Você está aqui: Página Inicial > Governo > 2014 > 12 > Conheça o perfil e histórico dos novos ministros

Governo

Conheça o perfil e histórico dos novos ministros

Equipe ministerial

Presidenta Dilma anunciou lista completa de ministros que comporão sua equipe de governo
por Portal Brasil publicado: 31/12/2014 14h57 última modificação: 01/01/2015 16h37

1.    Aldo Rebelo – Ciência, Tecnologia e Inovação

2.    Alexandre Tombini - Banco Central

3.    Aloizio Mercadante – Casa Civil

4.    Antonio Carlos Rodrigues - Transportes

5.    Armando Monteiro – Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior

6.    Arthur Chioro – Saúde

7.    Carlos Gabas – Previdência Social

8.    Cid Gomes – Educação

9.    Edinho Araújo - Secretaria de Portos

10.  Eduardo Braga - Minas e Energia

11.  Eleonora Menicucci de Oliveira – Secretaria de Políticas para as Mulheres

12.  Eliseu Padilha - Secretaria de Aviação Civil

13.  George Hilton - Esporte

14.  Gilberto Kassab - Cidades

15.  Gilberto Occhi – Integração Nacional

16.  Guilherme Afif Domingos – Secretaria da Micro e Pequena Empresa

17.  Helder Barbalho - Secretaria de Aquicultura e Pesca

18.  Ideli Salvatti – Secretaria Direitos Humanos

19.  Isabella Teixeira – Meio Ambiente

20.  Jacques Wagner - Defesa

21.  Joaquim Levy – Fazenda

22.  José Eduardo Cardozo – Justiça

23.  José Elito Carvalho Siqueira – Segurança Institucional

24.  Juca Ferreira – Cultura

25.  Kátia Abreu - Agricultura, Pecuária e Abastecimento

26.  Luis Inácio Adams – Advocacia-Geral da União

27.  Manoel Dias – Trabalho e Emprego

28.  Marcelo Côrtes Neri – Assuntos Estratégicos

29.  Mauro Vieira – Relações Exteriores

30.  Miguel Rossetto - Secretaria-Geral

31.  Nelson Barbosa – Planejamento, Orçamento e Gestão

32.  Nilma Lino Gomes - Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial

33.  Patrus Ananias - Desenvolvimento Agrário

34.  Pepe Vargas - Relações Institucionais

35.  Ricardo Berzoini - Comunicações

36.  Tereza Campello – Desenvolvimento Social e Combate à Fome

37.  Thomas Traummann – Comunicação Social

38.  Valdir Simão – Controladoria-Geral da União

39.  Vinícius Lajes - Turismo


Aloizio Mercadante Oliva – Casa Civil

O economista Aloizio Mercadante Oliva, 60 anos, é professor licenciado da PUC-SP e da Unicamp. Participou da elaboração dos programas de governo do Partido dos Trabalhadores e foi coordenador nas eleições presidenciais de 1989 e 2002. Em 1990, foi deputado federal. Já em 1999, voltou à Câmara dos Deputados, onde participou de comissões na área econômica.

Mercadante foi senador entre 2002 e 2006. Em 2008, presidiu a Comissão de Assuntos Econômicos e foi eleito presidente da Representação Brasileira no parlamento do Mercosul. Em 2009, foi líder da bancada do PT no Senado Federal e líder do governo.

Arthur Chioro – Saúde

Aos 51 anos, Arthur Chioro é médico sanitarista e doutor em Saúde Coletiva pela Unifesp (SP), professor universitário, pesquisador nas áreas de gestão e planejamento em saúde.

Participou da gestão do Ministério da Saúde entre 2003 e 2005 como Diretor do Departamento de Atenção Especializada. Participou ainda das discussões do programa de internação domiciliar no SUS. Foi conselheiro da ANS, contratado pela Opas. Foi duas vezes presidente do Conselho de Secretários Municipais de Saúde (Cosems-SP), a última em 2013.

Eleonora Menicucci de Oliveira – Políticas para as Mulheres

Eleonora é de Lavras, e nasceu em 21 de agosto de 1944. Em 1971, foi presa e passou quase três anos na cadeia, na cidade de São Paulo.

A ministra possui graduação em Ciências Sociais pela Universidade Federal de Minas Gerais (1974), mestrado em Sociologia pela Universidade Federal da Paraíba (1983), doutorado em Ciência Política pela Universidade de São Paulo (1990), pós-doutorado em Saúde e Trabalho das Mulheres pela Facultá de Medicina della Universitá Degli Studi Di Milano (1994/1995) e livre docência em Saúde Coletiva pela Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo (1996).

Gilberto Occhi - Integração Nacional

Gilberto Magalhães Occhi, natural de Ubá (MG), é graduado em Direito pela Universidade de Vila Velha (ES) e pós-graduado nas áreas de Finanças e Mercado Financeiro, pela Universidade de Vila Velha (ES), Gestão Empresarial pela Universidade de Brasília e Comércio Exterior pela Universidade Católica de Brasília.

É funcionário de carreira da Caixa Econômica Federal desde 1980, onde ocupou os cargos de vice-presidente de Governo e de superintendente nacional da Região Nordeste. Gilberto Occhi ocupou o Ministério das Cidades do Governo Dilma Rousseff entre os meses de março e dezembro de 2014.

Kátia Abreu - Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento

Kátia Abreu, 52, nascida em Goiânia (GO), é empresária, graduada em Psicologia pela Universidade Católica de Goiás. Iniciou atividade como produtora agrícola aos 25 anos, passando a líder dos produtores no Sindicato Rural de Gurupi até se tornar a primeira presidente mulher da Confederação Nacional de Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA).

Integrou as Comissões de Assuntos Econômicos, Constituição, Justiça e Cidadania, de Agricultura e Reforma Agrária e Assuntos Sociais. Em 2014, foi reeleita senadora pelo estado do Tocantins.

Gilberto Kassab - Ministério das Cidades

Gilberto Kassab, 54, é paulistano graduado em Economia e Engenharia Civil pela Universidade de São Paulo (USP). Deputado federal por dois mandatos (1999-2002 e 2003-2005), foi também vereador na capital paulista, deputado estadual e secretário municipal de Planejamento.

Kassab foi vice-prefeito (2005-2006) e a seguir prefeito da cidade de São Paulo, entre 2006 e 2012 – sendo aquele que ocupou o cargo por mais tempo em mandatos de eleição direta. É presidente nacional do PSD.

Vinícius Lajes - Ministério do Turismo

Vinícius Lajes, 57, é engenheiro agrônomo graduado pela Universidade Federal de Alagoas, mestre em Gestão Ambiental, pela Universidade de Salford, Inglaterra, com doutorado em socio-economia do Desenvolvimento pela Escola de Altos Estudos em Ciências Sociais (Paris, França).

Ocupou funções no Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas empresas) e foi coordenador do programa Sebrae 2014, dedicado à preparação de empresas para oportunidades com a Copa do Mundo de 2014. Desde o primeiro semestre de 2014, ocupa o cargo de ministro do Turismo.

Eliseu Padilha - Secretaria de Aviação Civil

Eliseu Padilha, 52, é graduado em Direito, com mestrado em Filosofia, e exerce atividades como advogado e empresário. Em seu histórico profissional, acumula passagens pela Secretaria de Negócios do Trabalho, Cidadania e Assistência Social no Estado do Rio Grande do Sul e pelo Ministério dos Transportes.

Padilha está no quarto mandato como deputado federal pelo PMDB, do Rio Grande do Sul e ocupa a presidência nacional da Fundação Ulysses Guimarães desde 2007.

Valdir Simão - Controladoria-Geral da União

Auditor da Receita Federal, Valdir Simão já foi secretário da Fazenda do Distrito Federal e presidente do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Desde o primeiro semestre de 2014, exerce atividade como Secretario-Executivo da Casa Civil. Também teve passagem como coordenador do Gabinete Digital da Presidência da República.

Nilma Lino Gomes - Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial

Nilma Lino Gomes é pedagoga e mestra em Educação pela UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais), doutora em Antropologia Social pela USP (Universidade de São Paulo) e pós-doutora em Sociologia pela Universidade de Coimbra. Integra o corpo docente da pós-graduação em educação Conhecimento e Inclusão Social -FAE/UFMG e do Mestrado Interdisciplinar em Sociobiodiversidade e Tecnologias Sustentáveis da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab). Atualmente, é reitora Pró-Tempore da Unilab.

Cid Gomes – Educação

Nascido em Sobral, em 27 de abril de 1963, Gomes é engenheiro civil formado pela Universidade Federal do Ceará. Atual governador do Ceará, Cid iniciou a carreira política como deputado estadual, foi presidente da Assembleia Legislativa do Ceará, e prefeito de Sobral por duas vezes.

Em 2005, Cid exerceu a função de consultor do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) em Washington D.C, nos Estados Unidos.

Em 2006, Cid Gomes foi eleito governador do Ceará. No mesmo ano, coordenou a campanha de Luiz Inácio Lula da Silva para o segundo turno da eleição presidencial.

Juca Ferreira – Cultura

O sociólogo Juca Ferreira, atual secretário municipal de Cultura de São Paulo, aos 65 anos, vai voltar para a pasta que comandou entre 2008 a 2010, durante o segundo mandato do ex-presidente Lula.

Nascido na Bahia, Juca Ferreira foi líder estudantil e presidiu a União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (Ubes) durante a ditadura. No período do regime, passou nove anos exilado no Chile, Suécia e França, onde se formou cientista social.

Já ao Brasil, atuou na área ambiental e desenvolveu projetos no setor cultural. Em 1993, foi eleito vereador do município de Salvador, pelo Partido Verde (PV). Em 2000, elegeu-se novamente para o cargo.

Pepe Vargas - Relações Institucionais

Pepe Vargas (PT–RS) assume a Secretaria de Relações Institucionais. É formado em medicina e começou a trajetória política como militante no movimento estudantil.

Foi o de vereador de Caxias do Sul em 1988. Depois deputado estadual (1994–1996) e duas vezes prefeito de Caxias do Sul (1996–2000 e 2000–2004). Em 2006, 2010 e 2014 foi eleito deputado federal.

Atualmente, Vargas integra a Comissão de Finanças e Tributação como membro titular e a Comissão de Fiscalização Financeira e Controle como suplente. Ele integrou o governo federal entre 2012 e 2014, como ministro do MDA

Miguel Rossetto - Secretaria-Geral

Um dos fundadores do PT e da CUT, o sociólogo Miguel Rossetto chegou a ocupar o cargo de ministro do Desenvolvimento Agrário no governo Dilma, saindo em setembro para integrar a coordenação da campanha pela reeleição da presidenta.

Ele também foi vice-governador do Rio Grande do Sul, na gestão Olívio Dutra, e deputado federal em 1994.

Em 2006, Rossetto deixou o governo Lula para tentar uma vaga no Senado, mas foi derrotado nas urnas. Dois anos depois, foi indicado por Lula para a presidência da Petrobras Biocombustível S/A, subsidiária da Petrobras.

George Hilton - Esporte

George Hilton dos Santos Cecílio, 43 anos, nasceu em Alagoinhas (BA). Formado em Ciências Sociais, é radialista e apresentador de televisão.

Foi deputado estadual por dois mandatos e líder da bancada do PRB na Câmara dos Deputados (2013 e 2014). Exerce o segundo mandato de deputado federal pelo PRB de Minas Gerais.

É Membro do Parlamento do Mercosul e membro da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional da Câmara dos Deputados e presidente Regional do PRB/MG.

Aldo Rebelo - Ciência, Tecnologia e Inovação

José Aldo Rebelo Figueiredo nasceu em Viçosa (AL), tem 58 anos e é jornalista e escritor, tendo construído carreira política por São Paulo. Foi eleito deputado federal pelo PCdoB por seis mandatos.

Com mais de 30 anos de trajetória política, foi presidente da Câmara dos Deputados e líder do governo e do PCdo B na Câmara. Foi ministro da Secretaria de Coordenação Política e Relações Institucionais do Governo, entre 2004 e 2005

Em 2009, foi relator da Comissão Especial do Código Florestal Brasileiro e da Lei de Biossegurança.

Ocupa, desde 2011, o cargo de ministro do Ministério do Esporte, onde coordenou a organização da Copa do Mundo no Brasil.

Carlos Eduardo Gabas - Previdência Social

Atual secretário-executivo do Ministério da Previdência Social, Carlos Eduardo Gabas irá reassumir o cargo que ocupou entre março de 2010 e janeiro de 2011. Nascido em 1965, o ministro é formado em Ciências Contábeis pela Faculdade Católica Salesiana de Araçatuba (SP) e ingressou no serviço público em 1986, como agente previdenciário.

Suas principais ações no Ministério foram a criação da Superintendência Nacional de Previdência Complementar (Previc) e a participação nas negociações de acordos internacionais de Previdência Social.

Armando Monteiro - Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior

Armando Monteiro Neto nasceu em Recife em 1952. O Administrador de empresas e advogado foi escolhido como titular do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC) neste mês. O ministro foi eleito senador em 2010 e ocupou o o cargo de deputado federal por três vezes. 

Monteiro é ex-presidente da Confederação Nacional da Indústria, dirigiu o conselho de administração do Sebrae, foi presidente da Federação das Indústrias de Pernambuco, diretor regional do Senai e do Sesi, e comandou o Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Materiais Elétricos de Pernambuco.

Joaquim Levy - Fazenda

Joaquim Vieira Ferreira Levy é formado em engenharia naval pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, e doutor e mestre em economia pela Universidade de Chicago e pela Fundação Getúlio Vargas, respectivamente. 

O ministro já foi secretário-adjunto de Política Econômica do Ministério da Fazenda, economista-chefe do Ministério do Planejamento e Secretário do Tesouro Nacional e secretário da Fazenda do estado do Rio de Janeiro.

Internacionalmente, Levy foi economista visitante nas Divisões de Mercado de Capitais e de Estratégia Monetária do Banco Central Europeu e vice-presidente de Finanças e Administração do Banco Interamericano de Desenvolvimento.

Nelson Barbosa - Planejamento, Orçamento e Gestão

Nascido no Rio de Janeiro, em 1969, Nelson Barbosa formou-se em economia e conclui seu mestrado pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Além disso, o economista fez doutorado na New School of Social Research, em Nova York. 

No governo federal, os principais cargos ocupados por Barbosa foram chefe-adjunto da Assessoria Econômica do Ministério do Planejamento, assessor da Presidência do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social, secretário-adjunto de Política Macroeconômica e Análise de Conjuntura, secretário-executivo do Ministério da Fazenda e presidente do Conselho do Banco do Brasil.

Alexandre Tombini - Banco Central do Brasil

Presidente do Banco Central (BC) desde 2011, Alexandre Antonio Tombini é formado em economia pela Universidade de Brasília (UnB) e concluiu o doutorado em economia na Universidade de Illinois, nos Estados Unidos.

No BC, o economista também já ocupou os cargos de chefe do Departamento de Estudos e Pesquisas e diretor de Estudos Especiais, de Assuntos Internacionais e de Normas e Organização do Sistema Financeiro. Além disso, Tombini foi assessor especial da Casa Civil e coordenador geral da Área Externa na Secretaria de Política Econômica do Ministério da Fazenda.

Antônio Carlos Rodrigues - Transportes

Antônio Carlos Rodrigues, 64 anos, nasceu em São Paulo. É advogado e procurador. Rodrigues começou a vida pública na Companhia de Saneamento Básico do estado de São Paulo (Sabesp) e assumiu a cadeira da parlamentar, em 2012, quando Marta Suplicy foi para o Ministério da Cultura. Ele atuou como senador até novembro deste ano.No Senado, integrou as comissões de Assuntos Econômicos e de Constituição e Justiça, entre outros. Ele também fez parte do Conselho de Ética e Decoro Parlamentar e da Procuradoria Parlamentar.

Patrus Ananias - Desenvolvimento Agrário

O nome libanês do ministro vem do sobrenome da família, oriundo do avô. Formou-se em direito na Universidade Federal de Minas Gerais em 1976. Iniciou sua vida política no Centro Acadêmico Afonso Pena (Caap).Em 2004 foi convidado para assumir o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), cargo no qual permaneceu até março de 2010. Foi durante sua gestão como ministro que foi implementado o programa Bolsa Família. Nesse período quase 13 mil famílias foram contempladas com o do Bolsa Família.

Edinho Araújo - Secretaria de Portos

Edinho Araújo, 65 anos, nasceu em Santa Fé do Sul (SP), onde iniciou sua carreira política com apenas 23 anos. Em 1994, foi eleito para o Congresso Nacional e cumpriu dois mandatos, até o ano 2000, quando concorreu e venceu a eleição para a prefeitura de São José do Rio Preto. Em 2008 foi reeleito para o cargo. Na Câmara dos Deputados, foi relator do projeto que criou a Comissão Nacional da Verdade e da Medida Provisória 571, sobre o novo Código Florestal.

Eduardo Braga - Minas e Energia  

Carlos Eduardo de Sousa Braga, 54 anos, nasceu em Belém, é engenheiro elétrico com graduação na Universidade Federal do Amazonas. Iniciou a carreira política aos 21 anos, sendo eleito vereador em Manaus. Foi deputado estadual e federal, vice-prefeito e prefeito de Manaus e governador do Amazonas (2003-2010). Elegeu-se senador e é líder do governo na Casa. Quando governador, desenvolveu os projetos Zona Franca Verde, para desenvolvimento do interior do estado, e Programa Social e Ambiental dos Igarapés de Manaus (Prosamim).

Helder Barbalho - Pesca e Aquicultura 

Helder Zahluth Barbalho nasceu em 1979, em Belém (PA). Filiou-se no PMDB em 1997, quando iniciou militância do movimento estudantil. Em 98, formou-se em Administração, na Universidade da Amazônia (Unama), com pós-graduação em MBA Executivo em Gestão Pública, na Fundação Getúlio Vargas, em São Paulo. Obteve seu primeiro cargo político como vereador no ano 2000 pelo no município de Ananindeua (PA). Foi também deputado estadual e assumiu por dois mandatos a prefeitura da cidade.

Jacques Wagner - Defesa

Natural do Rio de Janeiro, com carreira político-partidária consolidada na Bahia, Jaques Wagner, 63 anos, iniciou sua militância na capital carioca no final dos anos 60, quando presidiu o diretório acadêmico da faculdade de Engenharia Civil da PUC-Rio (Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro). Perseguido pela ditadura militar, mudou-se para a Bahia, passando a atuar como operário no pólo petroquímico de Camaçari. Deputado federal por três mandatos, foi ministro do Trabalho Emprego e da secretaria de Relações Institucionais no governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Foi governador da Bahia por dois mandatos.

Manoel Dias - Trabalho e Emprego

Graduado em Direito pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Manoel Dias nasceu em Içara (SC). O ministro foi líder estudantil, presidiu a União Catarinense de Estudantes, promotor público-adjunto e auditor fiscal da Receita Federal.

Eleito vereador em 1962 e deputado estadual em 1967, teve seus mandatos cassados nas duas ocasiões. Manoel Dias também foi secretário de Ação Social do município de Criciúma.

Marcelo Neri - Secretaria de Assuntos Estratégicos

Marcelo Côrtes Neri é PhD em economia pela Universidade de Princeton, mestre e bacharel em economia pela PUC-RJ. Entre suas ocupações, Neri ministra aulas de doutorado, mestrado e graduação da EPGE da Fundação Getulio Vargas, foi pesquisador da diretoria de pesquisas do Ipea, membro do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social e de seu Comitê Gestor. 

Entre suas principais ações, o Ministro participou da criação do sistema de pisos salariais mínimos estaduais, e desenhou e implantou os programas Família Carioca e Renda Melhor.

Tereza Campello - Desenvolvimento Social e Combate à Fome

Tereza Campello é economista formada pela Universidade Federal de Uberlândia (MG) e foi professora do curso de Economia na Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos), no Rio Grande do Sul.

A ministra compôs a coordenação do grupo de trabalho que concebeu o e foi subchefe adjunta de Articulação e Monitoramento da Casa Civil, onde esteve à frente dos programas de Produção de Biodiesel, de Etanol, Territórios da Cidadania, do Plano Nacional de Mudanças Climáticas e do Mutirão Arco Verde.

Thomas Traumann - Secretaria de Comunicação Social

Thomas Timothy Traumann é bacharel em Comunicação Social,  com habilitação em Jornalismo, pela Universidade Federal do Paraná. O ministro foi porta-voz da Presidência da República, assessor especial e coordenador de imprensa da Casa Civil da Presidência da República e da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República. No meio editorial, Traumann  trabalhou nas revistas Época e Veja, e nos jornais Folha de São Paulo, O Estado do Paraná e Folha de Londrina.

Guilherme Afif Domingos – Micro e Pequena Empresa

Guilherme Afif Domingos, 71 anos, é administrador de empresas e empresário. É o vice-governador de São Paulo e ministro-chefe da Secretaria da Micro e Pequena Empresa da Presidência da República.

Afif sempre apresentou-se como feroz inimigo da alta carga tributária no País: em 2005, articulou com empresários, prestadores de serviços e consumidores a campanha popular De Olho no Imposto. De 2007 até o início de 2010, Guilherme Afif foi o secretário de Emprego e Relações do Trabalho do estado de São Paulo.

Ideli Salvatti – Direitos Humanos

Licenciada em física pela Universidade Federal do Paraná, Ideli Salvatti, 62 anos, radicou-se em Santa Catarina em 1976. No final da década de 1970, transferiu-se para Joinville onde atuou nas CEBs, Pastoral Operária, Associações de Moradores e no Centro de Defesa dos Direitos Humano. Em 1980 ajudou a fundar o Partido dos Trabalhadores em Joinville e no estado de Santa Catarina, fazendo parte do Diretório e da Executiva. Em 1994, foi eleita pela primeira vez para o mandato de deputada estadual (1995-1998) e reeleita em 1998 (1999-2002) para seu segundo mandato.

Isabella Teixeira – Meio Ambiente

Nascida em Brasília, Izabella Teixeira, 53 anos, formou-se em Biologia pela UnB. É mestre em Planejamento Energético e doutora em Planejamento Ambiental pela Coppe. Funcionária contratada do Ibama desde 1985, exerceu cargos de direção no Instituto, bem como no MMA e no governo do estado do Rio de Janeiro. Em 16 de dezembro de 2010 foi anunciado que permaneceria no cargo no Ministério do Meio Ambiente no governo de Dilma Rousseff a partir de 2011, contrariando a área ambiental do Partido dos Trabalhadores.

José Eduardo Cardozo - Justiça

José Eduardo Cardozo, natural de São Paulo, é graduado mestre e doutorando em Direito, além de procurador do município de São Paulo desde 1982. É também professor de Direito Administrativo da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC/SP).

Por duas vezes foi eleito deputado federal, integrou a lista do Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (DIAP) como um dos 100 parlamentares mais influentes do Congresso Nacional.

Já no primeiro mandato como deputado  assumiu a presidência da Comissão Especial da Reforma do Poder Judiciário e coordenou  discussões sobre o acesso à Justiça e o Estatuto da Magistratura. Ocupa o cargo de ministro da Justiça no Governo Dilma desde janeiro de 2011.

José Elito Carvalho Siqueira - Segurança Institucional

Nascido em Aracaju (SE), O general José Elito Carvalho Siqueira foi instrutor da Academia Militar das Agulhas Negras, da Escola de Aperfeiçoamento de Oficiais e da Escola de Comando e Estado-Maior do Exército.

Em sua carreira militar, foi oficial do Gabinete do Ministro do Exército; comandante do 28º Batalhão de Caçadores - Aracaju-SE; comandante geral da Polícia Militar de Alagoas; adido do Exército e da Aeronáutica (ADIExAer) na África do Sul; oficial do Gabinete da Casa Militar da Presidência da República; comandante da 16ª Brigada de Infantaria de Selva - Tefé-AM; comandante da Aviação do Exército; diretor de Avaliação e Promoções e comandante da 6ª Região Militar

Luis Inácio Adams – Advocacia-Geral da União

Luis Inácio Adams é graduado em Ciências Jurídicas e Sociais pela Faculdade de Direito da Universidade Federal do Estado do Rio Grande do Sul (UFRGS), especializou-se em Direito, pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Foi Procurador-Geral da Fazenda Nacional (PGF) de 2006 até ser nomeado Advogado-Geral da União em 2009.

Em seu histórico profissional, acumula passagens como Secretário Executivo Adjunto do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG) e Consultor Jurídico do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, entre outros.

Mauro Vieira - Relações Exteriores

O novo ministro das Relações Exteriores, Mauro Vieira, é titular da embaixada brasileira nos Estados Unidos desde 2010, quando teve o nome aprovado pelo Senado. Antes disso, ele foi por quase seis anos embaixador do Brasil em Buenos Aires.

Vieira é formado em direito pela Universidade Federal Fluminense e pelo Instituto Rio Branco, onde se graduou em 1974. Serviu em representações no Uruguai, México e na França, além de ter atuado como chefe de gabinete do ex-ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim.

Ricardo Berzoini - Comunicações

Bancário, Berzoini iniciou sua militância no Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região, em 1985. Foi também fundador e primeiro presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf).

Eleito deputado federal pelo PT quatro vezes (1998, 2002, 2006 e 2010), no final de 2005, foi eleito presidente nacional do partido. No governo Lula, foi ministro da Previdência Social, quando esteve à frente da reforma da Previdência, e depois assumiu a pasta do Trabalho e Emprego.

Fonte: 

Portal Brasil

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Governo cria novo modelo de transporte
Sistema utiliza um aplicativo de celular e substitui carros alugados por táxis. Iniciativa busca economizar cerca de R$ 20 milhões
Plano possibilitará regularização de propriedades e reformas
Governo federal vai lançar dois programas nesta semana - um para a regularização de propriedades e outro para a reforma de imóveis
Vem aí uma nova Voz do Brasil!
Dinamismo e interatividade, tudo voltado para o cidadão! A partir de 31 de outubro, o programa A Voz do Brasil está de cara nova
Sistema utiliza um aplicativo de celular e substitui carros alugados por táxis. Iniciativa busca economizar cerca de R$ 20 milhões
Governo cria novo modelo de transporte
Governo federal vai lançar dois programas nesta semana - um para a regularização de propriedades e outro para a reforma de imóveis
Plano possibilitará regularização de propriedades e reformas
 Dinamismo e interatividade, tudo voltado para o cidadão! A partir de 31 de outubro, o programa A Voz do Brasil está de cara nova
Vem aí uma nova Voz do Brasil!

Últimas imagens

A unidade da federação com maior expectativa de vida foi Santa Catarina, com 78,7 anos
A unidade da federação com maior expectativa de vida foi Santa Catarina, com 78,7 anos
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Dias de guarda dos credos e religiões não relacionados poderão ser compensados
Dias de guarda dos credos e religiões não relacionados poderão ser compensados
Foto: Alexandre Macieira/Prefeitura do Rio
Presidente do Fórum manifestou interesse em levar ao Brasil, em 2018, a versão latino-americana do evento
Presidente do Fórum manifestou interesse em levar ao Brasil, em 2018, a versão latino-americana do evento
Divulgação/World Economic Forum
A Constituição permite que o governo edite MPs de crédito para atender despesas urgentes e imprevistas, em caso de guerra, comoção interna ou calamidade pública
A Constituição permite que o governo edite MPs de crédito para atender despesas urgentes e imprevistas, em caso de guerra, comoção interna ou calamidade pública
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
O evento foi realizado pelas Câmaras de Comércio da Índia, Federação de Câmaras de Comércio e Indústria da Índia e Confederação de Indústria da Índia
O evento foi realizado pelas Câmaras de Comércio da Índia, Federação de Câmaras de Comércio e Indústria da Índia e Confederação de Indústria da Índia
Divulgação/MDIC
A Portaria nº 51 foi publicada no Diário Oficial da União desta quinta (13)
A Portaria nº 51 foi publicada no Diário Oficial da União desta quinta (13)
Antonio Cruz/Agência Brasil
Em junho, Michel Temer determinou à Aeronáutica que mantenha permanentemente um jato à disposição para transporte de órgãos e tecidos
Em junho, Michel Temer determinou à Aeronáutica que mantenha permanentemente um jato à disposição para transporte de órgãos e tecidos
Foto: Andre Feitosa / FAB
Presidente Michel Temer durante apresentação do novo regime fiscal aos líderes da base aliada da Câmara e do Senado
Presidente Michel Temer durante apresentação do novo regime fiscal aos líderes da base aliada da Câmara e do Senado
Foto: Beto Barata/PR

Governo digital