Você está aqui: Página Inicial > Governo > 2014 > 09 > Ministra do Meio Ambiente analisa resultados de emissões de gases

Governo

Ministra do Meio Ambiente analisa resultados de emissões de gases

Metas

Segundo Izabella Teixeira, a redução na quantidade de emissões se deve principalmente a agricultura de baixo carbono
por Portal Brasil publicado: 23/09/2014 17h10 última modificação: 23/09/2014 17h10

O Brasil reduziu as emissões de gases na atmosfera em cerca de 79% da meta pretendida para 2020. De acordo com a ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, que apresenta os resultados brasileiros esta terça (23) e quarta-feira (24) na Cúpula do Clima, na sede da Organização das Nações Unidas (ONU), em Nova Iorque, o Brasil assumiu voluntariamente essa meta, com o compromisso de reduzir as emissões associadas ao desmatamento.

“O Brasil investe em soluções associadas a agricultura de baixo carbono, os planos setoriais que a nossa política nacional de clima definiu em torno de mudar o cenário de tendencial de emissões do Brasil em função do nosso desenvolvimento, ou seja, estamos praticando desenvolvimento com inclusão social, com erradicação da pobreza, gerando emprego e estamos mudando aquilo que seria a curva esperada de emissões nossas”, ressaltou a ministra.

Mais de 120 chefes de Estado e de governo participam a Cúpula do Clima. A presidenta Dilma Rousseff foi um dos chefes de estado a discursar na Cúpula. Em sua fala, dentre outros destaques, enfatizou que o crescimento das economias é compatível com a redução de emissões.

Avanços
A ministra afirma que o País acabará com o desmatamento ilegal e investirá cada vez mais em tecnologias e energias renováveis. Segundo Izabella, a contribuição do Brasil para as emissões, que era significativa na questão do desmatamento, está sendo reduzida.

“O Brasil tem muito o que mostrar voluntariamente. É um País que a ONU reconhece que tem as maiores contribuições em torno do enfrentamento da mudança do clima no mundo e, mais do que isso, temos contribuições no que diz respeito ao futuro, em torno no chamado dos setores estratégicos de geração de emissões, particularmente na manutenção da nossa matriz renovável e em torno da agricultura de baixo carbono”, explicou.

Ela afirma que o Brasil está levando conhecimento de monitoramento para outros países, contribuindo para manutenção das florestas tropicais do planeta, citando parceria com países da bacia amazônica e da bacia do Congo, na África. Além disso, há cooperações na área de agricultura e energia renováveis.

O desmatamento na Amazônia em 5.891 km² foi a segunda menor taxa registrada anualmente nos últimos 25 anos. O número foi confirmado pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), por meio do Projeto de Monitoramento do Desmatamento na Amazônia Legal (Prodes), espécie de acompanhamento via satélite, e abrange período de agosto de 2012 a julho de 2013.

Outro relatório mostrou que degradação florestal na Amazônia Legal atingiu, em 2013, o menor valor registrado desde o início da série histórica, em 2007.

Fonte:

Blog do Planalto

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Temer discute Previdência com ministros e parlamentares
Presidente recebeu neste domingo (16), no Palácio da Alvorada, autoridades para discutir a proposta de reforma da Previdência
Esclareça boatos sobre a Reforma da Previdência
O rombo previdenciário não para de crescer e pode engolir toda a nossa economia. Assista ao vídeo e entenda melhor. Não se deixe enganar
Saiba de onde sai o dinheiro para manter a Previdência
O INSS recebe hoje as contribuições de quem trabalha para manter as aposentadorias de quem já trabalhou
Presidente recebeu neste domingo (16), no Palácio da Alvorada, autoridades para discutir a proposta de reforma da Previdência
Temer discute Previdência com ministros e parlamentares
O rombo previdenciário não para de crescer e pode engolir toda a nossa economia. Assista ao vídeo e entenda melhor. Não se deixe enganar
Esclareça boatos sobre a Reforma da Previdência
O INSS recebe hoje as contribuições de quem trabalha para manter as aposentadorias de quem já trabalhou
Saiba de onde sai o dinheiro para manter a Previdência

Últimas imagens

Existem no Brasil cerca de 9,5 milhões de pessoas com algum nível de deficiência auditiva
Existem no Brasil cerca de 9,5 milhões de pessoas com algum nível de deficiência auditiva
Divulgação/UFPB
Principais medidas do texto foram mantidas, como regulamentação do trabalho intermitente
Principais medidas do texto foram mantidas, como regulamentação do trabalho intermitente
Alex Ferreira/Câmara dos Deputados
Documento foi organizado a partir de informações provenientes de diversos órgãos e entidades do Poder Executivo
Documento foi organizado a partir de informações provenientes de diversos órgãos e entidades do Poder Executivo
Divulgação/EBC
Cargos deverão ser preenchidos a partir deste mês até 31 de dezembro
Cargos deverão ser preenchidos a partir deste mês até 31 de dezembro
Divulgação/Advocacia-Geral da União
A maior parte dos serviços é integralmente virtual, da solicitação à solução da demanda
A maior parte dos serviços é integralmente virtual, da solicitação à solução da demanda
Foto: Marcos Santos/USP
Quatro das empresas alvo dos processos administrativos são ligadas ao Grupo Bellini
Quatro das empresas alvo dos processos administrativos são ligadas ao Grupo Bellini
Foto: Marcos Santos/USP
A estimativa é que, até 2018, todos os ministérios localizados no Distrito Federal utilizem o serviço
A estimativa é que, até 2018, todos os ministérios localizados no Distrito Federal utilizem o serviço
Foto: Gleice Mere/Ministério do Planejamento
Objetivo é reduzir gastos e aumentar a arrecadação
Objetivo é reduzir gastos e aumentar a arrecadação
Arquivo/Iphan
O ministro-chefe da Casa Civil ocupará a presidência do Brasil Eficiente, que será integrado por demais ministros
O ministro-chefe da Casa Civil ocupará a presidência do Brasil Eficiente, que será integrado por demais ministros
Foto: Ligiani Silveira/Governo do Mato Grosso
Iniciativa partiu da Ouvidoria-Geral da União (OGU) junto à Comissão Gestora do Sistema de Gestão de Convênios e Contratos de Repasse
Iniciativa partiu da Ouvidoria-Geral da União (OGU) junto à Comissão Gestora do Sistema de Gestão de Convênios e Contratos de Repasse
Divulgação/Governo de Minas Gerais

Governo digital