blog do Planalto 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Começo de uma nova era: Diário Oficial da União deixará de ser impresso
Uma nova era de modernidade, eficiência e economia começa para a Imprensa Nacional, a partir desta sexta-feira (1º). Desta data em diante, o Diário Oficial da União (DOU) deixa de ser impresso e fica disponível diariamente apenas pela internet, no endereço portal.imprensanacional.gov.br
Temer diz que reforma da Previdência é essencial e conta com Congresso para sua aprovação
Governo do Brasil quer aprovar a proposta para garantir direitos iguais a todos e cortar privilégios. É que afirmou o presidente Michel Temer em mensagem gravada para as redes sociais oficiais; confira
Ouvidoria recebe mais de 67 mil denúncias no primeiro semestre
Denúncias de violações de direitos humanos foram recebidas pela ouvidoria do governo federal; maioria relatou violações contra crianças e adolescentes
Uma nova era de modernidade, eficiência e economia começa para a Imprensa Nacional, a partir desta sexta-feira (1º). Desta data em diante, o Diário Oficial da União (DOU) deixa de ser impresso e fica disponível diariamente apenas pela internet, no endereço portal.imprensanacional.gov.br
Começo de uma nova era: Diário Oficial da União deixará de ser impresso
Governo do Brasil quer aprovar a proposta para garantir direitos iguais a todos e cortar privilégios. É que afirmou o presidente Michel Temer em mensagem gravada para as redes sociais oficiais; confira
Temer diz que reforma da Previdência é essencial e conta com Congresso para sua aprovação
Denúncias de violações de direitos humanos foram recebidas pela ouvidoria do governo federal; maioria relatou violações contra crianças e adolescentes
Ouvidoria recebe mais de 67 mil denúncias no primeiro semestre

Últimas imagens

Congresso Nacional deve analisar o PL encaminhado pelo Executivo
Congresso Nacional deve analisar o PL encaminhado pelo Executivo
Alan Santos/PR
Programa torna mais fácil e rápido processos como emissão de documentos, marcação de consultas pelo SUS e pagamento de obrigações trabalhistas e previdenciárias
Programa torna mais fácil e rápido processos como emissão de documentos, marcação de consultas pelo SUS e pagamento de obrigações trabalhistas e previdenciárias
Foto: Toninho Tavares/Agência Brasília
Obras deverão ser em melhorias como iluminação e saneamento básico
Obras deverão ser em melhorias como iluminação e saneamento básico
Alexandre Lombardi/Pref. de Sorocaba (SP)
Criado em 1º de outubro de 1862, documento que registra atos do governo estará disponível apenas pela internet, no Portal da Imprensa Nacional, a partir de 30 novembro
Criado em 1º de outubro de 1862, documento que registra atos do governo estará disponível apenas pela internet, no Portal da Imprensa Nacional, a partir de 30 novembro
Arquivo/Imprensa Nacional
Presidente acompanhou o lançamento acompanhado por ministros e militares
Presidente acompanhou o lançamento acompanhado por ministros e militares
Foto: Beto Barata/PR
Decreto publicado em 29 de setembro define ampliação de R$ 12,660 bilhões das despesas do Executivo
Decreto publicado em 29 de setembro define ampliação de R$ 12,660 bilhões das despesas do Executivo
Marcos Santos/USP Imagens

Governo digital