Você está aqui: Página Inicial > Governo > 2016 > 01 > Orçamento da PF será recomposto, asseguram ministérios

Governo

Orçamento da PF será recomposto, asseguram ministérios

Acordo

'Não faltaram nem faltarão recursos' para operações, diz Ministério da Justiça; forma de reconstituição de cortes previstos na Lei Orçamentária ainda será definida
por Portal Brasil publicado: 11/01/2016 19h45 última modificação: 11/01/2016 19h45

O Ministérios da Justiça e do Planejamento, Orçamento e Gestão anunciaram nesta segunda-feira (11) que serão recompostos os R$ 151 milhões que inicialmente seriam retirados do orçamento da Polícia Federal, como previsto na Lei Orçamentária aprovada pelo Congresso Nacional.

A recomposição --que ocorrerá após a sanção do Orçamento pela presidenta Dilma Rousseff-- foi definida em reunião entre os ministros da Justiça, José Eduardo Cardozo, do Planejamento, Valdir Simão, e o diretor do Departamento da Polícia Federal (PF), Leandro Daiello.

Por meio de nota, o Ministério da Justiça reforçou que “não faltaram e nem faltarão recursos financeiros para a realização de operações e investigações da Polícia Federal ao longo do corrente ano, conforme vem reiterando o Ministério da Justiça, desde o final de 2015”.

Nas últimas semanas, o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, vinha reforçando que o governo trabalhava com uma margem na lei orçamentária para reconstituir, ao longo do ano, os recursos para a Polícia Federal. O corte no orçamento da PF não estava previsto no projeto de lei enviado pelo Executivo, sendo inserido durante sua tramitação no Legislativo.

Leia a íntegra da nota:

 1 - Após a sanção da lei orçamentária serão recompostos os cortes orçamentários feitos nas dotações da Polícia Federal. A forma de recomposição será definida, em conjunto, pelos órgãos técnicos dos dois ministérios.

 2 - Não faltaram e nem faltarão recursos financeiros para a realização de operações e investigações da Polícia Federal ao longo do corrente ano, conforme vem reiterando o Ministério da Justiça, desde o final de 2015.

Fonte: Portal Brasil, com informações do Ministério da Justiça

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Ouvidoria recebe mais de 67 mil denúncias no primeiro semestre
Denúncias de violações de direitos humanos foram recebidas pela ouvidoria do governo federal; maioria relatou violações contra crianças e adolescentes
Conheça do GovData
Plataforma compartilha a análise de dados governamentais
TáxiGov: saiba como pedir uma corrida
Serviço deve ser solicitado pelo site taxigov.gov.br
Denúncias de violações de direitos humanos foram recebidas pela ouvidoria do governo federal; maioria relatou violações contra crianças e adolescentes
Ouvidoria recebe mais de 67 mil denúncias no primeiro semestre
Plataforma compartilha a análise de dados governamentais
Conheça do GovData
Serviço deve ser solicitado pelo site taxigov.gov.br
TáxiGov: saiba como pedir uma corrida

Últimas imagens

Programa torna mais fácil e rápido processos como emissão de documentos, marcação de consultas pelo SUS e pagamento de obrigações trabalhistas e previdenciárias
Programa torna mais fácil e rápido processos como emissão de documentos, marcação de consultas pelo SUS e pagamento de obrigações trabalhistas e previdenciárias
Foto: Toninho Tavares/Agência Brasília
Obras deverão ser em melhorias como iluminação e saneamento básico
Obras deverão ser em melhorias como iluminação e saneamento básico
Alexandre Lombardi/Pref. de Sorocaba (SP)
Criado em 1º de outubro de 1862, documento que registra atos do governo estará disponível apenas pela internet, no Portal da Imprensa Nacional, a partir de 30 novembro
Criado em 1º de outubro de 1862, documento que registra atos do governo estará disponível apenas pela internet, no Portal da Imprensa Nacional, a partir de 30 novembro
Arquivo/Imprensa Nacional
Presidente acompanhou o lançamento acompanhado por ministros e militares
Presidente acompanhou o lançamento acompanhado por ministros e militares
Foto: Beto Barata/PR
Decreto publicado em 29 de setembro define ampliação de R$ 12,660 bilhões das despesas do Executivo
Decreto publicado em 29 de setembro define ampliação de R$ 12,660 bilhões das despesas do Executivo
Marcos Santos/USP Imagens

Governo digital