Governo

Brasilidade

Joênia Wapixana é a primeira mulher indígena formada em direito

Joênia foi condecorada com a Ordem do Mérito Cultural e é a atual presidente da Comissão Nacional de Defesa dos Direitos dos Povos Indígenas
publicado: 03/02/2014 15h24, última modificação: 22/12/2017 21h36

Joênia Batista de Carvalho prefere se apresentar como Joênia Wapixana. Ela usa o nome de sua etnia para referenciar suas raízes e identidade indígenas.

Joênia quebrou paradigmas também ao se tornar a primeira mulher brasileira de origem indígena formada em Direito.

Condecorada com a Ordem do Mérito Cultural e atual presidente da Comissão Nacional de Defesa dos Direitos dos Povos Indígenas da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Joênia atua, ainda, no processo de demarcação da Reserva Indígena Raposa Serra do Sol. Para ela, seu protagonismo “representa a própria vida, a própria resistência”.

 

Fonte:
Blog do Planalto 

error while rendering plone.belowcontentbody.relateditems